Nos últimos 3 minutos você viu que é uma insensatez tentar misturar lei e graça, judaísmo e cristianismo, salvação por obras e por fé. É o mesmo que colocar remendo de pano novo em vestido velho ou vinho novo em odres velhos.

Agora Jesus vai se encontrar com duas pessoas, uma velha e outra nova, e irá curar as duas. Uma é menina, de doze anos, filha de um líder religioso, e ela está morrendo. Mas os líderes religiosos não se opunham a Jesus? Sim, a maioria deles. Mas este, com sua única filha à morte, é um exemplo claro de como mudamos de opinião quando a água bate no queixo.

Alguém disse que não existem ateus nos campos de batalha e que as últimas palavras do mais convicto piloto ateu, gravadas na caixa preta do avião prestes a se espatifar no solo, são sempre as mesmas: “Meu Deus!”.

Enquanto caminha em direção à casa da menina que viveu saudável por doze anos e acabou surpreendida pela morte, uma mulher que há doze anos sofre de uma hemorragia aproxima-se de Jesus. Não importa se você é jovem e saudável, a morte sempre está à espreita. E ainda que ela não chegue de forma precoce, como no caso da menina, todos os dias você perde um pouco de vida, como o sangue que se esvai daquela mulher. Ambas precisam de Jesus. Continue lendo »


Autor: Moisés foi o autor do Livro de Êxodo (Êxodo 17:14, 24:4-7, 34:27).

Quando foi escrito: O livro de Êxodo foi escrito entre 1440 e 1400 AC.

Propósito: A palavra “êxodo” significa partida. No tempo definido por Deus, o êxodo dos israelitas do Egito marcou o fim de um período de opressão para os descendentes de Abraão (Gênesis 15:13), e o início do cumprimento da promessa da aliança com Abraão que seus descendentes não só viveriam na Terra Prometida, mas também se multiplicariam e se tornariam uma grande nação (Gênesis 12:1-3, 7). O objetivo desse livro pode ser definido como delinear o crescimento rápido dos descendentes de Jacó, do Egito ao estabelecimento da nação teocrática em sua Terra Prometida.

Versículos-chave: Êxodo 1:8: “Entrementes, se levantou novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José.”

Êxodo 2:24-25: “Ouvindo Deus o seu gemido, lembrou-se da sua aliança com Abraão, com Isaque e com Jacó. E viu Deus os filhos de Israel e atentou para a sua condição.”

Êxodo 12:27: “Respondereis: É o sacrifício da Páscoa ao SENHOR, que passou por cima das casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu os egípcios e livrou as nossas casas. Então, o povo se inclinou e adorou.”

Êxodo 20:2-3: “Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim.”

Resumo: Êxodo começa onde Gênesis terminou: com Deus lidando com o Seu povo escolhido, os judeus. Esse livro traça os eventos de quando Israel entrou no Egito como convidados de José, que era poderoso no Egito, até quando acabaram sendo libertados da escravidão cruel à qual tinham sido forçados por … “novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José” (Êxodo 1:8). Continue lendo »