Os fariseus criticam Jesus, dizendo: “Este homem recebe pecadores e come com eles” (Lc 15:2). Apesar de estarem cientes do que é o pecado aberto e notório, eles não são capazes de perceber a imundície que há em seus corações sob o manto da religião. Jesus não se defende da acusação dos fariseus, pois eles têm razão: “Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores” (1 Tm 1:15). “O Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido. Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes”, explica Jesus, e completa: “Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento” (Lc 19:10; Mc 2:17).

“Todos os publicanos e pecadores estavam se reunindo para ouvi-lo” (Lc 15:1). Por que Jesus exerce tamanha atração sobre os marginalizados? Porque eles reconhecem seus pecados, sabem que estão perdidos e buscam em Jesus o perdão e a cura de suas almas. Portanto esqueça aquela conversa religiosa de que Deus salva os bons, pois ninguém é bom segundo o padrão de Deus que é o seu Filho Jesus. A menos que você se enxergue na descrição do capítulo 3 da carta aos Romanos, não irá querer se juntar aos publicanos e pecadores que se aproximam de Jesus. Ali diz:

“Não há nenhum justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, ninguém que busque a Deus. Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer. Suas gargantas são um túmulo aberto; com suas línguas enganam. Veneno de serpentes está em seus lábios. Suas bocas estão cheias de maldição e amargura. Seus pés são ágeis para derramar sangue; ruína e desgraça marcam os seus caminhos, e não conhecem o caminho da paz. Aos seus olhos é inútil temer a Deus” (Rm 3:10-13).

Se você é do tipo que processaria por difamação alguém que dissesse estas coisas de você, então ainda não entendeu o que é ser pecador. E se acha que é capaz de ser salvo — ou permanecer salvo — por sua obediência, bondade e perseverança, ainda não entendeu como é horrendo o pecado aos olhos de Deus. Tão maligno que nada menos que o sangue do próprio Filho de Deus seria capaz de extirpar tal mancha. Será que há dois mil anos você estaria entre aqueles publicanos e pecadores que buscavam por Jesus, ou você estaria entre os religiosos de boa reputação que se escandalizavam com aquilo?

Por Mario Persona

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, Igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório