Você sabia:

– Que a Igreja só passou a existir no dia de Pentecostes, em Atos 2?

– Que a ordem de Deus para a Igreja está na doutrina dos apóstolos (At 2:42) que nós encontramos na Bíblia apenas de Atos 2 em diante e principalmente nas cartas de Paulo?

– Que Jesus nunca pregou nem falou para a Igreja porque Jesus Cristo era judeu (Mt 1), veio só para os judeus (Jo 1:11) e pregou só para os judeus (Mt 15:24)?

– Que Jesus Cristo, enquanto esteve aqui na terra nunca fez parte da Igreja porque ela ainda não existia? Nem depois de haver ressuscitado?

– Que Abraão, Sara, Moisés, Arão, Josué, Ester, Jeremias, Isaías, Samuel, Davi, Daniel e todos os outros personagens do Antigo Testamento nunca fizeram nem nunca farão parte da Igreja?

– Que a Igreja edificada por Jesus é uma nova ordem de coisas totalmente dissociada do judaísmo e de todas as antigas práticas que encontramos no Velho Testamento?

– Que o povo judeu é totalmente distinto da Igreja e foi escolhido DESDE a fundação do mundo (Mt 25:34) enquanto que a Igreja foi escolhida por Deus ANTES da fundação do mundo (Ef 1:4)?

– Que as chamadas “igrejas” denominacionais que vemos hoje são uma desobediência ao que diz à Palavra de Deus quanto à Igreja?

– Que a Igreja era um “mistério” guardado por Deus ao longo dos séculos e só foi revelada a Paulo (Rm 16:25 – 1 Co 2:7 – 1 Co 4:1 – Ef 1:9-10 – Ef 3:1-10)?

A Igreja é um corpo vivo cuja cabeça e Supremo Pastor é o Senhor Jesus e cujos membros são todas as pessoas salvas pela graça de Deus através da fé em Cristo. A Igreja é a Noiva de Cristo, que Ele vem buscar “gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.” (Ef 5:27)

Para entender a Palavra de Deus precisamos aprender a “manejar bem a Palavra da Verdade” (2 Tm 2:15) separando corretamente o que é Igreja e o que é judaísmo. William MacDonald explica assim:

“A era da Igreja é um parêntese nos desígnios de Deus que pode ser explicado da seguinte forma. Durante a maior parte do período de história registrado no Antigo Testamento Deus estava tratando principalmente com o povo judeu. Na verdade, de Gênesis 12 até Malaquias 4 a narrativa fica quase que exclusivamente centralizada em Abraão e seus descendentes.

Quando o Senhor Jesus veio ao mundo Ele foi rejeitado por Israel. Como consequência Deus deixou de lado aquela nação temporariamente como sendo o Seu povo escolhido na terra. Vivemos agora na era da Igreja, quando judeus e gentios estão em um mesmo nível diante de Deus. Após a Igreja estar completa e tiver sido levada para o lar celestial, Deus voltará a tratar com Israel como nação. Mais uma vez os ponteiros do relógio profético voltarão a se mover. Portanto o atual período é uma espécie de parêntese entre os desígnios passados e futuros de Deus para com Israel. Trata-se de uma nova administração no programa divino, que é singular e separada de tudo o que veio antes ou virá depois.” [“Comentário Bíblico Popular” – W. MacDonald]

A Igreja, portanto, não é uma continuação de Israel e nem teve origem nos israelitas. A Igreja é uma ordem de coisas totalmente nova, dissociada do judaísmo e das suas práticas e com bênçãos infinitamente superiores àquelas que Deus prometera aos israelitas. As bênçãos para os judeus eram terrenas e as bênçãos para a Igreja são celestiais: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;” (Efésios 1:3)

A Igreja desde o seu início persevera em quatro coisas (At 2:42):

1) na doutrina dos apóstolos,

2) na comunhão,

3) no partir do pão (a Ceia do Senhor à Mesa do Senhor),

4) nas orações,

Poderíamos acrescentar aqui as ofertas voluntárias, conforme a prosperidade de cada um, recolhidas no primeiro dia da semana (domingo) e destinadas unicamente ao auxílio dos irmãos necessitados conforme está descrito e caracterizado em 1 Co 16:1-3.

Sabemos que não é isso que vemos hoje na cristandade e que os “cultos” nas igrejas que existem espalhadas por aí oferecem uma variedade de atrações e atividades que nada tem a ver com a ordem de Deus para a Igreja. Denominações criadas pelos homens (batista, presbiteriana, anglicana, etc), prédios ornamentados à semelhança do tabernáculo e do Templo em Jerusalém, altares, púlpitos, um homem denominado “pastor” cuidando de uma congregação enquanto que o pastorado é um DOM dado pelo Senhor Jesus, cultos pré-programados e dirigidos por um homem e não pelo Espírito Santo, prática de dízimo, corais, uso de instrumentos musicais na adoração, celebração da Ceia do Senhor uma vez por mês e não a cada primeiro dia da semana (domingo), mulheres falando quando a Igreja está reunida, etc. A lista é praticamente infindável. Nada disso é a vontade de Deus para a Sua Igreja.

A Igreja de Deus se ocupa com Cristo. É com a pessoa do Senhor Jesus que deveríamos nos ocupar unicamente. Ele disse: “Onde estiverem dois ou três reunidos EM MEU NOME, aí estou eu no meio deles.” (Mateus 18:20) Que coisa gloriosa! Que bênção poder estar no lugar onde o Senhor está e Ele é o centro! Grandiosa a dádiva que nos foi concedida, adorar a Deus em espírito e em verdade e não mais através de rituais, sacerdotes, lugares especialmente determinados e tantas outras regras que a cristandade hoje traz do judaísmo indo frontalmente contra o que nos ensina a Palavra de Deus.

A Bíblia é o único livro (na verdade são 66 livros) que conta toda a história da humanidade do primeiro ao último dia. Em meio a toda a história da humanidade, hoje vivemos o tempo da Igreja na dispensação da graça (Ef 3:2), um parêntese que Deus abriu na morte do Senhor Jesus e que será fechado com o arrebatamento dos santos imediatamente antes do “princípio das dores”, ou seja, o início da tribulação. E o tempo está findando. Jesus voltará em breve para buscar a Sua Noiva, a Igreja de Deus. Que irá para o céu para reinar juntamente com Cristo (Ap 1:6).

Se você deseja saber mais e conhecer com mais profundidade a ordem de Deus para a Igreja, baixe (gratuitamente) em PDF e leia o livro “A Ordem de Deus – Para os cristãos congregarem Para adoração e ministério” neste link: https://bit.ly/2ExYnll

Leia-o acompanhando cada uma das citações bíblicas na sua Bíblia, estudando-o e conferindo se as coisas “são mesmo assim” como faziam os bereanos (At 17).

Nada vale mais a pena!

Germano Luiz Ourique

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. Sou iniciante e gostei muito. Quero a verdade e nada mais. Deus.

  2. moacir araujo disse:

    Em Cristo somos mais que vencedores.

  3. Belquiane Carvalho disse:

    Eu não sabia agora depois que li este texto ficou muito esclarecido para mim. Obrigado.

  4. Gilmar S. Barros disse:

    Germano. este post sim foi digníssimo de contemplação, grato por ele.
    Mas penso que o Senhor tbm abriu outras portas para seus servos. Hj mesmo que as denominações estejam alienadas e obscuras, foi através de uma delas que eu comecei a buscar o evangelho verdadeiro.
    Então Não podemos simplesmente frear tudo isso que se diz ser Deus, porque também faz parte dos planos de Deus entende. Não adianta você com seus postes querer mudar o mundo, pois isso não vai acontecer.
    Mas creio sim que eles são uma grande luz ao mundo, porém penso que tem levado muitos ao erro.
    Lembre-se e reflita nestas passagens.
    (Apocalipse 22:15) – Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais,
    os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira.
    (Apocalipse 21:8) – Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual,
    os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre.
    Esta é a segunda morte”.
    se o evangelho fosse tão fácil assim todos nós seríamos salvo pela graça e não é o que as escrituras dizem.
    Lembre-se que estas almas que saírem da linha por sua causa, lhe será cobrado também.

  5. germano disse:

    Gilmar,
    .
    Eu vou explicar mais essa vez.
    .
    1) Você diz “penso que o Senhor tbm abriu outras portas para seus servos”.
    De onde você tirou isso? Primeiro porque os salvos não são servos, são reis e sacerdotes (Ap 1:6); segundo que só existe UMA porta. Se você não sabe qual é, leia a Bíblia até descobrir.
    .
    2) Você diz “mesmo que as denominações estejam alienadas e obscuras, foi através de uma delas que eu comecei a buscar o evangelho verdadeiro.”
    E daí? Eu fui católico, evangélico, pentecostal, tradicional, mórmon, o escambau…. e isso não faz de nenhuma dessas seitas “alienadas e obscuras” algo correto. Muita gente fazendo algo errado não faz daquilo um acerto. Pense.
    .
    3) Você diz “Não podemos simplesmente frear tudo isso que se diz ser Deus, porque também faz parte dos planos de Deus entende”.
    NÃO PODEMOS??? Porquê? Porque se diz ser de Deus? Acorda, Gilmar! Hitler fazia parte dos planos de Deus, Mussolini, Barrabás fez parte dos planos de Deus, TUDO é plano de Deus. Até os cabelos da nossa cabeça estão contados (Mt 10:30) A questão é: “O que é plano de Deus PARA MIM.” E o plano de Deus para mim é que eu me separe de quem não traz a doutrina do Evangelho de Jesus Cristo:
    II João 1:9-11 – “Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho. Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras.”
    .
    4) Você diz “Não adianta você com seus postes querer mudar o mundo, pois isso não vai acontecer”
    E de onde você tirou que eu quero mudar o mundo? Você não se dá conta de que eu estou simplesmente pregando o puro e simples Evangelho da graça de Deus? Confira na Bíblia, please!
    .
    5) Você diz “creio sim que eles são uma grande luz ao mundo, porém penso que tem levado muitos ao erro”
    Peço, por favor, que você mostre biblicamente onde e como o que tem aqui postado pode levar alguém ao erro. Eu não tenho a menor pretensão de fazer certas todas as coisas. Mas lhe garanto que procuro ter o maior cuidado e zelo com qualquer coisa que é postada aqui para que não nos desviemos em nada do puro e simples Evangelho da Graça de Deus.
    .
    6) Você diz “se o evangelho fosse tão fácil assim todos nós seríamos salvo pela graça e não é o que as escrituras dizem”
    Isso é uma brutal heresia. É ofensivo, até. O que está escrito é:
    Efésios 2:8 – “PORQUE PELA GRAÇA SOIS SALVOS, POR MEIO DA FÉ; E ISTO NÃO VEM DE VÓS, É DOM DE DEUS.”
    A salvação é SÓ PELA GRAÇA, MAIS NADA. NÃO HÁ NADA QUE POSSAMOS OU TENHAMOS QUE FAZER PARA SERMOS SALVOS. Esse é o Evangelho da Graça de Deus. Qualquer coisa fora disso é herética e apóstata.
    Pela última vez, leia este post http://leiaabiblia.blog.br/voce-realmente-sabe-o-que-e-a-igreja lendo também TODOS os posts que estão aqui indicados. Você não sabe o que é a Igreja e não sabe o que é o Evangelho. Leia a Bíblia, estude as Escrituras. Só a Bíblia é a Palavra de Deus; só Jesus Cristo salva!

  6. Aliçon Neves disse:

    Paz do senhor, irmão Germano. Não duvido em nenhum momento do que está sendo dito neste blog pois todas as informações tem puro respaldo biblico.
    Ontem me perguntaram -ainda existe profeta nos dias de hoje? E eu repondi -sim! E completei -Deus fala pra alguém (profeta) a profecia e o mesmo passa para o individuo. Vi aqui também que se existisse profeta a bíblia seria “incopleta”. Ok.
    Eu quero saber a sua opinião, mesmo que você me diga que é coisa de satanás não me poupe. O que o Sr me diz sobre uma pessoa que fala em línguas estranhas, uma pessoa que expulsa demônio em nome de Jesus, uma pessoa que passa uma profecia sobre determinadas situações pessoais? Já recebi profecias de cura, de emprego, de dons espirituais. O que é isso?
    O que é pra você uma pessoa com um demônio no corpo, o que é pra você um viciado em drogas? Como tratar esses casos?
    Satanás tem poder hoje sobre alguém? Satanás pode induzir alguém a errar e depois expulsar ele mesmo só pra prender/alienar enganar alguem. Satanás pode colocar um ser humano no fundo do poço depois usar alguém para levar o sujeito pra uma igreja e depois que o sujeito tá “curado, tá falando em línguas estranhas, tá fiel a Deus” dizer que tudo isso foi obra de satanás? Por que se não é Deus foi tudo obra de satanás. Me tira todas estas dúvidas por favor.

  7. Gustavo Siqueira disse:

    Bom dia, Germano. Paz do Senhor Jesus! Li boa parte do livro que está em PDF e me senti isolado em meio à tantas denominações. Atualmente frequento uma pentecostal, mas me sinto um “peixe fora d’água”. Creio que as denominações não são ordenanças de Deus, porém não conheço ninguém que com o mesmo pensamento. Se puder, me dê um “norte” de que rumo dar a minha vida enquanto corpo de Cristo. Obrigado.


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório