Jesus nos advertiu que “falsos Cristos e falsos profetas” virão e tentarão enganar até mesmo os eleitos de Deus:

Mateus 24:24 – “Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.”

Veja também 2 Pedro 3:3 e Judas 17-18. Para melhor se prevenir contra a falsidade e contra falsos mestres – conheça a verdade. Para detectar uma imitação, estude a coisa verdadeira. Qualquer crente que “maneja bem a palavra da verdade” (2 Timóteo 2:15) e que faz um estudo cuidadoso da Bíblia pode indentificar falsa doutrina. Por exemplo, um crente que leu as atividades do Pai, Filho e Espírito Santo em Mateus 3:16-17 irá imediatamente questionar qualquer doutrina que negue a Trindade. Portanto, o “primeiro passo” é estudar a Bíblia e julgar todo ensino de acordo com o que diz a Escritura. Continue lendo »


Pessoal, perguntem lá no Formspring sempre que quiserem e, se preferirem, podem perguntar anonimamente.


(Hebreus 12:5b) – E não desmaies quando por ele fores repreendido; explica-me nao entendi :S obrigado

Esse versículo de Hebreus na verdade faz menção a Provérbios 3:11,12 “Filho meu, não rejeites a correção do SENHOR, nem te enojes da sua repreensão. Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.” O “não desmaies” significa não fique abatido, não se surpreenda, pois Deus repreende a quem ama. :) Desculpa se demorou. Continue lendo »


O Novo Testamento é dividido em cinco partes: os Evangelhos (Mateus até João), história (o livro de Atos), as Epístolas Paulinas (Romanos até Filemom), as Epístolas Gerais (Hebreus a Judas) e profecia (o livro do Apocalipse ). O Novo Testamento foi escrito aproximadamente entre 45 DC e 95 DC em grego koiné (grego comum, a forma cotidiana da língua grega do primeiro século DC).

Os Evangelhos nos dão quatro narrativas diferentes, mas não conflitantes, do nascimento, vida, ministério, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Os Evangelhos mostram como Jesus era o Messias prometido do Antigo Testamento e estabelecem as bases para o ensino do resto do Novo Testamento. O livro de Atos registra as obras dos apóstolos de Jesus, os homens que Jesus enviou ao mundo para proclamar o Evangelho da salvação. Atos nos fala do início da igreja e do seu rápido crescimento no primeiro século DC. As Epístolas Paulinas, escritas pelo apóstolo Paulo, são cartas para igrejas específicas que ensinam a doutrina Cristã oficial e a prática que deve seguir essa doutrina. As Epístolas Gerais complementam as Epístolas Paulinas com ensino e aplicação suplementares. O livro do Apocalipse profetiza os eventos que irão ocorrer no fim dos tempos.

O Novo Testamento nos fala da morte de Jesus na cruz a nosso favor – e qual deve ser a nossa resposta à Sua morte. O Novo Testamento se concentra em ensinar doutrina Cristã sólida e os resultados práticos que devem seguir esse ensinamento. Esperamos sinceramente que você ache esses estudos do Novo Testamento estimulantes à sua caminhada com Cristo.

Fonte: http://www.gotquestions.org/portugues/Vistoria-Novo-Testamento.html

Deus os abençoe. Paz!

Germano Luiz Ourique


Pessoal, perguntem lá no Formspring sempre que quiserem e, se preferirem, podem perguntar anonimamente.


“Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo” Que amor legal de Deus :) Então quer dizer que a salvação/amor/perdão tem um limite, certo? Ou seja, ele não é infinito, nem tampouco a graça é.

O Amor/Salvação/Perdão de Deus é infinito. A nossa obediência não. Ele é Deus; nós, as criaturas. Cabe a nós fazermos a nossa parte. Deus faz a dele com perfeição. Ninguém perde a salvação adquirida, porém qualquer um pode desistir da salvação e perdê-la! Continue lendo »