“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Isaías 55:8-9)

Frequentemente julgamos diversos acontecimentos levando em conta somente a primeira aparência. Vemos apenas injustiça, maldade e crueldade, e não somos capazes de enxergar nada além disso. Nos sentimos revoltados e enraivecidos, o que se deve em grande parte à falta de compreensão.

Ao sermos convertidos nossas visões são ampliadas pela fé. Quando algo angustiante ou frustrante acontece conosco ou ao nosso redor entendemos que há um propósito maior projetado por Deus, que trabalha construindo maravilhosos milagres que muitas vezes têm como ensejo o pecado ou a maldade humana; não que Ele seja conivente com tais aspectos da humanidade, mas pelo fato de que em Sua infinita sabedoria Ele é capaz de usar absolutamente qualquer coisa para concretizar Seus planos e abençoar todos nós através deles.

São muitos os casos bíblicos que exemplificam como Deus age de formas peculiares. Talvez um dos mais conhecidos seja o de José, que nos faz refletir sobre a soberania de Deus perante qualquer situação, por mais repugnante e atroz que seja.

Rejeitado e vendido pelos próprios irmãos e preso injustamente por algo que não fez, ele poderia ter escolhido um caminho de vingança, ressentimento, mágoa e rebeldia, mas o fato de ser um homem guiado por Deus foi determinante e nos faz refletir sobre a fidelidade de Deus na vida dos que O temem.

Através da sabedoria concedida pelo Senhor, ele foi capaz de compreender que todas as adversidades pelas quais passou tinham propósitos maiores que serviriam para abençoar muitos, para a glória do nome de Deus. Como uma pessoa de fé, desde que obteve os sonhos vindos de Deus sobre o seu futuro ele decidiu confiar e crer que de uma forma ou outra eles seriam realizados.

Embora tenha vivido muito antes de Cristo, José praticou perfeitamente os valiosos preceitos ensinados pelo Mestre, incluindo o perdão e a humildade. Ele poderia ter tomado uma atitude vingativa contra seus irmãos pelas coisas ruins que lhe fizeram, mas os perdoou demonstrando uma grandeza de espírito que só provém de Deus, e também expressou humildade quando creditou o Senhor por ter lhe dado a capacidade de interpretar os sonhos do faraó (Gn 41:16).

Quando as intempéries da vida forem intensas, lembre-se da trajetória de José, a qual nos mostra o que Deus é capaz de fazer no coração dos que O amam e como eles são transformados em canais de bênçãos onde estiverem.

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório