‘’Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. ’’ – (Provérbios 3:5)

Somos falhos nos mais diversos sentidos, e tendemos a viver colhendo os frutos de nossos erros e pecados, que às vezes geram resultados tão escabrosos e catastróficos que nós mesmos sentimos dificuldade em conseguir nos perdoar. Seguir em frente torna-se um obstáculo e o desânimo parece preencher o lugar pertencente à fé. Passamos então a nos questionar se Deus realmente estaria disposto a nos perdoar, se nem nós conseguimos fazê-lo.

Precisamos entender que em todas as coisas permitidas pelo Senhor há um propósito claro e firme. Antes mesmo de nascermos, Ele já havia planejado o que seria feito a partir de nossos erros e acertos e traçado formas de transformar em bênçãos tudo de ruim que poderíamos fazer.

O fato de que o Espírito Santo nos proporciona o arrependimento e nos permite entender onde erramos faz toda a diferença, mais uma vez evidenciando o quanto somos dependentes de Deus para absolutamente tudo. Nossas imperfeições (e pecados gerados por elas) nos fazem compreender que sem Deus nada somos.

Quando tentamos controlar determinadas circunstâncias em nossas vidas e as coisas se deterioram, é apenas um lembrete para que entreguemos nossas ansiedades nas mãos de Deus. Em nossa ignorância, queremos a todo custo investir energia e esforço onde não nos é pertinente, numa atitude tola e impensada, menosprezando o fato de que somente Deus pode administrar cada aspecto de nossas vidas.

Obviamente, temos responsabilidades a serem cumpridas, afinal, fomos criados com objetivos articulados por Deus; temos de tomar atitudes e enfrentar desafios, não cruzar os braços e esperar milagres caírem do céu a todo instante. Sendo assim, mais uma vez faz-se necessária a leitura das Escrituras para que saibamos o que nos compete pensar, planejar e fazer, sempre buscando ali as respostas das quais precisamos para agir em qualquer situação, envolvidos pela infinita sabedoria de Deus, pois é evidente que não podemos, em hipótese alguma, nos apoiar em nossa própria inteligência.

É preciso ter humildade para admitir que necessitamos de Deus para tomar qualquer decisão, pois se não o fizermos, estaremos fadados a sofrer as consequências de nossos infortúnios, os quais frequentemente são gerados pela nossa inabilidade de reconhecer que o controle de tudo a Deus pertence.

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório