Autor: O Livro de Eclesiastes não identifica diretamente o seu autor. Há alguns versículos que dão a entender que Salomão escreveu este livro. Existem alguns indícios no contexto que podem sugerir que uma outra pessoa escreveu o livro após a morte de Salomão, possivelmente centenas de anos mais tarde. Ainda assim, a crença convencional é que o autor era na verdade Salomão.

Quando foi escrito: O reinado de Salomão como rei de Israel durou de cerca de 970 AC até cerca de 930 AC. O livro de Eclesiastes foi provavelmente escrito no final do seu reinado, em aproximadamente 935 AC.

Propósito: Eclesiastes é um livro de perspectiva. A narrativa do “Pregador”, ou “Sábio”, revela a depressão que inevitavelmente resulta da procura da felicidade em coisas mundanas. Este livro dá aos Cristãos a oportunidade de ver o mundo através dos olhos de uma pessoa que, apesar de muito sábio, está tentando encontrar sentido em coisas humanas e temporárias. Quase todas as formas de prazer mundano são exploradas pelo Pregador, e nenhuma delas lhe dá sentido algum.

No final, o pregador chega a aceitar que a fé em Deus é a única maneira de encontrar um significado pessoal. Ele decide aceitar o fato de que a vida é breve e, no fim das contas, inútil sem Deus. O pregador aconselha o leitor a concentrar-se em um Deus eterno, em vez de prazer temporário.

Versículos-chave: Eclesiastes 1:2: “Vaidade de vaidades, diz o Pregador; vaidade de vaidades, tudo é vaidade.”

Eclesiastes 1:18: “Porque na muita sabedoria há muito enfado; e quem aumenta ciência aumenta tristeza.”

Eclesiastes 2:11: “Considerei todas as obras que fizeram as minhas mãos, como também o trabalho que eu, com fadigas, havia feito; e eis que tudo era vaidade e correr atrás do vento, e nenhum proveito havia debaixo do sol.”

Eclesiastes 12:1: “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer.”

Eclesiastes 12:13: “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem.”

Resumo: Duas frases são repetidas muitas vezes em Eclesiastes. A palavra traduzida como “vaidade” aparece muitas vezes e é usada para enfatizar a natureza temporária das coisas mundanas. No fim das contas, mesmo as conquistas humanas mais impressionantes serão deixada para trás. A expressão “debaixo do sol” ocorre 28 vezes e refere-se ao mundo mortal. Quando o pregador se refere a “todas as coisas debaixo do sol”, ele está falando de coisas terrenas, temporárias e humanas.

Os sete primeiros capítulos do livro de Eclesiastes descrevem todas as coisas mundanas “debaixo do sol” nas quais o Pregador tenta encontrar satisfação. Ele tenta descobrimentos científicos (1:10-11), sabedoria e filosofia (1:13-18 ), alegria (2:1), álcool (2:3), arquitetura (2:4), bens (2:7-8) e luxúria (2:8). O Pregador concentrou-se em filosofias diferentes para encontrar um significado, tal como o materialismo (2:19-20) e até mesmo os códigos morais (incluindo os capítulos 8-9). Ele descobriu que tudo era vaidade, uma distração temporária que, sem Deus, não tinha nenhum propósito ou longevidade.

Os capítulos 8-12 de Eclesiastes descrevem as sugestões e comentários do Pregador sobre como a vida deve ser vivida. Ele chega à conclusão de que, sem Deus, não há nenhuma verdade ou sentido à vida. Ele já tinha visto muitos males e percebido que mesmo as melhores realizações do homem não valem nada a longo prazo. Assim, ele aconselha o leitor a conhecer a Deus desde a juventude (12:01) e seguir a Sua vontade (12:13-14).

Prenúncios: Para todas as vaidades descritas no livro de Eclesiastes, a resposta é Cristo. De acordo com Eclesiastes 3:17, Deus julga os justos e os ímpios, e os justos são apenas aqueles que estão em Cristo (2 Coríntios 5:21). Deus colocou o desejo pela eternidade em nossos corações (Eclesiastes 3:11) e tem providenciado o Caminho da vida eterna através de Cristo (João 3:16). Somos lembrados de que ir atrás da riqueza do mundo não só é vaidade, porque não satisfaz (Eclesiastes 5:10), mas mesmo se pudéssemos alcançá-la, sem Cristo perderíamos nossas almas e que proveito há nisso? (Marcos 8:36). No fim das contas, cada decepção e vaidade descrita em Eclesiastes encontra a sua solução em Cristo, na sabedoria de Deus e no único verdadeiro significado a ser encontrado na vida.

Aplicação Prática: Eclesiastes oferece ao Cristão a oportunidade de compreender o vazio e o desespero com os quais aqueles que não conhecem a Deus têm que lidar. Aqueles que não têm uma fé salvadora em Cristo se deparam com uma vida que no fim das contas vai acabar e tornar-se irrelevante. Se não há salvação, e não há Deus, então não existe nenhum sentido, propósito ou direção para a vida. O “mundo debaixo do sol”, longe de Deus, é frustrante, cruel, injusto, breve e total “vaidade”. No entanto, com Cristo a vida é apenas uma sombra das glórias por vir em um paraíso que só é acessível por meio dEle.

Fonte: http://www.gotquestions.org/Portugues/Livro-de-Eclesiastes.html

Tenham uma ótima quarta-feira, pessoal.

A Paz de Cristo!

Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. JUSSARA SILVA disse:

    Legal!

  2. Juliana Vitoria disse:

    muito bom

  3. ana rosa disse:

    bom dia ;eu particurlamente sou apaixonada por esse livro todosos livros da biblia traz mensagem edificante para nossa vida ;mas eclesiastes me chama muito atençao por conta do dia a dia ,e poucos servos conhecem e meditadam nesse livro ,grande abraço ;

  4. André disse:

    Este livro foi um dos que mais me prendeu a atenção na Bíblia.

  5. Valdir Paz Landim disse:

    Otimo livro, cujo conteudo pode ser usado para fazer uma faxina mental nas pessoas que se denominam Evangelicas. Nao podemos se deixar levar pelos falsas Doutrinas, Ex, a repuguinante Teologia da Prosperidade. um bom Ano a Todos

  6. Márcio disse:

    Em algumas biblias, em eclesiastes, se encontra a palavra espírito e que muda o significado.
    Qual a intenção da colocação da palavra espírito e porque muda.

  7. raul disse:

    muito bom

  8. Cristiane Pinto disse:

    Estou surpresa pelas palavras de Eclesiastes, Salomão, pois muito dessas questões da vida tenho vivido e observado. Glorifico ao Senhor por este livro!

  9. Jorge disse:

    Muito bom mesmo. Ótimo. Abre muito a mente. Bem esclarecido.

  10. Vitória disse:

    Este livro é Deus puro falando connosco! Eu, particularmente, já busquei encontrar sentido na vida com coisas fúteis e mundana, logo vi que só Deus pode preencher este vazio. E agora vejo que há confirmação por meio da Bíblia. Ótimo trabalho, parabéns, a paz!

  11. Ruy Jarbas Lamas Simoes disse:

    Eclesiastico e a exencia da Biblia, sem ele, ela nao se completa. Quem tiver a oportunidade de ler, jamais sofrera decepçoes em sua vida.
    Quem ler Eclesiastico, tera o conhecimento que ninguem, além de Jesus Cristo, nos deu até os dias de hoje. Ler é aprender , e é o que ele ensina com a verdade de anos, que perdura até nossos dias.

  12. Marcos disse:

    A palavra é edificante nos orienta em todo o tempo a que nos devemos nos apagar e o que devemos abandonar.Para viver uma vida abençoada em Cristo Jesus.

  13. Luizinho disse:

    Me ajudou muito

  14. Jacqueline de Jesus disse:

    Que livro maravilhoso
    Nada existe sem Cristo, tudo é somente vaidade
    E esta vida é somente para povoar o céu

  15. Eduardo disse:

    Muito bom

  16. Neide da penha gujansque fantin tosta disse:

    Esse livro nos ensina a sair da ansiedade, pois nos faz entende que nessa vida tudo e efêmero e não adianta correr alucinado atras dos bens de consumo , satisfazer a vontade de um filho sem ate ter condições ou ate ficar em depressão por não poder pagar escolas particulares plan ode saude etc
    nas vale sem esta nos caminhos de Deus. tudo foge do nosso controle quando não colocamos Deus a frente daquilo que propomos a fazer .
    penso que salomão escreveu esse livro no fim da vida dele e estava em depressão
    em cronicas 2/10 Dá-me agora sabedoria e conhecimento para os governar com competência. Porque quem seria capaz de dirigir sozinho uma tão grande nação como esta?”

    12/14 Numa noite, aparaceu-lhe o Senhor que lhe disse: “Ouvi a tua oração, e decidi aceitar que este templo seja o sítio onde me será prestado culto. Se eu fechar os céus de forma a que não haja mais chuva, se ordenar aos gafanhotos que consumam as searas ou se enviar uma epidemia entre o povo, então, se o meu povo se humilhar, orar e me buscar, arrependendo-se dos seus pecados, eu responderei desde o céu, perdoarei-lhes os seus pecados e sararei a terra. 15/16 Estarei bem atento e favorável às orações feitas neste lugar. Porque escolhi este templo e o santifiquei para que o meu nome seja nele glorificado para sempre. Os meus olhos e o meu coração estarão aqui continuamente.
    então pecou salomão.
    contrariou a Deus não obedeceu

    Salomão amava o Senhor e seguia o que Davi, seu pai, lhe havia ordenado No entanto, iste não durou para sempre. Como dissemos anteriormente, o que fizemos ontem, não garante o que vamos fazer hoje. Se vamos seguir ao Senhor ou não é uma decisão tomada no dia a dia, a cada momento. Desse modo, embora Salomão inicialmente tenha seguido o Senhor, ele não fez isso para sempre. I Reis 11:1-8 nos diz:

    I Reis 11:1-8
    “Mas o rei Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, bem como a filha de Faraó: as mulheres moabitas, amonitas, edomitas, dos sidônios e heteus, das nações sobre as quais o Senhor tinha dito aos filhos de Israel: Você não deve se casar com elas, nem elas com você. Certamente elas vão virar os vossos corações após os seus deuses. Salomão agarrou-se a elas por amor. E tinha setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas; E suas mulheres lhe perverteram o coração. Pois foi assim, quando Salomão era velho, que suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses, e seu coração não foi fiel ao Senhor seu Deus, como era o coração de seu pai Davi. Salomão seguiu a Astarote, deusa dos sidônios, e Milcom, a abominação dos Amonitas. Salomão fez o mal aos olhos do Senhor, e não seguiu totalmente o Senhor, como fez seu pai Davi. Então edificou Salomão um alto a Quemós, a abominação dos moabitas, sobre o monte que fica a leste de Jerusalém, e para Moloque, abominação dos amonitas. E ele fez o mesmo para todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e sacrificavam a seus deuses.”
    Salomão não se afastou totalmente do Senhor. Pelo contrário, “ele não seguia totalmente o Senhor”. Em outras palavras, ele não estava frio, mas também não estava quente. Ele foi morno. Ele preferiu seguir a carne e seus desejos do que o Senhor e Seus mandamentos. A reação do Senhor para essa mudança de coração de Salomão é dada em I Reis 11


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório