Germano, estou com uma dúvida quanto ao estupro, o que a Bíblia fala sobre isso? Pelo que li em Deuteronômio, no capítulo 22 há explicação de caso a caso, mas somente se a mulher fosse pega sozinha no campo é que o agressor arcaria com as consequencias, interpretei corretamente?

A interpretação é correta. Ocorre que essa lei era somente para os judeus e só teve aplicação prática até a morte de Jesus, quando passou a valer o Novo Testamento. Leia: “Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo ABOLIDO;” – II Corintios 3:14

Nos dias de hoje a regra de prática é o que está no Novo Testamento.

.

Germano gostaria de ter uma fé indestrutível, como a de Jesus. Como eu consigo esse feito? Seguindo os mandamentos?

Fé é dom. Basta pedir. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” – Efésios 2:8

.

Germano, por exemplo se 5 cristãos se reunirem para orar e um desses cristãos tivesse uma menina, ela teria que usar um véu? Como assim? E onde compra um véu?

Sim. Onde compra eu não sei.

.

Germano, você é de qual denominação? Batista?

Eu não faço parte de nenhuma denominação. Já fiz, mas saí do o sistema denominacional.

.

Nao consigo entender Hebreus 7 o capitulo todo, onde fala de Melquisedeque, ja pedi ajuda ao espirito Santo, mas devido a minha dislexia fica dificil comprender, pode me ajudar?

O autor de Hebreus identificou Jesus como sumo sacerdote de acordo com a ordem de Melquisedeque, tanto no capítulo 5 como no 6. Mas quem é Melquisedeque? Por que Jesus é um sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque, em vez da ordem levítica?

No capítulo 7, o autor responde a ambas as questões. Melquisedeque aparece na história bíblica durante apenas um curto período (veja Gênesis 14:18-20). Porque a Bíblia não registra seu nascimento, morte nem mesmo sua genealogia, Melquisedeque parece ser de natureza eterna, como o Filho de Deus. Ele é identificado como sendo tanto o rei de Salém como sacerdote do Deus Altíssimo.

O autor deseja demonstrar a superioridade do sacerdócio de Jesus sobre o de Arão e, assim, ele afirma a superioridade de Melquisedeque sobre Levi. Ele o faz, em parte, observando que Melquisedeque abençoou Abraão (o menor é abençoado pelo maior) e que Abraão, que tinha as promessas, pagou dízimo a Melquisedeque. Num sentido figurado, Levi, descendente de Abraão, também pagou dízimo a Melquisedeque, através de Abraão.

Mas por que uma outra ordem de sacerdócio, segundo Melquisedeque era necessária? A resposta é que o sacerdócio levítico não era adequado (7:11,27). Nem a Jesus era permitido ser sacerdote segundo a ordem de Levi. Os sacerdotes vinham da tribo de Levi, mas Jesus era da tribo de Judá (7:13-14). A lei de Moisés nada dizia sobre homens de Judá se tornarem sacerdotes e, assim, isso era proibido. O homem não deve ir além do que Deus autorizou.

Para que Jesus fosse um sacerdote, o sacerdócio tinha que ser mudado. Desde que o sacerdócio e a lei de Moisés estavam intimamente ligados, se o sacerdócio for mudado, então a lei também precisa ser mudada (7:12,18-19). Aqueles que querem viver sob a lei de Moisés, hoje em dia, desligam-se do sacerdócio de Jesus porque ele não pode ser sacerdote sob essa lei! O sacerdócio de Jesus é, então, uma garantia de que uma lei (ou aliança) melhor foi estabelecida (7:20-22).

Por que alguém haveria de querer voltar à Velha Lei e ao sacerdócio levítico? Jesus é um Sumo Sacerdote superior. Ele foi feito sacerdote pelo poder de uma vida infindável, e não através de um mandamento carnal (a Lei de Moisés). Diferente dos sacerdotes levíticos, que eram incapazes de continuar a servir por causa da morte, Jesus vive sempre para fazer intercessão por nós. Jesus foi feito sacerdote através do imutável juramento de Deus.

Os sacerdotes levíticos eram fracos porque pecavam assim como os homens pelos quais eles faziam intercessão. Jesus, contudo, é Deus e é separado dos pecadores. Ele não tem que fazer oferenda por si mesmo, como os sacerdotes levíticos tinham que fazer. De muitas maneiras, Jesus é verdadeiramente o sumo sacerdote superior!

.

Você fala que demônios não podem se manifestar na Igreja. Mas e se tiver algum visitante, que não era da igreja, e Deus o enviar para lá para ser liberto? Algumas coisas que tu posta são interessantes, mas pare de julgar a Bíblia de acordo com a doutrina da tua igreja.

Nós estamos falando de duas coisas diferentes. A Igreja Verdadeira não tem “visitantes” porque a Igreja não é um lugar, a Igreja são as pessoas salvas pela graça de Deus através da fé em Jesus Cristo como único e suficiente Senhor e Salvador que se reúnem somente em nome (ou ao nome) de Cristo. O Senhor não envia ninguém a nenhum lugar par ser liberto, Ele mesmo salva e acrescenta essa pessoa à Igreja, é assim desde o início da Igreja em Atos 2 no Pentecostes (At 2:47). Como a Igreja é composta unicamente de pessoas salvas e nos salvos o maligno não toca (1 Jo 5:18), não existe a menor possibilidade de haver qualquer manifestação desse tipo quando a Igreja está congregando.

Isso que você chama de igreja são denominações criadas pelos homens. Se você quiser saber o que é a Igreja Verdadeira, por favor leia o post: Você realmente sabe o que é a Igreja?

.

Tenham um dia abençoado.

Germano Luiz Ourique

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. Dayane disse:

    Convertido e o mesmo que ser batizado?

  2. germano disse:

    Dayane,
    .
    Conversão é uma coisa e batismo é outra completamente diferente. Conversão é deixar de ir na direção do mudo, fazer uma conversão (como um automóvel que vai em uma determinada direção e faz uma conversão para retornar) e passar a ir em direção a Jesus Cristo.
    Batismo é um gesto pessoal de profissão de fé, ou seja, é algo que uma pessoa faz no intuito de declarar, através daquele gesto (o batismo), a sua fé em Jesus Cristo como Senhor e Salvador.
    Quem converte uma pessoa é o próprio Senhor Jesus e o batismo é uma decisão da própria pessoa.
    Dê uma olhada nos posts:
    http://leiaabiblia.blog.br/conversao/
    http://leiaabiblia.blog.br/o-que-significa-o-batismo/
    http://leiaabiblia.blog.br/tenho-que-ser-batizado-com-o-espirito-santo-para-ser-salvo/
    http://leiaabiblia.blog.br/quem-pode-batizar-uma-pessoa/
    http://leiaabiblia.blog.br/batismo-em-nome-de-quem/
    http://leiaabiblia.blog.br/para-que-serviu-o-batismo-de-joao/
    http://leiaabiblia.blog.br/existe-alguma-condicao-para-se-batizar/
    http://leiaabiblia.blog.br/o-batismo-e-necessario-para-salvacao/
    http://leiaabiblia.blog.br/qual-a-importancia-do-batismo-cristao/
    http://leiaabiblia.blog.br/conversao/


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório