Todos os dias são dias de louvar a Deus, glorificá-Lo e bendizê-Lo. Ao Deus de misericórdia e de amor elevemos nossas vozes, nossos corações, nossas almas, para agradecê-Lo, engrandecê-Lo. Longe de nós lembrarmo-nos do significado do nascimento de Jesus Cristo apenas uma vez ao ano! Mas sim enquanto respirarmos, enquanto tivermos vida, enquanto tivermos força para anunciar o Seu Evangelho. O nascimento de Jesus significa amor, esperança, fé! Para nós, é a passagem para a Vida Eterna. Sua vinda à Terra é a mais preciosa dádiva que poderia ser concedida a nós. A Palavra de Deus anuncia desde o princípio a Salvação. As Escrituras são permeadas de esperança que nos é revelada dentre cada texto bíblico. E hoje temos livre acesso a esta esperança; nós podemos vivê-la hoje mesmo!

Alegremo-nos em Deus através de Jesus Cristo, nosso Senhor. Celebremos a Sua vinda a esta Terra, vinda esta que nos proporcionou a remissão de todos os nossos pecados. Aproveitemos cada oportunidade que nos é dada para louvá-Lo, e ainda assim, seria muito pouco. Seria extremamente pouco em meio a tantas maravilhas que Deus operou, opera, e operará na vida daqueles que O servem. Deus, em seu infinito amor, enviou ao mundo Seu Filho amado, perfeito e imaculado. Jesus revestiu-se de um corpo humano, sujeito a também limitações humanas, por nós. Porque Ele acreditou que poderíamos ser moldados de acordo com a Sua vontade. Para conceder-nos a oportunidade de estarmos junto a Deus eternamente. Dispôs-se a pagar pelos nossos pecados, uma dívida a qual não seríamos capazes de quitar. Carregou sobre si as nossas maleficências, as nossas fraquezas, sofreu o sofrimento que deveria ser direcionado a nós.

Jesus Cristo é o Mestre dos Mestres. Ensinou-nos com total clareza como viver para Deus e por Deus. Desprendeu-se de todos os limites impostos por uma sociedade injusta, conquistou corações através de Seus aclamados discursos, curou deficientes, libertou almas endemoniadas, libertou homens iletrados de sua própria ignorância, para torná-los verdadeiros oradores, para propagarem a mensagem de Seu Evangelho, homens usados por Deus, que aprenderam a amar desmedidamente e ter consciência de que suas falhas poderiam servir para o crescimento espiritual. Jesus Cristo realizou feitos totalmente improváveis à raça humana, concedeu-nos novo fôlego de vida, louvado seja!

Através de Jesus Cristo enxergamos a vida nesta Terra de forma distinta e requintada, meditamos sobre as pequenas felicidades que podem ser encontradas nesta vida através dEle, adquirimos sabedoria para aprender dEle tudo o que necessitamos, somos revestidos de humildade, e passamos a amar com um amor proveniente da fonte mais pura e mais singela! Agradeçamos hoje e sempre a Deus por nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo! Ao refletirmos sobre Seu imenso amor, nossas almas são naturalmente tomadas por esta incessante sede de fazer o bem, de amar ao próximo, de viver a verdadeira felicidade, de desfrutar da paz eterna! Glorificado, exaltado, bendito seja Deus por Cristo Jesus nosso Senhor! Que o Espírito Santo possa realizar em nós a cada dia as obras designadas por Jesus Cristo. Vivamos o Evangelho como uma eterna homenagem a Jesus Cristo!

Perguntaram a respeito da prática da troca de presentes nesta época de Natal. Devemos dar presentes? Devemos aceitá-los? É esta uma prática aceitável entre cristãos?

Sabemos que dar um presente tem, como significado principal, “estarmos presentes” junto a alguém através de algo que é ofertado. Daí vem o nome presente, que significa a nossa presença junto a alguém. Se considerarmos o Natal como sendo uma representação da data do nascimento de Jesus Cristo, o nosso “presente” é Ele, que se fez presente entre nós através do Seu nascimento. Sabemos que Jesus Cristo não nasceu em dezembro pelos motivos já detalhados no post “Natal: Quando Jesus nasceu?” e também sabemos que o Natal é uma festa de origem pagã. Confira os posts “O Natal à luz da Palavra de Deus” e também “O Natal é uma festa cristã?”.

Podemos e devemos confraternizar nesta época de final de ano com nossas famílias, irmãos da fé, conhecidos e até colegas de trabalho dando bom e fiel testemunho cristão. É uma época que nos propicia, mais do que qualquer outra, a oportunidade de falarmos para as pessoas de uma forma muito natural, a respeito de Nosso Senhor e Salvador e do que Ele fez por nós e tem feito por toda a humanidade ao longo dos séculos. Mas não esqueçamos quem é o “presente”: Jesus Cristo é que deve estar presente em nossas ações, palavras e pensamentos. Não faz sentido darmos ou recebermos presentes uns dos outros, a não ser que seja algo que lembre, marque, simbolize e possa representar para nós a presença de Jesus Cristo, que é o “aniversariante” mais esquecido da história da humanidade.

Como “presente” de Natal, assistam a fantástica mensagem deste vídeo:

A Paz de Cristo seja com todo o povo de Deus, hoje e sempre.

Deus os abençoe.

Esther Moore e Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. Jéssica disse:

    Amém! Glórias ao Senhor Jesus, maior e mais maravilhoso presente de todos tempos!

  2. cammie's disse:

    Deus abençoe a todos!

    Linda mensagem!

  3. Jeison Dias disse:

    Deus abençoe vocês :)
    Post muito bom!!!


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório