A lei do Velho Testamento ordenou aos israelitas:

Levítico 19:28 “Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o SENHOR”.

Portanto, apesar de não estarem os crentes sob a lei do Velho Testamento nos dias de hoje (Romanos 10:4; Gálatas 3:23-25; Efésios 2:15), o fato de ter havido um uma ordem contra tatuagens deveria nos fazer pensar sobre a questão. O Novo Testamento não faz menção sobre os crentes fazerem ou não tatuagem.

Em relação às tatuagens e piercings, um bom teste é determinar se podemos ou não, com honestidade e sã consciência, pedir a Deus que abençoe e use esta atividade particular para Seus bons propósitos.

1 Corintios 10:31 “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus”.

A Bíblia não se coloca condenando tatuagens ou piercings, mas também não nos dá razão alguma para crermos que Deus nos deixaria fazê-los. Outra questão a considerar é o recato. A Bíblia nos instrui ao recato no vestir (I Timóteo 2:9). Um aspecto do vestir recatadamente é nos certificarmos de que cada parte que precisa ser coberta com roupas está adequadamente vestida. Entretanto, o significado essencial do recato é não chamar atenção para si mesmo. As pessoas que se vestem com recato o fazem de maneira tal que jamais chamam atenção para si mesmas. Tatuagens e piercings, com certeza, são chamativos. Neste sentido, as tatuagens e piercings não são recatados.

Um princípio importante das escrituras a respeito de casos sobre os quais a Bíblia não lida especificamente é que, se há dúvidas se isto agrada ou não a Deus, então é melhor não fazê-lo.

Romanos 14:23 “Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado”.

Precisamos ter em mente que nossos corpos, assim como nossas almas, foram redimidos e pertencem a Deus. Apesar de não se aplicar diretamente a tatuagens e piercings, temos um princípio em

1 Corintios 6:19,20 “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus”.

Esta grande verdade deve sempre pesar no que fazemos e até onde podemos ir em relação a nossos corpos. Se nossos corpos pertencem a Deus, deveremos sempre nos certificar de que temos Sua clara “permissão” antes de neles deixarmos “marcas” com tatuagens e piercings.

Fonte: http://www.gotquestions.org/portugues/tatuagens-piercings.html

Deus os abençoe. Paz!

Germano Luiz Ourique


Façam perguntas através do Formspring sempre que quiserem e, se preferirem, podem perguntar anonimamente.


Parabéns pelo trabalho e dedicação de pregar a Palavra por tais meios.. Mas temo que em suas respostas haja muito de sentimento seu ao invés de fundamentos Bíblicos corretos como ja observei. Reflita: 2 Co 4:1-5

Sentimento meu sim. Ao invés, não. O meu sentimento não muda a Palavra de Deus. Conforme 1 Tessalonicenses 5:21 – Examinai tudo. Retende o bem.


“E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.” (Apocalipse 19,16) Seria uma tatuagem em Jesus ? ….. depende da tatuagem , ou qualquer uma é errado ?

(Levítico 19:28) – Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; NEM FAREIS MARCA ALGUMA alguma sobre vós. Eu sou o SENHOR.


Por que os Cristãos tem permissão para namorar?

Para conhecer melhor a pessoa com quem querem casar. E desistir a tempo, se for o caso.


Bom dia! mas então, se piercing, tatuagem, etc, é errado, então brinco, até para mulheres, também é errado? Que o SENHOR te abençoe por esse ótimo trabalho!

Brinco para as mulheres não, embora Deus condene a vaidade das mulheres em Isaías 3:16-26.


Voce ja ouviu falar na nova ordem mundial ? Ja assitiu o DVD que fala sobre os Iluminati ?? Veja e Comente

Já. NOM, pedras guias da Georgia, Illuminati, Bilderberg, Bohemian Grove, chemtrails, haarp, echelon, FEMA, uma infinidade de coisas. É por isso que uso a internet para tentar divulgar o Evangelho do Reino. Atualmente, Jesus Cristo é do que o mundo mais precisa.


Explica ai : apartir de Mateus cap. 10 v. 34

No Cap. 10 de Mateus, Jesus comissiona seus discípulos (v.2-4) dando-lhes autoridade para expelir espíritos imundos e curar toda a sorte de doenças, e os envia não sem antes fazer uma série de advertências. Do v.34 ao 42 Ele fala claramente aos discípulos sobre o compromisso e a importância de verdadeiramente amar a Deus sobre TODAS as coisas, inclusive familiares. Como está em Mateus 10:37 – Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.


Algumas pessoas tem comentado e perguntado aqui e no Formspring a respeito do natal. Se é uma festa Cristã, se devemos comemorar, etc. Como estamos perto da data, vamos ao assunto. O natal é uma festa de origem pagã. Não existe nenhuma referência à data do nascimento de Jesus na Bíblia. Estudos indicam que o mais provável é que tenha ocorrido no início do outono, em setembro. E nas duas vezes em que a Bíblia cita a comemoração de aniversários, o faz mencionando o Aniversário do Faraó (Gn 40:20) e de Herodes (Mt 14:6), dois pagãos.

Quanto às demais simbologias, cada uma delas tem sua origem em eventos e costumes pagãos. O costume de colocar presentes em uma árvore, por exemplo, tem origem em Nimrode, neto de Cam, filho de Noé. A verdadeira origem do natal está na antiga Babilônia.

Mas, e nós? Sabendo que é uma festa de origem pagã, devemos comemorar o natal? Nós devemos nos desapegar das práticas e símbolos pagãos. Ao invés de presentes e “Feliz Natal”, deseje para as pessoas: “Que o amor e a paz do Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com você”. Também devemos resistir ao consumismo que toma conta nesta época e orientarmos corretamente aos nossos filhos, conforme

Romanos 12:2 – E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Não vamos ser condenados a arder eternamente no fogo do inferno porque montamos um presépio ou uma árvore de natal na sala da nossa casa. Nem porque com muita boa vontade compramos presentes para as pessoas que amamos. Mas devemos ser prudentes (Mateus 10:16), alguém lucra muito com tudo isso e não somos nós. Lembremo-nos que Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados e nos deixou duas ordens: o batismo e a ceia. Vamos aproveitar esta época para falarmos de Jesus para as pessoas

1 João 5:20 – E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

Aqui, o link para um artigo que explica detalhadamente a origem de cada um dos símbolos do natal: http://bit.ly/5dlBHP

Deus os abençoe. Paz!

Germano Luiz Ourique


Já li a Bíblia algumas vezes do início ao fim. E, a cada vez que a leio novamente, penso que a próxima leitura será mais difícil. É que a cada leitura encontro mais e mais coisas que eu não havia notado, relações que eu não havia percebido e passo a entender trechos inteiros que eu nem havia percebido que estavam lá. E cada vez a leio mais devagar.

Além da leitura sequencial, gosto dos estudos bíblicos que nos permitem entender a relação existente entre Antigo Testamento e Novo Testamento, por exemplo. As profecias cumpridas em Jesus Cristo, a missão dos profetas, o amor de Deus pela sua criação, o quanto Deus está no comando de todos os acontecimentos, etc.

Mas um versículo em especial me chamou a atenção em uma dessas leituras. Foi na penúltima ou na última vez que li a Bíblia por inteiro. Ao chegar no evangelho de Mateus me deparei com

Mateus 27:52-53 – E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados; e, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dEle, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.

Confesso que fiquei surpreso. Depois de muitas leituras e estudos, eu nunca havia percebido que, além de Jesus Cristo, outras pessoas também haviam ressuscitado. Fiquei imaginando os familiares destas pessoas em Jerusalém, a cidade santa, assustados ao verem entrando pela porta aquele ser querido que havia falecido a um tempo atrás. E o tamanho da repercussão que houve. Isso também explicaria o fato de tanta gente passar a acreditar que “aquele Jesus” realmente era o Filho de Deus.

Isso é o que fascina na Palavra de Deus. A cada dia, a cada nova leitura, podemos descobrir coisas novas. Se você ainda não leu a Bíblia por inteiro, inicie hoje. Use o Programa de Leitura Diária, inicie pelo Gênesis ou pelo evangelho de João. Mas não perca mais tempo sem ter esse contato diário com a Palavra de Deus.

Deus os abençoe. Paz!

Germano Luiz Ourique