Em Lucas 10 Jesus é abordado por um doutor da Lei e o versículo 25 revela que sua intenção era “por Jesus à prova”. Ele pergunta: “Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna?”. Para entendermos a pergunta precisamos entrar na mente daquele judeu e raciocinar como ele. De que vida ele está falando? Não é da mesma “vida eterna” que hoje um crente em Cristo possui.

O doutor da Lei pergunta “o que preciso fazer” porque a Lei exigia do homem obediência para ser recompensado em sua vida aqui, porém homem algum jamais foi capaz de guardar toda a Lei, exceto Jesus. A Lei, portanto, não pode salvar, mas apenas mostrar que o homem é incapaz de alcançar os padrões divinos. A esperança de um judeu era de vida neste mundo, uma vida longa, próspera e sem fim no reino terrenal do Messias. A Lei dizia: “Obedeçam aos meus decretos e ordenanças, pois o homem que os praticar viverá por eles… Os mansos comerão e se fartarão… o vosso coração viverá eternamente…” (Lv 18:5; Sl 22:25-31).

Na doutrina dada à igreja pelos apóstolos aprendemos que, para o cristão, a vida eterna está em Cristo. Ela nada tem a ver com a vida de abundância de alimento e prosperidade sem fim prometida aos israelitas. É uma vida sem começo nem fim, como Cristo é eterno, sem começo nem fim. Continue lendo »


Você disse que o dom de falar em linguas, etc não existem mais, e não é segundo a sua concepção mas sim segunda Biblia, que é a Palabra de Deus. Onde isso está escrito? Porque não existem mais? Existem denominações onde muitas pessoas têm esses dons, essas pessoas estão mentindo?

Onde isso está escrito?

Resposta: Na Bíblia.

Porque não existem mais?

Resposta: Porque acabaram. O dom de línguas estrangeiras foi um sinal específico para aquela época do primeiro século e só aconteceu três vezes em toda a Bíblia.

Existem denominações onde muitas pessoas têm esses dons, essas pessoas estão mentindo?

Resposta: Eu diria que elas estão enganando ou sendo enganadas. O nome disso é glossolalia. Leia o post para entender: O que é glossolalia?

.

Principados e potestades são hierarquias espirituais tanto do bem como do mal??

Sim.

.

Na minha igreja, ceiamos somente uma vez no mês, isso é pecado? Porque à alguns posts atras você disse que a Igreja Verdadeira ceia uma vez por semana! Parece uma pergunta boba, mas é um duvida :)

“E NO PRIMEIRO DIA DA SEMANA, AJUNTANDO-SE OS DISCÍPULOS PARA PARTIR O PÃO, Paulo, que havia de partir no dia seguinte, falava com eles; e prolongou a prática até à meia-noite.” – Atos 20:7

Leia o Novo Testamento e observe como era a ceia. Aquele é o modelo. Continue lendo »


Depois de agradecer ao Pai por revelar as coisas celestiais aos “pequeninos” ou ignorantes deste mundo e não aos “sábios e cultos”, Jesus diz: “Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém sabe quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém sabe quem é o Pai, a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser revelar” (Lc 10:21-22). A chave para se conhecer a Deus está no verbo “revelar”.

É impossível ao homem compreender as coisas eternas pela razão, pois nossa mente natural foi criada para viver no espaço-tempo material. Deus se faz conhecer apenas por revelação. E como se obtém tal revelação? Pela fé, crendo que Deus enviou o seu Filho ao mundo para morrer numa cruz e receber ali o juízo pelo pecado.

Quando você tira uma foto com uma câmera de filme, você sabe que a foto está ali, mas não consegue vê-la até que ela seja revelada. Ao crer em Jesus você sabe que ele morreu por você e seus pecados foram pagos na cruz, ainda que nada disso lhe seja visível. Mas Deus revela esse filme em seu coração e você pode dizer sem hesitar: “Jesus morreu por mim, ele levou sobre si os meus pecados na cruz e agora eu conheço o Pai”. Continue lendo »


“Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou. Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo. Quem fala de si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça.” – João 7:16-18

Uma menina de 6 anos, vendo a sua mãe fazer um peixe assado para o almoço, perguntou: “Mamãe, porque a senhora corta a cabeça e o rabo do peixe antes de assar? Eu já vi muitas fotos de peixe assado com a cabeça e o rabo.” A mãe então responde: “Minha filha, sua avó foi quem me ensinou a fazer assim. Porque você não vai lá na sala e pergunta para ela?” A menina vai até a sala e faz para a avó a mesma pergunta recebendo a resposta: “Minha netinha, eu sempre fiz assim porque foi assim que aprendi com a sua bisavó. Vamos ligar para ela e perguntar?” A menina liga para a bisavó e pergunta: “Bisa, eu liguei para lhe fazer uma pergunta: Porque a senhora cortava a cabeça e o rabo dos peixes antes de colocar na forma para assar?” Ao que a bisavó da menina responde: “Sabe o que acontecia, minha menina? Eu tinha que cortar a cabeça e o rabo dos peixes para assar porque quando eu e meu marido nos casamos nós não tínhamos muito recursos e ao comprarmos a forma para assar peixes precisamos comprar uma pequena. Para caber o peixe dentro da forma eu tinha que cortar a cabeça e o rabo.”

Em toda a Bíblia temos apenas um exemplo de pessoas como a menina curiosa do relato acima. Se trata da passagem que está em Atos 17:10-11 – “E logo os irmãos enviaram de noite Paulo e Silas a Beréia; e eles, chegando lá, foram à sinagoga dos judeus. Ora, estes foram MAIS NOBRES do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, EXAMINANDO CADA DIA NAS ESCRITURAS SE ESTAS COISAS ERAM ASSIM.” Continue lendo »