Se você foi a Cristo em busca de uma vida mansa e próspera neste mundo provavelmente foi enganado pelas promessas de um pregador do evangelho da prosperidade. O mesmo falso evangelho foi pregado pela serpente no Éden e oferecia tudo o que “parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e… desejável para… se obter discernimento” (Gn 3:6). Foram estas também as tentações usadas pelo diabo ao sugerir que Jesus transformasse pedras em pão, para agradar seu “paladar”; ao encher seus “olhos” com todas as riquezas do mundo; e ainda insistir que saltasse do ponto mais alto do templo para fazer prova de Deus.

Em sua primeira epístola João nos exorta a não irmos atrás das coisas terrenas como as prometidas pelos pregadores da prosperidade. Ele diz: “Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provêm do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” (1 Jo 2:15-17).

Esses pregadores apoiam suas promessas principalmente no Antigo Testamento, pois para Israel, Deus prometeu sim prosperidade terrena, mas nunca bênçãos celestiais. Para a igreja, porém, a exortação é que “tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos. Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos” (1 Tm 6:8). Continue lendo »


Deus vai arrebatar sua igreja e o mundo continuará existindo para a grande tribulação, correto? E o que será a grande tribulação? Ainda haverá possibilidade de salvação? Leio Apocalipse mas não consigo entender muito bem o livro…

Correto! Quando a Igreja for arrebatada, terá início a “septuagésima semana de Daniel” ou os sete anos de tribulação. Juntamente com a Igreja será retirado da terra o Espírito Santo como “habitação” dos salvos porque não haverá mais salvos. O Espírito Santo atuará como no Velho Testamento quando Ele “inspirava” as pessoas. Voltará a ser então pregado o Evangelho do Reino (Mt 24:14) que Jesus pregava (e João Batista também) porque o Reino de Deus (o milênio) estará muito próximo. Haverá chance de arrependimento para aqueles que nunca ouviram o Evangelho. Para os que ouviram o Evangelho e rejeitaram Jesus, Deus mandará a “operação do erro para que creiam na mentira” (2 Ts 2:11) e para esses não haverá mais nenhuma chance de salvação.

.

Tudo na nossa vida é permitido por Deus?

Tudo. O que Deus não permite não acontece.

.

Deus conhece tudo sobre nós, então nós nunca surpreendemos a Deus em nossos momentos de oração e adoração. Deus fica emocionado com uma entrega sincera nossa?

Isaías 62:5 – “Porque, como o jovem se casa com a virgem, assim teus filhos se casarão contigo; e como o noivo se alegra da noiva, assim se alegrará de ti o teu Deus.” Continue lendo »