Agora é a vez dos saduceus tentarem fazer Jesus cair em contradição. Por não crerem na ressurreição, eles apresentam um caso hipotético de uma viúva que se casa com o cunhado e fica outra vez viúva, e assim sucessivamente até ter sido casada com sete irmãos antes de ela própria falecer. A pergunta se baseava na Lei, que dizia que uma viúva sem filhos deveria se casar com o cunhado, para deste gerar descendência para o marido falecido. A pergunta deles é: “Na ressurreição, de quem ela será esposa, visto que os sete foram casados com ela?” (Lc 20:33).

Jesus expõe a ignorância dos que analisam as coisas eternas com a mente carnal. Ele diz: “Os filhos desta era casam-se e são dados em casamento, mas os que forem considerados dignos de tomar parte na era que há de vir e na ressurreição dentre os mortos não se casarão nem serão dados em casamento, e não podem mais morrer, pois são como os anjos. São filhos de Deus, visto que são filhos da ressurreição” (Lc 20:34-36).

Os “filhos desta era” são as pessoas em geral, que vivem num mundo onde Deus estabeleceu o matrimônio entre homem e mulher. Continue lendo »


O que significa dizer que se um homem atentar para uma mulher já cometeu adultério com ela? Mt. 5:28.

Mateus 5:28 – “Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher PARA A COBIÇAR, já em seu coração cometeu adultério com ela.”

Atentar, no caso, é sinônimo de prestar atenção e cobiçar. Isso é o mesmo que  adulterar.

.

Aonde na Bíblia diz que sexo antes do casamento é pecado, e quais as consequências desse ato?

A Bíblia não fala em sexo “antes” do casamento porque biblicamente a relação sexual consuma o casamento. As consequências desse ato podem ser as mais variadas, desde uma ingravidez desejada até uma doença com consequências imprevisíveis.

.

Os desastres naturais, como tsunami, os terremotos etc, existe uma explicacao natural para essas coisas. Mas questionam pq Deus permite essas coisas.

Exatamente por isso, porque são naturais. Simplesmente acontecem. Continue lendo »


Primeiro “os chefes dos sacerdotes, juntamente com os mestres da lei e os líderes religiosos” (Lc 20:1) quiseram questionar a autoridade de Jesus tentando acusá-lo de ser uma fraude. Mas a estratégia falhou e foram desmascarados. Agora eles mandam “espiões, que se fingiam justos, para apanhar Jesus em alguma coisa que ele dissesse, de forma que o pudessem entregar ao poder e à autoridade do governador” (Lc 20:20).

Em Apocalipse o apóstolo João viu a Jesus e disse que “seus olhos eram como chama de fogo” (Ap 1:14). Como um moderno raio laser, o olhar do Senhor penetra todas as coisas. Imagine a ingenuidade dos líderes religiosos enviando “espiões, que se fingiam justos, para apanhar Jesus em alguma coisa” (Lc 20:20). E você, já tentou parecer justo aos olhos de Deus, fingindo-se capaz de viver de modo a merecer o céu?

Aplicar uma maquiagem de religião não vai funcionar. Basta um olhar penetrante do Senhor para o seu rímel derreter, sua base virar meleca e o lápis dos olhos escorrer como negras lágrimas. É assim que Deus nos vê quando fingimos ser justos. A única solução para o pecador é apresentar-se de cara lavada e convicto de sua culpa, arrependido e crendo que Jesus morreu em seu lugar para pagar por seus pecados. Continue lendo »


A palavra traduzida como “assembleia” (igreja) é “ekklesia” em grego. Isso significa “chamados para fora“, e refere-se àqueles que foram chamados juntamente com um propósito. Ela é mencionada uma vez em conexão com os filhos de Israel – um grupo de pessoas chamado para fora do Egito para um relacionamento com o Senhor. Enquanto eles estavam no deserto em seu caminho para a terra de Canaã, Estevão a chamou de “a assembleia no deserto” (At 7:38 – JND). A palavra “assembleia” também foi usada uma vez em conexão com um grupo de gentios pagãos (incrédulos), que foi convocado para tomar uma decisão sobre o seu negócio (At 19:32, 41).

Todas as outras referências à “assembleia” na Escritura falam de um grupo especial de pessoas que creram no evangelho e assim receberam o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador – isto é: os Cristãos. Eles foram “chamados fora” da massa da humanidade para um lugar especial de favor e bênção diante de Deus, em relação com Cristo, que é “a Cabeça da assembleia” (Ef. 5:23). O termo é usado de duas maneiras em conexão com os Cristãos:

Em primeiro lugar, para descrever os crentes no Senhor Jesus universalmente. Trata-se de todos os que creem n’Ele e são selados com o Espírito Santo, desde o dia de Pentecostes ao Arrebatamento (Mt 16.18; Ef 1:22, 5:25, 29, 32, etc.). Continue lendo »