‘’Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.’’ – (Efésios 4:25)

A Palavra de Deus é permeada por Seus princípios e através dela é que podemos aprender sobre o que O agrada ou não. Estando em constante contato com as Escrituras nos tornamos mais habilidosos ao discernir entre as coisas de Deus e as coisas do mundo. Algo bastante explícito na Palavra é a repulsa de Deus à mentira, pois ela é uma ofensa grave diante dEle. Infelizmente, esta é uma das práticas mais consentidas e comuns entre as pessoas e que só traz perdição e ruína.

‘’Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor, mas os que agem fielmente são o seu deleite. ’’ – (Provérbios 12:22)

O relacionamento de Deus com o homem foi rompido por causa de uma mentira usada pela serpente para coagir Eva, deixando explícito que desde os primórdios da humanidade esta conduta é um dos principais instrumentos utilizados por Satanás para disseminar o pecado entre as pessoas e afastá-las de Deus. Não por acaso o Senhor Jesus o descreve como o ‘’pai da mentira’’ (João 8:44).

O poder destrutivo da mentira é colossal, podendo disseminar uma série de outros pecados, além de segregar relacionamentos e gerar confusões irrevogáveis, por isso aqueles que decidem se dedicar a Deus devem manter distância dela a todo custo. Jesus Cristo é o caminho, a verdade e a vida e se quisermos nos apegar à verdade que Ele é precisamos nos desacorrentar da mentira, pois quando O aceitamos em nossas vidas precisamos ter comunhão com Ele andando em luz, prezando pela transparência e honestidade. Assim como Ele não tolera a mentira, nós também não a toleramos sob nenhum pretexto. Nem mesmo ‘’mentirinhas inofensivas’’ podem garantir espaço no coração ou nas ações de um cristão verdadeiro.

‘’Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos, e vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; ’’- (Colossenses 3:9-10)

Quando nos relacionamos com Deus naturalmente passamos a abominar tudo o que Ele abomina, pois adotamos Seus princípios como nossos, já que nos tornamos Seus filhos. Não encontramos conforto ao praticar iniquidade, pois sabemos que os olhos do Senhor estão sempre nos contemplando. E nós, como novas criaturas regeneradas pelo poder do Espírito Santo, desejamos de todo o coração andar na verdade, pois Ele é a verdade.

Amar a Deus sobre todas as coisas envolve o abandono de práticas que Ele abomina. Não há meio termo: servimos a Deus ou ao inimigo. Não tem como haver comunhão entre a luz e as trevas, do mesmo modo não tem como haver comunhão entre as práticas que honram o nome do Senhor e as que nos distanciam dEle (e nos aproximam do inimigo). Ser sal e luz requer lealdade e integridade, e neste quesito Cristo é o melhor professor que o mundo já viu. Aprendamos dEle!

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório