“Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.” – Romanos 8:13-14

Um relacionamento sério e verdadeiro com Deus requer mais que alguns minutos de oração ao final do dia, ou alguns salmos lidos no decorrer de um mês. Relacionar-se com o Pai significa viver debaixo do senhorio de Cristo Jesus, priorizando seus princípios independentemente das circunstâncias.

Situações externas não deveriam interferir na maneira como nos relacionamos com Deus, o ideal é que ocorra justamente o contrário: ser sal e luz está diretamente ligado ao quanto nos dedicamos às coisas de Deus diariamente. Isso não quer dizer que devamos nos ajoelhar em todos os lugares em que estivermos quando nos sentirmos impelidos a orar.

Priorizar as coisas de Deus não quer dizer que devamos andar com a Bíblia debaixo do braço para todos os cantos, ou “ir aos cultos” toda semana. Significa incorporar o que aprendemos nas Escrituras no amplo contexto de nosso cotidiano.

Ao nos deparar com dilemas nos quais a alternativa mais cômoda seria pecar, reflitamos sobre o que a Bíblia nos aconselharia a fazer. Ali sempre encontraremos respostas, se tão somente nos empenharmos em lê-la por completo, e não apenas fragmentos que nos acolham a alma e massageiem o ego.

Precisamos viver o evangelho radicalmente, da mesma forma que Cristo nos amou com tamanha intensidade a ponto de entregar sua própria vida em nosso favor. Infelizmente, ser cristão hoje em dia frequentemente evoca a imagem de pessoas hipócritas e falsas, incapazes de viver conforme o que pregam, o que geralmente condiz com a realidade vigente na cristandade.

Deixemos que o Espírito Santo atue em nossas vidas de tal maneira a permitir que todos ao nosso redor observem, analisem e percebam o verdadeiro evangelho, vivido por seguidores genuínos de Cristo, os quais optam por este estilo de vida não para usá-lo como um escudo que impede os outros de enxergarem seus atos perversos e pecaminosos. Pecamos por conta da condição humana a qual pertencemos, mas buscamos abrigo em Cristo a cada atitude impensada ou deliberada, norteando palavras e atitudes através do que está na Palavra, ainda que isso cause estranhamento e repulsa entre os que preferem viver conforme seus próprios deleites.

Nos tornamos cristãos por confiarmos na graça de Deus, mas já não conseguimos ser os mesmos por amor a Ele, sendo movidos e direcionados pelo poder do Espírito Santo.

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório