Quando buscamos a Palavra de Deus para estudar a ordem e função da igreja, devemos nos ocupar do Novo Testamento, e particularmente das epístolas. É ali que a verdade da igreja é revelada.

Uma das principais chaves para se entender o que é a igreja está em perceber que ela não faz parte da revelação do Antigo Testamento. Cristo e Sua igreja formam o grande mistério de Deus (Ef 5:32). O sentido bíblico de um “mistério” não é de algo misterioso e difícil de entender, mas sim de um segredo que Deus manteve escondido desde antes que o mundo fosse formado (Rm 16:25). Agora que o segredo foi revelado, não é algo difícil de se entender.

O grande segredo do propósito eterno de Deus era que, quando Israel viesse a rejeitar o Messias, e consequentemente fosse deixado de lado por algum tempo nas disposições governamentais de Deus, o Espírito Santo reuniria, por meio do evangelho, crentes judeus e gentios de todas as nações para formar uma nova companhia celestial de santos. Estes estariam unidos a Cristo como Seu corpo e noiva. Isso ficou escondido no coração de Deus, e não foi revelado no Antigo Testamento (Ef 3:9). Aqueles que viveram em outras épocas desconheciam isso por completo, pois era algo que só começaria no dia de Pentecostes (Mt 16:18; At 2:1-3, 47; 11:15). Esse segredo, portanto, não foi levado ao conhecimento dos homens até a época do Novo Testamento, e isso através do ministério especial do apóstolo Paulo (Ef 3:2-5, 9; Cl 1:24-27).

O mistério não está na Pessoa de Cristo, nem em Sua vida perfeita como Homem neste mundo, nem em Sua morte e ressurreição, e tampouco em Sua vinda para reinar neste mundo em poder e glória. Todas estas coisas foram mencionadas nas Escrituras do Antigo Testamento. O maravilhoso segredo, que agora foi revelado, é que Cristo teria um complemento (a igreja — o Seu corpo e noiva) ao Seu lado em um dia vindouro quando Ele iria reinar publicamente sobre este mundo. Do dia de Pentecostes até a vinda de Cristo (Arrebatamento), Deus está chamando pessoas para fora de todas as nações por intermédio do evangelho, para que façam parte deste maravilhoso privilégio (At 15:14).

Portanto, ao enxergarmos que a verdade da igreja não tem qualquer parte no Antigo Testamento, não nos voltamos a ele para aprender como a igreja deve adorar e nem como deve funcionar administrativamente, já que ela não aparece ali. Este é um ponto extremamente importante. Trata-se de algo que muitos cristãos não percebem.

Fonte: http://aordemdedeus.blogspot.com.br/2011/05/igreja-nao-aparece-no-antigo-testamento.html

Deus os abençoe a todos.

Paz!

Germano Luiz Ourique


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório