Autor: O apóstolo Paulo foi o autor principal do livro de Colossenses (Colossenses 1:13). Timóteo também recebe algum crédito (Colossenses 1:1).

Quando foi escrito: O livro de Colossenses foi provavelmente escrito entre 58-62 dC.

Propósito: O livro de Colossenses é um mini-curso de ética, abordando todas as áreas da vida cristã. Paulo progride da vida individual ao lar e família, do trabalho à forma na qual devemos tratar os outros. O tema deste livro é a suficiência de nosso Senhor, Jesus Cristo, em satisfazer nossas necessidades em todas as áreas.

Versículos-chave: Colossenses 1:15-16: “Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele.”

Colossenses 2:8: “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo.”

Colossenses 3:12-13: “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós.” Continue lendo »


Primeiro Jesus compara o seu Reino a uma hortaliça: “É como um grão de mostarda que um homem semeou em sua horta. Ele cresceu e se tornou uma árvore, e as aves do céu fizeram ninhos em seus ramos” (Lc 13:18-19). Se quiser entender a Bíblia você deve buscar as respostas na própria Bíblia, e é o que vamos fazer aqui para entender o significado da árvore e das aves em seus ramos.

Se você aprendeu que a semente de mostarda transformada em árvore é uma figura positiva do avanço do evangelho no mundo, é melhor passar uma borracha nessa ideia. Alguns acrescentam que os pássaros aninhados seriam os líderes religiosos instalados nos diferentes ramos da cristandade para promover o crescimento da igreja. Apesar de uma explicação assim ser tão conveniente e confortável para eles quanto aos ninhos, eles deveriam se envergonhar de aplicar a si mesmos uma posição que o Senhor rejeitou. Ele disse: “As aves do céu têm seus ninhos, mas o Filho do homem não tem onde repousar a cabeça”(Lc 9:58).

Para começar, um pé de mostarda cresce no máximo até um metro e vinte. Ninguém chamaria isso de árvore e é improvável que pássaros façam ninhos em seus ramos. Portanto Jesus está falando de uma mutação, um crescimento anormal do Reino na terra. Na Bíblia a árvore é uma figura da humanidade, que tem raízes na terra e não no céu. Continue lendo »


Então se alguém estiver doente (fisicamente) e pedir oração, nem adianta orarmos? Se um filho está no hospital com câncer, por exemplo, apenas devemos aceitar?

Isso que você disse não tem nenhuma base bíblica e você sabe disso. Se alguém estiver doente fisicamente, ore para que as pessoas que cuidam daquele enfermo sejam guiadas por Deus. Ore para que a pessoa suporte a enfermidade. Não perca seu tempo orando e pedindo cura para Deus. A medicina está muito adiantada. E foi Deus que permitiu. Se Deus quer a pessoa sã, ela simplesmente não adoece. Simples assim. Chega dessa palhaçada de curas. sinais, maravilhas, coisas extraordinárias, Deus fazendo isso, Deus fazendo aquilo. Salvos possuem a habitação do Espírito Santo. É Deus EM NÓS. O que você quer mais? Nem Paulo nem Timóteo foram curados das suas enfermidades. Pense.

.

A Lei não tem mais valor, foi abolida, então não preciso dar valor a muitos textos do AT, principalmente Leviticos, Deut, Numeros, Exodo…? É importante a leitura, mas não importa muito né?

A lei tem um valor imenso: mostrar o nosso pecado e a nossa iniquidade. Sem a lei, como saberíamos o valor da graça? Toda a Bíblia é importante: II Timóteo 3:16-17 – “TODA A ESCRITURA é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.”

Existe uma diferença enorme entre ter valor e ter APLICAÇÃO PRÁTICA. Uma armadura de um cavaleiro medieval nos dias de hoje teria um valor imenso e nenhuma aplicação prática. Continue lendo »


Apresentamos aqui algo acerca dos mais maravilhosos e proveitosos princípios que nos levam a um correto entendimento espiritual da posição e da condição do crente diante de Deus. A ignorância que existe acerca destes pontos é algo que entristece, já que a má compreensão da posição e condição do cristão diante Deus pode resultar em confusão e falsas doutrinas.

Certa vez perguntaram a um pregador se determinada forma de agir de um crente alteraria seu estado diante de Deus. – Sim – respondeu ele – afetará a sua condição, mas não a sua posição perante Deus. O que quer dizer isto? Conduziremos o leitor às passagens da Palavra de Deus que tratam deste assunto tão importante. Primeiramente citaremos três passagens que falam da nossa POSIÇÃO diante de Deus:

Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis.” (1 Co 15.1.)

“Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.” (Rm 5.1,2.)

“Por Silvano, vosso fiel irmão, como cuido, escrevi abreviadamente, exortando e testificando que esta é a verdadeira graça de Deus, na qual estais firmes.” (1 Pd 5.12.)

A posição do convertido é tal como Deus o vê em Cristo Jesus. Por conseguinte, o crente se encontra, diante de Deus, em toda a perfeição de Cristo Jesus. E como Deus vê a Seu Filho amado? Sem defeito, sem mancha, sempre perfeito. Como Deus nos vê? Em Cristo Jesus nos vê salvos, lavados com o Seu sangue e também sem defeitos, sem manchas e para sempre perfeitos. Continue lendo »