Os discípulos ainda estão admirados com a libertação do menino possesso por um demônio, quando Jesus lhes diz: “Ouçam atentamente o que vou lhes dizer: o Filho do homem será traído e entregue nas mãos dos homens” (Lc 9:44). Eles não entendem este aviso de que Jesus seria preso e condenado à morte por seu próprio povo.

A razão é explicada no versículo seguinte: “Eles não entendiam o que isso significava; era-lhes encoberto, para que não o entendessem” (Lc 9:45). Deus quis que o significado destas palavras ficasse temporariamente oculto a eles. As palavras “traído e entregue” deixaram claro tratar-se de algo muito grave, pois a passagem continua dizendo que “tinham receio de perguntar-lhe a respeito dessa palavra” (Lc 9:45). Porém o porquê, quando, como ou por quem eles ainda não podiam compreender.

A julgar pelo tempo que andavam juntos e pelo carinho e atenção que Jesus lhes dedicava era de se esperar que os discípulos já tivessem um certo grau de intimidade com o Senhor. Mas não. Tudo indica que, apesar do acesso franqueado por aquele que disse “Venham a mim” (Mt 11:28), o problema da falta de uma comunhão maior com o Senhor vinha dos próprios discípulos. Continue lendo »


‘’Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. ’’ – (Provérbios 3:5)

Somos falhos nos mais diversos sentidos, e tendemos a viver colhendo os frutos de nossos erros e pecados, que às vezes geram resultados tão escabrosos e catastróficos que nós mesmos sentimos dificuldade em conseguir nos perdoar. Seguir em frente torna-se um obstáculo e o desânimo parece preencher o lugar pertencente à fé. Passamos então a nos questionar se Deus realmente estaria disposto a nos perdoar, se nem nós conseguimos fazê-lo.

Precisamos entender que em todas as coisas permitidas pelo Senhor há um propósito claro e firme. Antes mesmo de nascermos, Ele já havia planejado o que seria feito a partir de nossos erros e acertos e traçado formas de transformar em bênçãos tudo de ruim que poderíamos fazer.

O fato de que o Espírito Santo nos proporciona o arrependimento e nos permite entender onde erramos faz toda a diferença, mais uma vez evidenciando o quanto somos dependentes de Deus para absolutamente tudo. Nossas imperfeições (e pecados gerados por elas) nos fazem compreender que sem Deus nada somos. Continue lendo »


Chega ao fim aquela atmosfera celestial que os discípulos respiravam durante a transfiguração de Jesus no monte. Agora eles descem para o nível deste mundo e se veem diante da multidão carregada das terríveis marcas que o pecado deixou na Criação. Um homem se aproxima de Jesus e descreve a triste condição de seu filho único: ele é possuído por um espírito maligno que está destruindo sua vida.

O pai aflito explica a Jesus que havia pedido aos discípulos que expulsassem o espírito maligno de seu filho, mas nenhum deles foi capaz de fazê-lo. “Ó geração incrédula e perversa”, diz Jesus, “até quando estarei com vocês e terei de suportá-los?” (Lc 9:41). Ele não diz “Ó demônios, até quando terei de suportá-los?”, mas provavelmente esteja falando dos discípulos ou mesmo de toda a humanidade.

Primeiro, porque todo ser humano é, por natureza, incrédulo. Segundo, porque os homens pervertem as coisas de Deus ao seu bel prazer. Assim somos todos “geração incrédula e perversa”. Quando você não crê no poder de Deus, passa a confiar em seus próprios recursos. Isto é incredulidade. E se você perverte ou distorce as coisas de Deus para atender seus próprios interesses você é perverso. Continue lendo »


Sim, eu ja li todos os posts, acompanho aqui sempre, mas nem todos que estão na igreja são convertidos, há pessoas que vem do mundo, pessoas novas, que nunca foram á igreja, certo? Tudo que vi então foi uma mentira? Eu leio sempre tudo daqui, muitas coisas que aprendi na minha vida toda me confundem.

Eu sei. E entendo perfeitamente o que você está dizendo. Acontece que chega um momento em que a gente se dá conta de que tudo isso que estamos vendo aí é um engano, é uma farsa. É por isso que Paul Washer diz: “Você é um cristão ou só faz parte desse circo chamado igreja evangélica moderna?”

Na Igreja Verdadeira só existem pessoas salvas, santas, separadas. Na Igreja Verdadeira as pessoas amam a Deus sobre todas as coisas, amam ao próximo como a eles mesmos e se reúnem somente em nome de Jesus Cristo, como foi ordenado que se fizesse. Na Igreja Verdadeira, as pessoas que não estiverem em pecado ceiam juntos lembrando a memória de Cristo uma vez por semana. A Igreja Verdadeira não tem prédio, nem nome, nem CNPJ, nem cargos, nem ministérios inventados pelos homens. A Igreja Verdadeira são só as pessoas, as que Jesus Cristo vai buscar no dia do arrebatamento. Elas podem se reunir em qualquer lugar e a qualquer hora. E, se dois ou três estiverem reunidos EM NOME DE JESUS, Jesus estará ali. Quem acrescenta as pessoas à Igreja é o próprio Senhor Jesus, que pelo poder do Espírito Santo, converte e salva aqueles que à Igreja devem ser acrescentados. Quem dirige um culto de adoração na Igreja Verdadeira é o Espírito Santo de Deus e não um homem. A adoração na Igreja Verdadeira é bíblica, com salmos, cânticos e hinos espirituais. Sem instrumentos musicais, é claro. A Igreja Verdadeira é muito simples, ela é bíblica. Só.

.

Porque todos os ateus me deixam sem argumentos sobre as contradiçoes biblicas? eles sao mt inteligentes oq eu faço?

pq todos os ateus me deixam sem argumentos sobre as contradiçoes biblicas?

Resposta: Porque você não tem argumentos e eles tem.

eles sao mt inteligentes oq eu faço?

Resposta: Seja mais inteligente do que eles. Você já leu a Bíblia toda? Você estuda a Bíblia? Quantas horas por dia você dedica à leitura e estudo da Bíblia?

Lucas 16:8 – “E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque OS FILHOS DESTE MUNDO SÃO MAIS PRUDENTES NA SUA GERAÇÃO DO QUE OS FILHOS DA LUZ.”

Nesta parábola, um tanto estranha e que poucos entendem, Jesus conta a história de um mordomo desonesto que é elogiado em sua desonestidade pelo seu Senhor. Ao ver que seria demitido, o mordomo passa a dar aos devedores do seu Senhor, descontos nas dívidas para que estes lhe ficassem devendo favores. E assim, se ele fosse demitido, teria a quem recorrer em um momento de dificuldade.

Enquanto os ateus forem melhores ateus do que nós somos cristãos, nunca teremos argumentos. Continue lendo »