Um caso clássico que eu costumava citar em minhas aulas era o da importadora que teve uma carga de “maçãs” retida na alfândega por discrepância na documentação. O funcionário da alfândega que reteve a carga alegava que a importação devia ter sido de “macas”, não de “maçãs”.

Acostumado a documentos preenchidos com máquina de escrever, era a primeira vez que ele via um preenchido por computador e impresso nas impressoras de então, que ainda não eram acentuadas. A falta do cedilha e do til era suficiente para impedir que uma carga de frutas entrasse no país como se fossem equipamentos hospitalares. Um detalhe nem um pouco insignificante.

E a Bíblia, a Palavra de Deus, será que ela traz detalhes insignificantes com os quais não precisamos nos preocupar? Não, tudo nela tem um significado; tudo é importante e tem uma razão de ser. Como eu sei? Porque Jesus falou do“jota” e do “til”.

Mat_5:18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.

No original “jota” é “yod”, a menor letra do alfabeto hebraico. O “til” refere-se a uma pequena marca usada para distinguir uma letra de outra, como usamos o“til” em nossa língua, aquela “minhoquinha” que nos faz anasalar as vogais transformando “a” em “ã”. A referência feita por Jesus poderia também ser explicada em nosso alfabeto pela pequena perninha que diferencia um “E” de um “F”, ou seja, um segmento minúsculo da letra, mas que muda tudo. Continue lendo »


Lucas não segue uma ordem cronológica. Os outros Evangelhos mostram Satanás entrando em Judas durante a refeição da Páscoa e antes da ceia do Senhor. Em João 13:27 Jesus diz que o traidor seria “aquele a quem eu der este pedaço de pão molhado no prato’. Então, molhando o pedaço de pão, deu-o a Judas Iscariotes, filho de Simão. Tão logo Judas comeu o pão, Satanás entrou nele. ‘O que você está para fazer, faça depressa’, disse-lhe Jesus… Assim que comeu o pão, Judas saiu.”. Neste evangelho Judas, Satanás e os líderes religiosos aparecem reunidos numa mesma trama.

Aproximava-se “a festa dos pães sem fermento, chamada Páscoa, e os chefes dos sacerdotes e os mestres da lei estavam procurando um meio de matar Jesus, mas tinham medo do povo. Então Satanás entrou em Judas, chamado Iscariotes, um dos Doze. Judas dirigiu-se aos chefes dos sacerdotes e aos oficiais da guarda do templo e tratou com eles como lhes poderia entregar Jesus. A proposta muito os alegrou, e lhe prometeram dinheiro. Ele consentiu e ficou esperando uma oportunidade para lhes entregar Jesus quando a multidão não estivesse presente” (Lc 22:1-6). Continue lendo »


A segunda vinda de Cristo pode ser relacionada com a chegada do messias para os Judeus?

A chegada do Messias já aconteceu e os judeus não perceberam, pelo contrário O mataram: “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.” (João 1:11)

Já a segunda vinda de Cristo se dará após os sete anos de tribulação quando o Senhor Jesus virá para instaurar o milênio.

.

Se fosse para guerra, e matasse alguem, seria pecado? Pois á várias histórias na Biblía de soldados que mataram 800 pessoas.

Gente, entendam de uma vez por todas, a pergunta está errada. A pergunta não é se algo é pecado ou não. A pergunta é: “Isto agrada a Deus?” Porquê? Primeiro, porque cristãos não se preocupam com o pecado, pois o que está escrito é: I João 5:18 – “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.” Quer dizer que cristãos não cometem pecados? Não! Quer dizer que Jesus já pagou por todos os pecados daqueles que são salvos. Quem é salvo não tem que se preocupar com o pecado; quem é salvo se ocupa em agradar a Deus. E só. Simples assim.

.

As igrejas que louvam com ritmos diferentes, como rap, pagode etc a Biblia diz algo contra esses ritmos? E pq muitas pessoas tem o preconceito de uma igreja que canta dessa forma?

Leia para entender: http://leiaabiblia.blog.br/voce-realmente-sabe-o-que-e-a-igreja/ Continue lendo »


Pergunte a um grupo de cristãos qual é a expectativa de cada um e você terá diferentes respostas. Uns esperam que o evangelho seja pregado em todo o mundo para criar uma nova era de paz e prosperidade. Na profecia você realmente encontra uma terra transformada com Cristo reinando por mil anos, porém essa expectativa é para Israel, não para a Igreja. Afinal, como poderia “a esposa do Cordeiro” (Ap 21:9) viver na terra sabendo que “a nossa cidadania está nos céus” (Fp 3:20)? Nós reinaremos sobre a terra” (Ap 5:10) e seus habitantes judeus e gentios, e não na terra.

Outros estão esperando por guerras, fomes e catástrofes globais, pela chegada do anticristo e, finalmente, pela vinda de Cristo em glória para julgar. Porém esta expectativa é para os cristãos nominais que serão deixados para trás após o arrebatamento da igreja, pois “rejeitaram o amor à verdade que os poderia salvar” (2 Ts 2:10). Ela também serve para um remanescente de judeus fiéis que sofrerá com a grande tribulação. Nesse tempo os verdadeiros salvos já não estarão no mundo, pois o Senhor prometeu que sua Igreja seria guardada “da hora da provação que está para vir sobre todo o mundo” (Ap 23:10).

Os viciados em teorias conspiratórias vivem nessa expectativa de catástrofes sem perceber que ocupar-se com o anticristo, guerras e organizações secretas não é ocupar-se com Cristo. Continue lendo »