Pessoal, perguntem lá no Formspring sempre que quiserem e, se preferirem, podem perguntar anonimamente.


Se depilar é pecado ?

Se depilar não, vaidade é.


Germano, Por Favor, porque é citado na Bíblia, e por muitas pessoas, que Cristo é filho de Davi? Como pode isso, se Davi veio depois de Jesus? É meio confuso ushau Obrigado mais uma vez A Paz =D

Davi veio muito antes de Jesus. E Jesus é descendente de Davi. Leia Mateus 1:1-16


Defina consagrar, para que se consagra ?e como posso ter a certeza do meu chamado ministerial e diario, grato desde ja.

Consagrar no sentido bíblico significa dedicar. Se consagra algo ou alguém a Deus no sentido de colocarmos nossa vida, por exemplo, ou alguma coisa totalmente a serviço de Deus. (Êxodo 28:41) – “E vestirás com eles a Arão, teu irmão, e também seus filhos; e os ungirás e consagrarás, e os santificarás, para que me administrem o sacerdócio.” Quanto a ter certeza de chamado ministerial, isso depende de oração e relacionamento com Deus para a obtenção da resposta.


Quantos anos a Bíblia demorou para ser construída ?

A Bíblia é composta de dois testamentos, 66 diferentes livros, 1.189 capítulos, 31.173 versículos, 773.692 palavras. Os diferentes livros da Bíblia abrangem temas diferentes e foram dirigidos a diferentes públicos. Os livros da Bíblia foram escritos por cerca de 40 homens diferentes durante um período de cerca de 1500 anos.


Na sua respoosta quis dizer que não existe purgatorio?

Sim, quis dizer que o purgatório é uma doutrina inventada pela Igreja Católica por volta do ano 600. Veja:http://www.espada.eti.br/rc111.asp e se você digitar no Google “doutrina do purgatório” encontrará farto material.


“Uma pessoa evangélica prega e vive o evangelho. Se namorar uma católica ela deixa de ser evangélica.” Explique.

Se a pessoa é evangélica ela segue o evangelho. Se ela segue o evangelho ela faz o que diz o evangelho, que é (II Corintios 6:14) – “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” Ou seja, evita de todas as formas ter ligações com pessoas que não sejam evangélicas.

Se a pessoa que é evangélica começa a namorar uma que não é evangélica ela deixa de ser evangélica porque deixa de seguir o evangelho prá seguir uma pessoa que não é evangélica. Espero ter ajudado. Paz!


A Paz de Cristo!

Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. Paulynho Lima disse:

    – Bem , no fato de namorar uma pessoa não evangélica…acredito eu que uma pessoa não deixa de ser evangélica por causa disso!

    muitas vezes ocorre até de Deus salvar o namorado (a) de uma pessoa através da mesma. Quando Deus tem plano ele faz assim, muitas vezes já aconteceu na Igreja.

  2. Luiz Fernando disse:

    Paulynho Lima,
    Creio que a questão é a seguinte, o fato de namorar uma pessoa não-evangélica não é fato 100% garantido que a pessoa deixe de ser evangélica.
    Entretanto, não deveríamos ter um relacionamento desse tipo. Como está escrito no versículo citado na postagem.
    Porque muito mais pessoas são levadas para fora da igreja, devido esse relacionamento, do que convertidas. Pois a maioria dos casos ocorrem na juventude, época de grande dúvidas sobre si mesmo e sobre nossas crenças, e pessoas com esse perfil são muito mais suscetíveis a deixar o evangelho quando envolvidas por pessoas fora do evangelho.
    O fato é que temos que vigiar, principalmente nos relacionamentos. Se Deus abençoar esse relacionamento e ambos se converterem ótimo, mas se relacionar com uma pessoa esperando que essa se converta isso pode ser uma grande armadilha.
    A Paz do Senhor!

  3. Tassio disse:

    para mim, que sou Catolico, gosto muito do seu blog. Porem, antes de sermos Protestantes ou Catolicos, somos todos Cristãos. Todos acreditamos e seguimos Jesus Cristo. Me senti um pouco ofendido pelo que você falou acima. Peguem a musica Muros do Oficina G3 pra refletirmos sobre nossa Unidade como Cristãos, que por ser frutos de diversas vaidades acabamos nao respeitando o poder de escolha do proximo. E outra coisa, frequentei diversas Igrejas e sempre orei para Deus fazer com que sentisse no coração qual Igreja frequentar. E senti na Catolica, mas nem por isso fico falando das outras Igrejas, devido nao ser isso que Jesus nos ensinou.

  4. germano disse:

    Tassio, vou ser direto: se você fosse cristão, não seria protestante e muito menos católico.
    Se você fosse cristão, não diria que acredita e segue Jesus Cristo, você faria o que Ele disse para fazer e pregaria o Evangelho da Graça de Deus: (Marcos 16:15) – “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.”
    Se você fosse cristão, não se sentiria ofendido, afinal de contas, todas as pessoas tem direito de expressar a sua opinião, independentemente dos outros aceitarem ou não, como você mesmo disse: “que por ser frutos de diversas vaidades acabamos nao respeitando o poder de escolha do proximo.”.
    Se você fosse cristão, jamais usaria uma música secular para justificar sua crença, você usaria a Palavra de Deus, o Evangelho da Graça de Deus. Cristãos não tem comunhão com as coisas do mundo: (João 17:14) – “Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.”
    Me dei ao trabalho de ouvir toda a música e recomendo que você a analise à luz da Palavra de Deus. “Se a verdade é o que pregamos Porque erramos não sendo um?” Jesus Cristo disse em João 14:6 – “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” E ainda em João 17:21) – “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; QUE TAMBÉM ELES SEJAM UM EM NÓS, para que o mundo creia que tu me enviaste.”
    Ou seja, SERMOS UM EM CRISTO JESUS, que morreu por todos aqueles que verdadeiramente O aceitam como Senhor e Salvador, entregando totalmente a sua vida nas Suas mãos. Jesus Cristo nunca tentou unir fariseus, saduceus, essênios, zelotes e outras denominações que haviam à época. Ele simplesmente pregou o Evangelho e foi isso que Ele nos disse para fazer.
    Se você fosse cristão, jamais confiaria qualquer decisão ao seu coração: (Jeremias 17:9) – “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”
    Se você fosse cristão, saberia que só existem duas igrejas: a Igreja verdadeira, a Noiva de Cristo, a reunião dos crentes em Jesus Cristo e na Sua Palavra e que a praticam e a outra, composta por todos os participantes de todas as denominações religiosas inventadas por homens, que tem por fim levar o maior número possível de pessoas ao inferno.
    Desculpe por eu ser tão direto, mas eu não tenho mais nem paciência vendo tanta enganação, mentira, falsidade, e pessoas sendo enganadas por todo tipo de doutrina contrária à simplicidade e pureza do Evangelho da Graça de Deus. (Gálatas 1:9) – “Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.”
    Jesus Cristo não estava usando uma figura de linguagem quando disse em Mateus 7:14 – “E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e POUCOS HÁ QUE A ENCONTREM.”
    Você orou para saber qual igreja frequentar? Eu frequentei mais de vinte diferentes seitas e denominações. (Veja aqui: http://leiaabiblia.blog.br/meu-versiculo-preferido/) Sei do que estou falando e é por isso que lhe digo: Leia a Bíblia, estude a Palavra de Deus, esqueça as denominações e igrejas inventadas por homens. Cada um dará conta de si a Deus e com você não será diferente. E você será julgado, como todos nós, pelo que está na Palavra de Deus, pelo que está nas Escrituras, e não pela letra da música de uma banda do mundo.
    A Paz de Cristo!

  5. Carlos Ribeiro Jr. disse:

    Entendi o que você disse com evangélico. Aquele que segue o evangelho. E julgo desigual não é agradável aos olhos de Deus.
    Mas também acho que você, irmão, esta chutando tudo sem necessidade. Não digo isso por conta da resposta do formsprings, mas do comentário acima. Primeiro, estamos todos aqui hoje sendo edificados pela Palavra de Deus porque a Igreja Católica (a universal, não a católica romana) teve um papel importante na história, assim também a reforma protestante foi o começo para o “ressurgimento” das sãs doutrinas. Entendo que muitas igrejas (não Igreja) não tem, de longe, parte alguma com Deus, e líderes por todo o mundo não vão escapar do Dia e prestar contas das almas enganadas por eles. Pegar um saco de lixo e jogar tudo dentro como se fossem iguais não está certo também. Lamento pelas suas más experiências com tantas igrejas. Lamento por, talvez, não ter encontrado uma Igreja fiel para congregar. Mas quero te lembrar que a Igreja ainda é formada por pessoas e, a não ser Jesus, nenhuma é perfeita completamente. Existe a má intenção e o engano de falsas igreja, e o erro sincero de pessoas e líderes dentro da Igreja. Não se engane achando que a acertada visão de nós sermos a Igreja, não o “local santo”, elimina ou torna errado o edifício ou um local físico para se reunir. Na formação da Igreja os crentes estavam, tanto nas casas, quanto nos Templos; tanto em pequenos grupos, quanto reunidos todos juntos (Atos 2:46).
    Meu querido, há sim uma Igreja local que você possa frequentar que seja fiel ao evangelho. Por conta de assuntos secundários da fé, tantas denominações surgiram, mas com todos nós podemos ter comunhão desde que a fé, a esperança, o batismo, o corpo, o Espírito e o Senhor e Pai sejam um só (Ef. 4:4-5). Nunca haveremos de concordar em tudo (não só no que diz respeito à fé), mas esse não é o caminho irmão. O melhor é ouvir, examinar tudo e reter o que for bom (1 Ts 5:21).
    Fique na Paz! Deus te abençoe

  6. Carlos Ribeiro Jr. disse:

    Duas coisas: 1) Oficina G3 não é um grupo secular. O trecho pego tenta levar a pensar o seguinte: se dizemos que estamos em Cristo, porque não estamos em união com outros irmãos. 2) “Não ficarei mais no mundo, mas eles ainda estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, protege-os em teu nome, o nome que me deste, para que sejam um, assim como somos um.” (João 17:11) A unidade da fé é tanto com Deus quanto entre nós, discípulos de Jesus. No próprio texto escolhido pro você (João 17:21) a parte “a” fala sobre nós estarmos unidos, e como consequência dessa união, tanto entre nós como com Deus, o mundo creria na mensagem do evangelho.


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório