Em resposta ao comentário do homem que disse que felizes seriam os que participariam do banquete no Reino de Deus, Jesus conta uma parábola: “Certo homem estava preparando um grande banquete e convidou muitas pessoas. Na hora de começar, enviou seu servo para dizer aos que haviam sido convidados: ‘Venham, pois tudo já está pronto’” (Lc 14:16-17). Assim é o convite que Deus faz — um convite que só precisa ser aceito, pois “tudo já está pronto”. Não faria sentido você ser convidado para um banquete e no convite vir escrito: “Traga sua própria comida, bebida, prato, talheres e guardanapos”.

Pois é exatamente isto que muitas religiões fazem: convidam você para o banquete de Deus, porém mandam que você traga a comida. Pregam uma salvação por obras, dizendo que você precisa se esforçar, sofrer e trabalhar para ser salvo. Mas quem dá o banquete é que deve cuidar de tudo. Assim é a salvação; Deus não exige de você coisa alguma para ajudar na obra que custou a vida de Jesus.

Deus pode dizer “tudo está pronto” porque há dois mil anos Jesus bradou na cruz: “Está consumado!” (Jo 19:30). Horas antes em sua oração ao Pai “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1:29) disse: “Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer” (Jo 17:4). Continue lendo »


Autor: 2 Tessalonicenses 1:1 indica que o livro de 2 Tessalonicenses foi escrito pelo apóstolo Paulo, provavelmente junto com Silas e Timóteo.

Quando foi escrito: O livro de 2 Tessalonicenses foi provavelmente escrito em 51-52 DC.

Propósito: A igreja de Tessalônica ainda tinha alguns equívocos sobre o Dia do Senhor. Eles achavam que já tinha acontecido, então pararam de trabalhar. Eles estavam sendo gravemente perseguidos. Paulo escreveu para esclarecer os mal-entendidos e confortá-los.

Versículos-chave: 2 Tessalonicenses 1:6-7: “se, de fato, é justo para com Deus que ele dê em paga tribulação aos que vos atribulam e a vós outros, que sois atribulados, alívio juntamente conosco, quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder.”

2 Tessalonicenses 2:13: “Entretanto, devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação, pela santificação do Espírito e fé na verdade.”

2 Tessalonicenses 3:3: “Todavia, o Senhor é fiel; ele vos confirmará e guardará do Maligno.”

2 Tessalonicenses 3:10: “Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma.” Continue lendo »


Um dos que estão com Jesus à mesa diz: “Feliz será aquele que comer no banquete do Reino de Deus” (Lc 14:15). Certamente será um privilégio participar dos benefícios do Reino de Deus quando este for estabelecido pelo Messias na terra. Mas será que aquele homem e os outros estavam cientes de que o Rei estava bem ali com eles e convidando cada um a desfrutar desse privilégio?

Hoje, apesar de exilado no céu, Jesus continua convidando a muitos, não do modo como fez com os judeus para serem meros súditos de seu reino, mas para desfrutarem de um privilégio ainda mais elevado: o de filhos de Deus e membros do corpo de Cristo, a Igreja, que é a sua Noiva. Esta reinará com ele, e não sob ele como acontecerá com Israel. Você pode até ter boa intenção ao chamar a Cristo de “Rei”, mas as escrituras nunca o chamam de Rei da Igreja. Para a Igreja ele é o Noivo, um privilégio muito mais elevado do que o prometido a Israel.

Depois de ressuscitar e subir ao céu, Jesus sentou-se no trono de seu Pai, mas quando ele estiver sentado em seu próprio trono a sua promessa para os que forem salvos por ele vai muito além de apenas “comer no banquete do Reino de Deus”. Continue lendo »


“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas SEM OMITIR aquelas. ” Mateus 23:23… Cristo apoiou a prática do dízimo!

Sim, Cristo apoiou a prática do dízimo para os JUDEUS, os escribas e fariseus hipócritas. Dízimo foi SÓ para judeus, era planta ou animal e era SÓ para os Levitas que cuidavam do Templo em Jerusalém. Não existe mais Templo em Jerusalém, nem Levitas para cuidar de nenhum Templo e muito menos dízimo. Leia o post acompanhando com a sua Bíblia cada uma das citações. Ore e o Espírito Santo lhe mostrará a heresia que é pedir ou dar dízimos hoje.

http://leiaabiblia.blog.br/dizimo-e-biblico-nos-dias-de-hoje

.

Aqueles quadros comparativos que vocês usam entre NT e AT significa então a Bíblia não é uma só – seria uma heresia afirmar uma coisa dessas, de acordo com 2 Timóteo 3:16?

A Bíblia NÃO É uma só. São 66 livros diferentes escritos por mais de 40 autores ao longo de 1500 anos. Com duas grandes divisões chamadas de Antigo Testamento e Novo Testamento, com um hiato de 400 anos de silêncio entre uma e outra divisão. É o que se chama de período intertestamentário. O Antigo Testamento nos mostra a história da humanidade de Adão até 400 anos antes de Jesus Cristo. O Novo Testamento, os Evangelhos e o início da Igreja fundada por Cristo, da qual fazem parte todos aqueles salvos pela graça de Deus através da fé em Jesus Cristo desde o dia de Pentecostes até hoje. E Paulo ensina para Timóteo é que “desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, PELA FÉ QUE HÁ EM CRISTO JESUS.” (II Timóteo 3:15). Só. Não tem heresia nenhuma. Continue lendo »