“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” I João 1:9

Precisamos concordar: Como é difícil perdoar, principalmente aquelas mágoas mais profundas que parecem ter criado raízes dentro de nós… E esta é justamente uma das atitudes mais enfatizadas e exigidas por Cristo no decorrer dos evangelhos. É realmente um ato de coragem e bravura quando decidimos abandonar o velho homem junto a suas características para nos inspirar em Deus, que nos propõe o maior exemplo sobre perdão que poderíamos ter.

Ele nos amou quando ainda estávamos em pecado (Romanos 5:8), porque através da Sua onisciência soube que é capaz de nos purificar dele. Mesmo perdidos nas trevas provocadas pelas transgressões, Deus proveu o Cordeiro, Seu próprio filho, imaculado e puro para que pudesse satisfazer a Sua justiça e nos oferecer perdão.

Ele, o Deus Todo-Poderoso, é capaz de nos perdoar a partir do momento em que nos arrependemos, não importando o que no passado ficou. E nós, seres fracos, falhos e pecadores encontramos extrema dificuldade quando nos deparamos com uma situação que requer perdão de nós. Não mais quando nos tornamos cristãos.

Pelo poder do Espírito Santo, nossos corações são purificados para que recebam o poder regenerador de Cristo. Já não somos de nós mesmos, e sim dEle, o que nos transforma milagrosamente, pois outrora não éramos capazes de perdoar, nossos corações combalidos pela dor nos faziam afogar em mágoas e ressentimentos, mas hoje somos capazes de fazê-lo, o que não é mérito nosso e sim do Senhor, pois entregamos tudo em Suas mãos, orando por nossos inimigos e confiando que Ele realizará o que Lhe aprouver, e não porque o indivíduo a ser perdoado merece ser, mas porque sabemos que devemos perdoar porque fomos perdoados por Deus e queremos estar perto dEle. Não dá para imaginar alguém lúgubre, ressentido e infeliz em plena comunhão com Deus, certo? Não é isso o que Ele quer para Seus filhos, pelo contrário, Ele quer nos dar paz incomparável (João 14:27).

A justiça divina sempre será saciada de qualquer forma, o controle de tudo a Deus pertence, por que nos afligir com o que nos pode fazer o homem (Salmos 118:6)? O foco em Cristo é o que nos traz paz, sossego e serenidade para que sigamos em frente proclamando as boas novas de coração e mente purificados através da santidade proporcionada a nós por Deus em Seu amado filho, Jesus Cristo.

Oremos para que sejamos cada vez mais semelhantes à natureza perfeita, benevolente e misericordiosa de Cristo. Oremos para que nossos corações calejados sejam curados irradiando glória ao nome do Senhor. Só Ele tem poder para nos modificar para que sejamos exatamente conforme a Sua vontade.

Como Deus é bom por simplesmente nos permitir experienciar a vida terrena junto a Ele e, logo após, a vida eterna! Como Deus é misericordioso em enxergar a nós como Seus filhos, semelhantes a Ele no sentir, no pensar e no trato!

Não importa o que esteja acontecendo em sua vida ou o que esteja lhe afligindo, olhe para Cristo agora mesmo através dos evangelhos e seja inspirado por Ele a continuar sendo sal e luz neste mundo, ainda que as aflições pareçam intransponíveis. Ore e leia a Palavra até a mente de Cristo substituir a sua própria. Glória a Deus por nos permitir ter o Seu Espírito Santo e viver para louvá-Lo através de atitudes que o exaltem.

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório