Enquanto certos ministérios do Espírito Santo envolvem um “sentimento”, tal como a convicção de pecado, conforto e receber Seu poder para fazer algo que Deus quer que façamos – as Escrituras não nos ensinam a basear nosso relacionamento com o Espírito Santo em como nos sentimos. Todo Cristão que é nascido de novo tem o Espírito Santo habitando dentro de si. Jesus nos disse que quando o Consolador viesse, Ele estaria conosco e em nós. “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós” (João 14:16-17). Em outras palavras, Jesus está mandando alguém como Ele mesmo para estar conosco e em nós.

Sabemos que o Espírito Santo está conosco porque a Palavra de Deus nos diz assim. Todo crente verdadeiramente nascido de novo é habitado pelo Espírito Santo, mas nem todo crente é “controlado” pelo Espírito santo; há uma diferença distinta entre os dois. Quando andamos na nossa carne, não estamos sob o controle do Espírito Santo, apesar de que ainda somos habitados por Ele. O Apóstolo Paulo comenta sobre essa verdade, e ele usa uma ilustração para nos ajudar a entender. “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito” (Efésios 5:18). Muitas pessoas leem esse versículo e o interpretam como se o Apóstolo Paulo estivesse falando contra o vinho. No entanto, o contexto dessa passagem é a caminhada e a luta do crente que está cheio do Espírito Santo. Portanto, nesse versículo, há algo que vai mais além do que uma simples advertência contra beber muito vinho.

Quando pessoas estão bêbadas com muito vinho, elas exibem certas características: elas cambaleiam, o seu falar é arrastado e seu discernimento é prejudicado. O Apóstolo Paulo faz uma comparação aqui. Da mesma forma que há certas características que nos permitem enxergar quando alguém esta sob o controle de muito vinho, também deve haver certas características que nos permitem ver quando alguém está sob o controle do Espírito Santo. Lemos em Gálatas 5:22-24 sobre o “fruto” do Espírito. Esse é o Seu fruto, e é exibido pelo crente que é nascido de novo e que anda sob o controle do Espírito.

O tempo verbal em Efésios 5:18 indica um processo contínuo de estar cheio do Espírito Santo. Já que é uma exortação para estarmos “cheios do Espírito”, isso indica que também é possível que não estejamos “cheios” ou controlados pelo Espírito. O resto do capítulo 5 de Efésios nós dá as características de um Cristão cheio do Espírito Santo: “falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo” (Efésios 5:19-21).

Portanto, o crente que é nascido de novo não deve ser controlado por nada mais do que o Espírito Santo. Não somos cheios do Espírito porque “sentimos” que somos, mas porque esse é um privilégio e garantia que temos em Cristo. Ser cheio ou controlado pelo Espírito é o resultado de andar em obediência ao SENHOR. Esse é um presente da graça de Deus e não um sentimento emocional. Emoções podem e vão nos enganar – ao ponto que podemos entrar em um estado emocional de muito furor e ser puramente uma obra da carne e não do Espírito Santo. “Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito” (Gálatas 5:16,25).

Tendo dito isso, não podemos ignorar o fato de que em certos momentos podemos estar bem maravilhados pela presença e poder do Espírito, e isso é frequentemente uma experiência emocional. Quando isso acontece, é uma alegria incomum! O Rei Davi “dançava” de alegria (2 Samuel 6:14) quando trouxeram a Arca da Aliança para Jerusalém. Experimentar do gozo do Espírito é compreender que, como filhos de Deus, estamos sendo abençoados por Sua graça. Então, certamente, os ministérios do Espírito Santo podem envolver nossos sentimentos e emoções. Ao mesmo tempo, enquanto que o trabalho do Espírito Santo nas nossas vidas pode incluir um “sentimento”, não devemos basear nossa segurança de possessão do Espírito Santo em como nos sentimos.

Fonte: http://www.gotquestions.org/Portugues/sentir-Espirito-Santo.html

Tenham uma ótima semana, pessoal.

A paz de Cristo!

Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. edsonlondrina disse:

    Posso afirmar por mim, falei para muitas poucas pessoas sobre o me aconteceu a 13 anos atras.Andava totalmente em pecado, madrugadas e baladas.Tinha um cliente em outra cidade que toda semana me convidava para participar de uma reuniao de louvor na sua igreja, um dia nao mais resistindo as tantas insistencias fui.Ao um certo momento, vendo tanta gente dar testemunho de vida, fiz uma leve oraçao ,Jesus me sinto um sujo perto destas pessoas,sou um pecador, mas queria ser alguem melhor.Nem consegui terminar ,senti algo que me tomou interamente, explodi em alegria parece que eu estava sendo lavado, minha boca começou orar em lingua estranha ,eu sei que era de Deus, o inimigo nao poderia estar naquela lugar ali so reinava o amor. voltei ao hotel e me ajoelhei para orar coisa que nunca tinha feito na minha vida, e continuei a noite inteira a mesma alegria indescretivel. Pequei a biblia e comecei a estuda-la apartir daquele mesmo dia, no dia seguinte nao consegui fazer nada mais o que fazia antigamente, contei para alguns amigos de baladas e me acharam completamente louco Tudo foi mudando, este amigos me abandonaram e foram surgindo outros sempre ligados ao nome de Jesus. Hoje eu sei que tinha mao do senhor, este que estou a porta e bato, se abrir entraria e cearei contigo. Nao sei existe batismo no espirito Santo, encontro pessoal,nem me importa a opiniao dos outros so sei que eu realmente passei e tenho certeza de uma coisa, o senhor Jesus
    teve misericordia de mim e me resgatou, hoje eu e minha casa servimos ao senhor.

  2. Aurineide disse:

    Lindas palavras irmão.

  3. Marcio disse:

    Gloria a Deus.. irmão.. Eu a pouco dias atraz eu Sinter o amor de Deus que tem por mim… hein um encontro com Deus que eu fui… eu fui a esse encontro por que eu tava desesperado eu mexia com drogas bebia… um dia fumei maconha.. ai comçei a ter alucinaçoes de que eu ia morrer via vutos.. tava num desespero… eu ja fui muitos encontro com Deus mais so que eu nao nunca levava a serio… eu pra ficar bagunçando cons amigos… so que depois que eu passei isso, eu quiz ir para o encontro com Deus.. e levar a serio mesmo me entregar.. eu chegey lar todo pra baixo caido… tinha medo ate de dormi la mesmo com os outros encontrisca no quarto… ai teve a hora que o pastor disse que nois ia ter uma Experiençia com amor de Deus.. ele disse para nois chama-lo Ai começei a pedir… eu tava xorando assim pedindo venha, venha, meu Senhor… quando foi começei a sentir uns vento assim me rodeiando.. quando-é-fe entro duma vez hein mim ai começei a xorar loucamente.. mais tipo nao foi aquele choro triste.. foi aquele choro.. assim mais boom parece que estava feliz xorando… foi dae entao que eu começei a mudar mais… a ficar mais na presença de Deus.. hoje vou mais para igreja… nao bebo nem fumo mais.. E eu ja querome batizar Em nome do meu Senhor Jesus Cristo

  4. Leninha disse:

    Minha vida está só tristeza mas creio qui um dia irei ser feliz …quero muito sentir a presença do espírito santo e tbm ser transformada..pois sou uma pecadora mi sinto imunda


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório