O que é tabernáculo?

O tabernáculo (ou tenda da congregação) foi uma espécie de tenda ou barraca móvel, totalmente desmontável. A planta dessa espécie de barraca foi dada por Deus a Moisés, que comandou a sua construção conforme Êxodo 25:9 – “Conforme a tudo o que eu te mostrar para modelo do tabernáculo, e para modelo de todos os seus pertences, assim mesmo o fareis.”

O tabernáculo serviu para centralizar o local de culto a Deus no deserto logo após a fuga dos Hebreus do Egito. Era nele que eram realizados os atos de adoração a Deus e as oferendas dos vários tipos de sacrifícios (pelo pecado, por gratidão, de purificação, etc.). Os sacerdotes oficiais, escolhidos por Deus, serviam nele. Dessa forma, o culto do jeito ordenado por Deus era realizado.

O tabernáculo foi usado por muito tempo pelos israelitas e só foi substituído no tempo do rei Salomão, que construiu em Jerusalém um luxuoso templo, que também servia aos mesmos objetivos do tabernáculo.

.

As pessoas escolhem ser gays?

A Bíblia não diz nada a esse respeito.

.

Germano, como resistir uma tentação?

I Corintios 10:13 – “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.”

Agindo com sabedoria. Fugindo das situações que colocam você em tentação. Focando firmemente na Palavra de Deus, oração, comunhão e testemunho. Lendo MUITO e estudando a Bíblia, orando MUITO e estabelecendo um relacionamento com Deus. Enfim, renovando a mente. Dá uma olhada neste post que vai ajudar: O que é renovar a mente?

.

Germano, quanto a essa questão de pastores envolvidos em políticas e tomando decisões controversas, o que nós, Cristãos podemos fazer? Como o Cristão deve se portar em relação a política?

Simplesmente cumprindo com as suas obrigações como cidadão. Cristãos não se envolvem com as coisas do mundo. Política é coisa do mundo. Jesus disse em Mateus 22:15-22 – “Então, retirando-se os fariseus, CONSULTARAM ENTRE SI COMO O SURPREENDERIAM NALGUMA PALAVRA; e enviaram-lhe os seus discípulos, com os herodianos, dizendo: Mestre, bem sabemos que és verdadeiro, e ENSINAS O CAMINHO DE DEUS SEGUNDO A VERDADE, E DE NINGUÉM SE TE DÁ, PORQUE NÃO OLHAS A APARÊNCIA DOS HOMENS. Dize-nos, pois, que te parece? É LÍCITO PAGAR O TRIBUTO A CÉSAR, OU NÃO? Jesus, porém, conhecendo a sua MALÍCIA, disse: Por que me experimentais, hipócritas? Mostrai-me a moeda do tributo. E eles lhe apresentaram um dinheiro. E ele diz-lhes: De quem é esta efígie e esta inscrição? Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR, E A DEUS O QUE É DE DEUS. E eles, ouvindo isto, maravilharam-se, e, deixando-o, se retiraram.” (Leia também Romanos 13:1-10)

Ou seja, os fariseus queriam armar uma armadilha para Jesus. Os romanos haviam dominado os territórios da Judéia e da Galiléia e cobravam tributos (impostos) dos judeus . Os fariseus, preocupados com a situação política mais do que com o Reino de Deus, queriam que Jesus dissesse que não, que o domínio romano era um absurdo, que não deveriam pagar os impostos, enfim… queriam que Jesus se envolvesse na luta política na qual eles (os fariseus) haviam se metido.

É quando Jesus pede a moeda e, olhando a efígie (o rosto de César cunhado na moeda) diz: “Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.” Indicando que quem está ocupado com as coisas do Reino de Deus não se envolve com as coisas da política, dos governantes e das autoridades. Simplesmente cumpre com as suas obrigações de cidadão e fim. Paulo confirma isso em Romanos 13:1-10 dizendo que “não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que existem foram ordenadas por Deus.” E ainda: “Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.” Um cristão que se envolve com política, cai na armadilha que Jesus não caiu.

.

Germano, mas com relação a pergunta da política, nós como cristãos não devemos nos manter informados sobre políticas que nos prejudicam não só financeira, mas que impedem nosso direito a água limpa e hospitais por exemplo?

Sim, manter-nos informados, ter cuidado, cumprirmos com nossas obrigações e ficarmos atentos se algo pode nos prejudicar. Com relação aos nossos direitos, melhor orar e confiar em Deus. Ele cuida disso muito melhor do que os políticos. Salmos 118:8 – “É melhor confiar no SENHOR do que confiar no homem.”

.

Germano, uma pergunta sobre o blog. Não que faça diferença, mas quando o post não tem nome, é porque foi o senhor que escreveu? Só curiosidade. Deus te abençoe.

Todos os posts tem ou o nome do autor ou a fonte citada no fim do texto. Quando eu escrevo, eu assino o post e não tem o link da fonte. Dá uma olhada lá.

.

Me explica Marcos 2:21-22? E pq “ai das grávidas!” quando fala sobre a volta de Cristo?

Muitas pessoas erradamente pensam que Mateus 24 e Marcos 13 se referem ao final dos tempos. Esse “ai da grávidas” não se refere à volta de Cristo, se refere à invasão de Jerusalém pelo exército romano comandado pelo General Vespasiano no ano 70. Veja em Mateus 24 que os discípulos perguntam a Jesus:

1) Quando serão essas coisas?

2) E que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?

A resposta para a primeira pergunta está em Mateus 24 do versículo 4 ao 35 e a resposta para a segunda pergunta, do versículo 36 ao 51.

Leia Marcos 13 e identifique até qual versículo Jesus fala da invasão de Jerusalém e a partir de qual Ele fala do final dos tempos.

E o “ai das grávidas” é porque o cerco a Jerusalém foi uma das maiores carnificinas da humanidade. Do Templo original, só restou o que nós conhecemos hoje como o muro das lamentações. Pesquise no Google sobre “destruição Jerusalém ano 70”

.

Tenham um dia abençoado.

Germano Luiz Ourique

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório