Resposta que dei a uma pergunta feita lá no Formspring: Assistir BBB (Big Brother Brasil) é pecado, é de Satanás ou é demoniaco ?

O que vou dizer não tem base bíblica, ok? Falo com base na minha experiência pessoal e formação em Comunicação: Independente do fato de ser pecado, de Satanás ou demoníaco, este programa (assim como a grande maioria do lixo tóxico que existe na televisão) não acrescenta absolutamente nada para pessoa nenhuma, a não ser mais dinheiro para os realizadores. É um programa que faz apologia dos mais baixos valores morais da sociedade, além de expor seres humanos como se animais fossem para o deleite de uma platéia ensandecida que busca, através da televisão, satisfazer baixos instintos olhando carros que nunca vão ganhar, uma casa na qual nunca vão morar, móveis que nunca vão ter, pessoas com as quais nunca vão conviver e um tipo de vida que ninguém tem em parte nenhuma do planeta. Além de, ao final do programa, entregar um prêmio que um(a) “escolhido(a)” vai ganhar sem ter feito absolutamente nada para merecer e ainda vai ser chamado de herói. Continue lendo »


A Valéria me pediu para fazer um comentário lá no Formspring e combinei com ela que seria feito aqui no blog. O que a Valéria disse:

Bom, encontrei isso escrito na Bíblia católica a respeito de “imagens”. Queria que você comentasse sobre isso se não for incômodo e agradecer também pela sua paciência com nós, adolescentes. “Tanto em Êxodo como em Deteronômio, a proibição de imagens refere-se às imagens dos deuses estrangeiros e não de qualquer espécie de desenho, pintura ou escultura. Trata-se de ídolos e de figuras de deuses falsos que tomavam formas de pessoas, animais, astros, etc. Continue lendo »


Em muitas das perguntas no Formspring as pessoas perguntam a respeito de pecado. Percebendo a preocupação das pessoas com relação à Salvação, um irmão me enviou um texto que transcrevo aqui:

“Olá irmão, graça e paz! Quero mostrar meu ponto de vista acerca dessa polêmica situação. Seguinte: uma vez salvo, sempre salvo. Uma vez lavado por Jesus, vamos a cada dia nos aperfeiçoando, nos entregando a Ele diariamente, nos arrependendo de nossos pecados. Quando reconhecemos nossa natureza pecaminosa e que só com a Graça de Jesus podemos ser tirados das trevas, vamos naturalmente nos arrependendo dos nossos pecados. Mas a partir daí, a Salvação já é sua. A pessoa não pode ficar pensando “eu tenho uma tatuagem e gosto dela, por isso estou perdido”, quando não é bem por aí. É claro que não devemos nos conformar com o pecado e que devemos buscar arrependimento a cada dia, mas Deus é justo, e se vivemos pra Ele, com Ele no coração, o arrependimento é consequência, e o não arrependimento de algum pecado talvez traga alguma consequência aqui na terra, mas não afeta a nossa Salvação. Quem teria certeza de ir pro Céu? A Graça de Jesus nos basta. Sei que você sabe disso, mas talvez haja algum novo convertido aqui que acabe se assustando, como já foi o meu caso um dia. Se por acaso ficou estranho, estou errado, ou parece que eu pulei alguma parte de meu texto, me perdoe, eu consertarei, inclusive porque meu objetivo não é te constranger, muito pelo contrário, mas sim tentar ajudar a acabar com a polêmica, para a Glória de Deus.”

Precisamos ter em mente que quando Jesus morreu pelos nossos pecados, nós nem tínhamos nascido ainda. O que significa que Ele morreu por “todos” os nossos pecados. Os que já cometemos e os que ainda vamos cometer. Conforme disse Jesus Cristo em

João 10:27-29 “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.

Se você é salvo, você é filho de Deus. E, se você é filho de Deus, nada pode mudar essa situação. Algo pode mudar o fato de você ser filho ou filha dos seus pais biológicos? Não! Quanto mais com relação a nosso Pai celestial. Para perder a Salvação você precisa desistir dela. Não se preocupem com o pecado, Jesus já pagou essa conta por nós.

A Paz de Jesus Cristo seja com todos.

Germano Luiz Ourique


Já li a Bíblia algumas vezes do início ao fim. E, a cada vez que a leio novamente, penso que a próxima leitura será mais difícil. É que a cada leitura encontro mais e mais coisas que eu não havia notado, relações que eu não havia percebido e passo a entender trechos inteiros que eu nem havia percebido que estavam lá. E cada vez a leio mais devagar.

Além da leitura sequencial, gosto dos estudos bíblicos que nos permitem entender a relação existente entre Antigo Testamento e Novo Testamento, por exemplo. As profecias cumpridas em Jesus Cristo, a missão dos profetas, o amor de Deus pela sua criação, o quanto Deus está no comando de todos os acontecimentos, etc.

Mas um versículo em especial me chamou a atenção em uma dessas leituras. Foi na penúltima ou na última vez que li a Bíblia por inteiro. Ao chegar no evangelho de Mateus me deparei com

Mateus 27:52-53 – E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados; e, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dEle, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.

Confesso que fiquei surpreso. Depois de muitas leituras e estudos, eu nunca havia percebido que, além de Jesus Cristo, outras pessoas também haviam ressuscitado. Fiquei imaginando os familiares destas pessoas em Jerusalém, a cidade santa, assustados ao verem entrando pela porta aquele ser querido que havia falecido a um tempo atrás. E o tamanho da repercussão que houve. Isso também explicaria o fato de tanta gente passar a acreditar que “aquele Jesus” realmente era o Filho de Deus.

Isso é o que fascina na Palavra de Deus. A cada dia, a cada nova leitura, podemos descobrir coisas novas. Se você ainda não leu a Bíblia por inteiro, inicie hoje. Use o Programa de Leitura Diária, inicie pelo Gênesis ou pelo evangelho de João. Mas não perca mais tempo sem ter esse contato diário com a Palavra de Deus.

Deus os abençoe. Paz!

Germano Luiz Ourique