“Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição, como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram; testificando também Deus com eles, por sinais, e milagres, e várias maravilhas e dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade?” (Hebreus 2:1-4)

Para ser cristão é necessário renunciar muitos sonhos, desejos e práticas que vão contra a vontade de Deus e o que está em Sua Palavra. Geralmente não estamos dispostos a praticar tal princípio, pois estamos cegos por pecado e egoísmo. Queremos ser o centro das atenções a todo custo e até mesmo muitos líderes religiosos não fogem a esta regra.

Crescer espiritualmente e viver as promessas de Deus requer que nasçamos novamente, para que possamos agora priorizar o que Lhe agrada e o que convém ao evangelho, até que somente Cristo seja visto em nós, na medida em que nos inspiramos em suas atitudes e ensinamentos, lendo a Palavra e pedindo discernimento através da oração.

Nos aproximaremos do Pai fazendo da vontade dEle a nossa própria, até que não haja espaço para a carnalidade que nos é natural. Compreendemos que o Seu propósito para nossas vidas é perfeito e jamais poderia ser concebido pela mente humana, portanto é melhor depender dEle e buscar conhecer o que Ele quer, para que cumpramos os objetivos que Ele tem para nós, que muitas vezes podem se mostrar misteriosos.

As adversidades que enfrentamos podem nos fazer duvidar da razão pela qual estamos aqui, mas é preciso entender que todos nós temos um objetivo nos planos de Deus, os quais são perfeitamente traçados. A certeza da fé nos dá entendimento para descobrirmos o que fazer conforme as ordenanças do Espírito Santo e para que isto aconteça temos de estar completamente abertos e maleáveis ao Seu querer.

Muitos cristãos adoram dizer ‘’que Ele cresça e eu diminua’’, mas poucos realmente vivem o que tal frase propõe. Praticar com seriedade o que está na Palavra é o que provoca mudanças efetivas, não apenas proferir belas frases de efeito. Para que Ele cresça e eu diminua é necessário que eu abra mão do controle que eu penso ter e permitir que o Espírito Santo tome as rédeas de tudo o que eu pensar e fizer, de maneira que seja para a glória do nome dEle. Somente dEle.

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório