“Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.” (Judas 1:21)

Ao ler a Bíblia ou até mesmo observando nossa jornada de vida pessoal, constatamos que nos é impossível compreender a magnitude da misericórdia de Deus. Notamos que mesmo que cometamos erros Ele continua fiel, nos amando infalivelmente, independentemente do que façamos, e Sua disposição para nos perdoar se faz presente sempre que nos arrependemos.

Sendo habitados pelo Espírito Santo, é natural que nos sintamos constrangidos ao observar esta misericórdia ilimitada se estender a cada um de nós das mais diversas formas. Ele nos concede exatamente o contrário do que merecemos: graça, compaixão e amor desmedidos.

O zelo e o cuidado do Senhor para conosco são privilégios dos quais somos completamente indignos. Esta compreensão é parte do que nos torna cristãos. Portanto, fica evidente que não temos direito de exigir nada dEle, devemos apenas nos submeter à Sua vontade humildemente. Tudo o que necessitarmos nos será dado quando convier aos planos divinos.

Adorar a Deus de todo o coração faz com que queiramos nos humilhar em Sua presença, entregando tudo que temos e somos, ocupando-nos em priorizar o que Ele pensa, sente e quer. Nossos gostos e interesses perdem importância quando a vontade de Deus se torna nosso alvo principal, o que acontece na medida em que investimos tempo e dedicação em ter mais intimidade com Ele.

Percebemos o quão ridículo é pensar que podemos dar ordens ao nosso próprio Criador, e esta humildade nos impulsiona para mais perto dEle. Dia após dia pecamos, muitas vezes sem ao menos nos dar conta insultamos a santidade deste Deus santo e maravilhoso. Podemos nos alegrar no fato de que Ele mesmo nos provê o arrependimento, para que abandonemos nossas transgressões e nos aconcheguemos em Seu perdão e bondade.

Bendito seja o dia em que nos será concedido um corpo glorificado, no qual seremos incapazes de pecar. Juntos, como Igreja, eternamente adoraremos àquEle que é digno de toda honra e louvor!

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório