Glossolalia, um fenômeno por vezes referido como “expressões de êxtase”, é proferir sons ininteligíveis que se parecem com linguagem enquanto em um estado de êxtase. Glossolalia é muitas vezes confundido com xenoglossia, o qual é o bíblico “dom de línguas”. No entanto, enquanto glossolalia é falar em um idioma inexistente, xenoglossia é a capacidade de falar fluentemente em uma língua nunca anteriormente aprendida.

Além disso, embora a xenoglossia não seja uma habilidade inata ou natural, estudos têm mostrado que a glossolalia é um comportamento aprendido. Uma pesquisa realizada pelo Centro Médico Luterano demonstra que a glossolalia é facilmente aprendida com instruções simples. Do mesmo modo, foi-se observado que os alunos puderam exibir “falar em línguas” na ausência de qualquer indicação de estupores ou comportamentos de transe. Um outro teste realizado com sessenta alunos mostrou que depois de escutar uma amostra de um minuto de glossolalia, 20 por cento dos alunos foram capazes de imitar os sons com precisão. Depois de algum treino, 70 por cento conseguiu.

A glossolalia pode ser observada em praticamente toda parte do mundo. Religiões pagãs por todo o globo são obcecadas com línguas, algumas delas são os Xamãs no Sudão, o culto Xangô da Costa Oeste da África, o culto Zor da Etiópia, o culto Vodu no Haiti e os aborígines da América do Sul e Austrália. Murmurar ou falar sons inteligíveis que soam como uma compreensão mística profunda por santos homens é uma prática antiga.

Existem basicamente dois aspectos para a glossolalia. O primeiro é falar ou murmurar em sons que se parecem com linguagem. Quase todo mundo é capaz de fazer isso, até mesmo crianças antes de aprenderem a falar podem imitar a linguagem real, embora de forma ininteligível. Não há nada de extraordinário nisso. O outro aspecto da glossolalia é o êxtase ou a demonstração de euforia em transe. Também não há nada de incomum sobre isso, embora seja mais difícil fazê-lo intencionalmente do que meramente proferir sons que se parecem com linguagem.

Há alguns cristãos, especialmente dentro do movimento pentecostal, que acreditam que exista uma explicação sobrenatural para a glossolalia semelhante ao descrito no Novo Testamento. Eles acreditam que o principal propósito do dom de falar em línguas é manifestar o Espírito Santo sendo derramado sobre eles, assim como no dia de Pentecostes (Atos 2), o que foi profetizado por Joel (Atos 2:17).

Entre as igrejas cristãs que defendem a prática da glossolalia de uma forma ou de outra, não há um acordo uniforme quanto ao seu funcionamento. Por exemplo, alguns insistem que realmente seja um dom do Espírito Santo, enquanto outros minimizam sua importância, dizendo que Paulo ensinou que o dom de “falar em línguas” não era tão importante quanto os outros dons do Espírito Santo (veja 1 Coríntios 13). Além disso, existem aqueles que desejam evitar a divisão da igreja em questões como essa e por isso não mencionam o assunto de forma alguma ou apenas descartam-no como uma simples experiência psicológica. Há também aqueles que consideram a glossolalia como um engano do próprio Satanás.

Línguas exóticas são ouvidas e compreendidas em todo o mundo, mas as línguas existentes não são ouvidas ou compreendidas quando faladas como “expressões de êxtase” ou “línguas”. O que se ouve é uma profusão de engano, reivindicações, confusão e barulho. Simplesmente não podemos declarar, como no tempo da primeira igreja, que “ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos” (Atos 2:8).

Simplificando, a prática da glossolalia não é o dom de línguas bíblico. Paulo deixou claro que o principal objetivo do dom de falar em línguas era para ser um sinal para aqueles que não acreditam e para espalhar a boa notícia, o evangelho de Cristo (1 Coríntios 14:19, 22).

Fonte: http://www.gotquestions.org/Portugues/glossolalia.html

Deus os abençoe.

A Paz de Cristo!

Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. RevelationWord disse:

    Religiões pagãs por todo o globo são obcecadas com línguas, algumas delas são os Xamãs no Sudão, o culto Xangô da Costa Oeste da África, o culto Zor da Etiópia, o culto Vodu no Haiti e os aborígines da América do Sul e Austrália. Murmurar ou falar sons inteligíveis que soam como uma compreensão mística profunda por santos homens é uma prática antiga.
    ———————-
    Isso é verdade , Satanás tem um foco e não se desviou dele
    Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.
    Isaías 14:14

    Anjos caidos teêm poder , assim como os do céu , e tentam imitar o poder de Deus.
    a Língua dos Anjos , (I Coríntios 13)

  2. RevelationWord disse:

    hahaha , como Paulo mesmo disse , linguas é para os infiéis . Eles tem como ‘glossolalia’ portanto nao entendem mistério de Deus.

  3. Halef Narciso disse:

    Excelente análise.
    A Glossolalia nunca foi, não é e nunca será ensino doutrinário do Senhor.
    O mesmo Deus tem me iluminado para pregar e anunciar o Verdadeiro Espírito Santo como também explicar à luz da Santa Palavra seus divinos dons, pelo que o pentecostalismo pós-moderno é um movimento que desviou muitos da oportunidade de se aprender a verdade para se fixarem em emoções não edificativas.

  4. telmo flores disse:

    eita tema complicado e nunca compreendido nem pelos que o professam nem pelos que o combatem…Maranata, Vem Logo Senhor Jesus não dá mais pra aguentar

  5. Claudia Gouveia disse:

    Amém Telmo !!!
    Pelo menos uma pessoa sensata no meio disso tudo! As vezes fico me perguntando : A Biblía fala tanto do Espírito Santo , que nos dá a capacidade para discernir o que é e o que não é!!!
    Ahhhh Sim , VEM MARANATA VEM , tá difícil de aguentar estes últimos dias !!!!

  6. juca disse:

    A bíblia nunca falou em glossolalia. Se falar em línguas é para ois infiéis (isso está na Bíblia), devem ser línguas reais, e não sons ininteligíveis, que mesmo um macaco poderia reproduzir. E agora, deixando a bíblia de lado, uma língua consiste num conjunto de sons articulados com uma unidade lógica entre eles, unidade esta que não existe no balbuciar de sons estranhos. Sério, já vi um sujeito tentando “falar em línguas” num canal de TV, foi patético, para não dizer digno de vergonha.

  7. Leandro disse:

    Creio que é uma êxtase emocional que o gera mesmo, nada divino, nem nada satânico, apenas êxtase emocional. A Paz!

  8. Aline disse:

    Exatamente, é para os incrédulos. Explica me por favor, sobre Pedro ao encontrar um publicano e este pede para ser batizado com o Espírito Santo e na mesma hora, o homem falou em línguas. Pra quê, se já falavam na mesma língua? Segundo ponto, todos que criticam o que não vivem ou viveram pula todo o texto de Coríntios 14:2.Meu esposo engenheiro e incrédulo, se converteu mas criticava as línguas e quando meu primo veio dizer que não queria mais conta com ele e comigo, do nada, ele falou em línguas e não entendia como aquilo aconteceu. Depois de 5 anos achando que era emoção, demônio e tudo mas veio o falar em línguas e fiquei maravilhada, mistério do Senhor. Gemidos Inexpremiveis. Cuidado irmão, não seja como Nicodemos. Homem que era mestre em Israel e veio perguntar a Jesus como pode o homem nascer de novo? E Jesus perguntou como ele era mestre em Israel e não sabia estas coisas. Vamos nos humilhar mais e lembrar que a Palavra do Senhor é viva.

  9. Gilson Campos disse:

    O que se chama dom de línguas hoje só serve para exaltar o indivíduo é não para se humiliar diante de Deus, pois assim afirmam que só tem o Espírito Santo quem fala em línguas, coisa que em lugar nenhum da bilbia tem esta afirmação. Ademais o que aconteceu no dia de Pentecoste não foi um Pentecoste e sim o comprimento da promessa de Jesus de que enviaria o Espírito Santo, e não foram línguas estranhas que falaram mas conhecidas daqueles que ouviram.

  10. Claudivan Santos disse:

    “O Espírito Santo intercede por nós com gemidos inesprexprimiveis” a palavra inesprexprimiveis significa sem explicação, eu prefiro me basear nesse versículo para dar autenticidade a glossolalia, porque os textos de atos realmemte fala de linguas existentes…mas ainda não entendo porque pessoas que se falavam no mesmo idioma receberam o dom de linguas. É um equivoco usar atos 2 pra explicar a glossolalia e não é o unico sinal do batismo do Espírito, temos tambem outros sinais como profetizar, beber substancias mortiferas entre outros. A Paz do Senhor!

  11. Remerson Silva disse:

    E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
    Atos 2:5
    Claudivan, a paz irmão, eles não falavam todos a mesma língua pois eram de nacionalidades diferentes e falavam idiomas diferentes .

  12. Shak disse:

    Claudivan, irmão, ”inexprimível” significa algo indescritível, que não dá pra >expressar<.

  13. Elvis Silveira disse:

    Falar em línguas é o que acontece quando se é batizado com o espírito santo, está na bíblia e na casa de Deus. Por que duvidar do espírito da verdade? Vamos nos basear na palavra de Deus e não procurar outras interpretações a base de nada. Digo isto por experiência própria, não sou batizado mas minha esposa é e não sabe explicar a sensação maravilhosa e incomparável que ela diz sentir na presença de Deus. Se é um blog pra seguir o ensino bíblico não vamos nós trazer aqui o termo glossolalia. Abraços!

  14. germano disse:

    É interessante observar que você diz: “Vamos nos basear na palavra de Deus e não procurar outras interpretações a base de nada. Digo isto por experiência própria”.

    Afinal, vamos nos basear na Palavra de Deus ou na sua experiência? Até porque você fala da sua experiência e não cita um versículo sequer para embasar o que diz. Quando você diz “Falar em línguas é o que acontece quando se é batizado com o espírito santo, está na bíblia e na casa de Deus” se esquece de mencionar ONDE está escrito isso na Bíblia.

    Já o que está escrito na Bíblia é:

    1) “Como EM TODAS AS IGREJAS DOS SANTOS, AS VOSSAS MULHERES ESTEJAM CALADAS NAS IGREJAS porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei. E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja. Porventura saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela somente para vós? Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que AS COISAS QUE VOS ESCREVO SÃO MANDAMENTOS DO SENHOR. Mas, se alguém ignora isto, que ignore.” – I Corintios 14:33-38

    2) “De sorte que AS LÍNGUAS SÃO UM SINAL, NÃO PARA OS FIÉIS, MAS PARA OS INFIÉIS; e a profecia não é sinal para os infiéis, mas para os fiéis.” – I Corintios 14:22

    3) “E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por DOIS, ou QUANDO MUITO TRÊS, e POR SUA VEZ, e HAJA INTÉRPRETE. Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus.” – I Corintios 14:27-28

    4) “O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; HAVENDO LÍNGUAS, CESSARÃO; havendo ciência, desaparecerá;” – I Corintios 13:8

    Já vi muita gente “falando em línguas” do jeito que você descreveu. Mas NUNCA vi como a Bíblia descreve: só os homens (as mulheres ficam caladas quando a Igreja está reunida), um de cada vez, com a corresponde tradução e interpretação de cada palavra que foi dita e dois ou no máximo três falando em línguas. Além disso, as palavras deveriam ser inteligíveis, como Paulo diz em I Corintios 14:9 – “Assim também vós, se com a língua não pronunciardes PALAVRAS BEM INTELIGÍVEIS, como se entenderá o que se diz? PORQUE ESTAREIS COMO QUE FALANDO AO AR.” Mas nós dois sabemos que não é assim.

    As línguas foram um sinal para os infiéis (1 Co 14:22), acabaram no primeiro século (1 Co 13:8) e foram “reinventadas” recentemente após quase dois mil anos pelo movimento pentecostal. Não tem nenhuma base bíblica.

    Finalmente, quanto ao “batismo”, o que está escrito é:

    “Pois TODOS NÓS FOMOS BATIZADOS EM UM ESPÍRITO, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de UM ESPÍRITO.” – I Corintios 12:13

    E ainda: “Um só SENHOR, uma só fé, UM SÓ BATISMO;” – Efésios 4:5

    Esse “um só batismo” não se refere à pessoa ser batizada uma vez só, mas é um só batismo mesmo, ou seja, fomos todos batizados no dia de Pentecostes. Todos os cristãos. Exatamente como Paulo ensina em 1 Co 12:13

    Elvis, eu sei o quanto você pode achar estranho tudo isso, mas é o que nos ensina a Palavra de Deus. E o certo é o que nos ensina Deus na Sua Palavra. Certo é certo mesmo que ninguém faça e errado é errado mesmo que todos (ou a maioria) façam.

    O blog é de ensino bíblico. Não é de ensino religioso, não é de ensino de religião e não é de nenhum ensino que não seja o puro e simples Evangelho da Graça de Deus.

    Recomendo que você passe a ler e estudar com dedicação a Palavra de Deus fazendo como faziam os bereanos, que conferiam tudo nas escrituras para não serem enganados (leia Atos 2). O Evangelho é simples e Jesus é simples. Mas não é fácil!

    Recomendo também que você baixe (gratuitamente) o livro A Ordem de Deus – para os cristãos congregados – para a adoração e ministério neste link:
    http://aordemdedeus.blogspot.com.br/

    Leia-o acompanhando e estudando detalhadamente na sua Bíblia cada uma das passagens ali citadas. Você vai se surpreender. Por favor, não acredite em mim nem em nenhum homem. Vá para a Bíblia. Confira se o que eu lhe disse tem base bíblica ou não. É lá que estão as respostas.


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório