Apesar de testemunharem tudo o que Jesus vinha fazendo de bom, como expulsar demônios, curar enfermos e ressuscitar mortos, os fariseus pecam contra o Espírito Santo ao atribuírem tudo aquilo ao poder de Satanás. Eles consideram o próprio Jesus um possesso.

As palavras deles apenas expressam que aquilo que existe no coração do homem: inimizade contra Deus. Onde foi que isso começou? No jardim do Éden, quando o homem quis fazer a própria vontade. Onde continua essa inimizade? No meu coração e no seu, sempre que queremos fazer a nossa vontade e não a vontade de Deus. Depois de perdermos a aprovação de Deus lá no Éden, buscamos agora desesperadamente por aprovação de Deus e dos homens com base em nossas próprias obras, comportamento, religião etc.

Jesus chama os fariseus de raça de víboras. Assim como eles, somos todos frutos do mesmo engano de Satanás travestido de serpente. Nossa boca é a expressão do que trazemos no coração. Se você crê em Jesus, se traz a Palavra de Deus no coração, irá exaltá-lo, falar dele. Se não, irá falar de si, se gloriar, blasfemar, zombar de Jesus e negar a eficácia de sua obra na cruz para nos salvar.

O resultado de uma conversão real é manifestado primeiro nas suas palavras. Você pode dizer, em alto e bom som, que Jesus é seu Salvador e Senhor? Você crê em seu coração que ele recebeu o castigo por seus pecados e morreu em seu lugar? Sua boca é a prova disso; sua vida também.

Todos nós sabemos que palavras são poderosas. Elas corrompem, criam inimigos e geram destruição. O que pensar de palavras que são capazes de corromper sua alma, confirmar sua inimizade contra Deus e determinarem sua própria sentença de condenação? A Bíblia diz que toda língua confessará que Jesus é Senhor. O problema é que nem todos estarão no mesmo lugar quando reconhecerem isso.

Quando falar de Jesus, lembre-se de que está valendo aquilo que os policiais dizem nos filmes na hora da prisão: “Tudo o que você disser poderá ser usado contra você”. O que fazer então? Quer uma sugestão? Comece por estas: “Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador”(Lc 18:13). Foi a Palavra de Deus que revelou Jesus a você. São suas palavras que revelam se você realmente crê.

Para os fariseus não basta ter Jesus na frente deles. Eles querem ver algum sinal.

Por Mario Persona

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões pessoais, questões doutrinárias, ataques pessoais, citações nominais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.


Comentários:


  1. Ronildo Mariano disse:

    Realmente. Tentamos mostrar quem somos a Deus e às pessoas com palavras e não com atos. Não sabia o porquê, agora já sei!

  2. Wrllison disse:

    Seria bom se desse pra baixar os arquivo, pra pode fica estudando


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório