‘’Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo; O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras. ’’ – (Tito 2:12-14)

Nós, cristãos, precisamos estar em constante estado de alerta. Sabemos que o nosso Senhor voltará a qualquer momento e pretende nos encontrar vigilantes, proclamando o evangelho e comportando-nos conforme as Suas diretrizes.

Muitos creem que a vinda de Cristo é apenas uma esperança longínqua e imprecisa, e, portanto, distante de nossa realidade recorrente. Porém, os sinais estão se cumprindo vigorosamente. Aguardá-Lo é tanto um privilégio quanto uma responsabilidade, e também um exercício de fé, a qual precisa se evidenciar em nossa conduta diária, através da maneira que pensamos e agimos. Continue lendo »


Chegamos à última parábola do capítulo 13 de Mateus. Aqui uma rede é lançada ao mar e apanha todo tipo de peixe. Os pescadores, identificados como sendo os anjos, fazem a separação dos peixes bons e ruins, antes de lançarem estes últimos na fornalha.

Quando diz que há peixes bons e ruins, isso não tem a ver com as coisas que os peixes fizeram, com suas boas e más ações. Por acaso você conhece algum peixe ruim no sentido de malvado, ou um peixe bom no sentido de honesto? Peixes são o que são.

Não são pessoas boas que vão para o céu, mas pecadores perdoados e purificados graças ao sacrifício de Cristo na cruz. Deus transforma pecadores em salvos, como se transformasse peixes ruins em bons dando eles uma nova natureza. Digamos que antes de crer em Jesus você fosse uma sardinha podre e fedida, e agora é um salmão vivo e vibrante. A ideia é essa.

Esta parábola também mostra que no reino dos céus há falsos e verdadeiros convivendo lado a lado. Portanto não confie em tudo o que traz o nome de cristão, evangélico, católico, bíblico etc. Produtos piratas podem ser idênticos ao original. Continue lendo »


Tá mas Deus dá o dom aos pastores para expulsar a demônios nas pessoas com problemas nas igrejas…se não quem irá fazer?

Deus não “dá o dom aos pastores”; o pastorado é um dom. E não existe isso de “expulsar a demônios nas pessoas com problemas nas igrejas”. Acontece que na verdade poucas pessoas sabem o que é a Igreja Verdadeira. A Igreja não é um local, a Igreja é gente salva reunida em qualquer lugar. Por favor, leia o post acompanhando cada uma das citações com a sua Bíblia para que você possa entender o que é a Igreja: Você realmente sabe o que é a Igreja?

.

Existe alguma passagem na bíblia falando que devemos fazer santa ceia todo 1º domingo do mês? Eu nunca achei, por que devemos fazer?

Não existe. Isso de primeiro domingo do mês é tradição criada pelas denominações.

.

Devo confessar-me ao pastor?

A Deus e a alguma pessoa quando houver cometido alguma falta contra ela. Isso é o que diz a Bíblia. Continue lendo »


“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo. E louvo-vos, irmãos, porque em tudo vos lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei.” I Corintios 11:1-2

É comum ouvirmos alguém dizer que devemos ser imitadores de Cristo. Ocorre que aí reside uma séria dificuldade. Para que alguém seja “imitador” de Cristo, se faz necessário que essa pessoa seja sem pecado, o que é impossível. Sabemos que “todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus” conforme o que está escrito em Romanos 3:23. Sabemos também que Cristo foi sem pecado porque está escrito: “Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.” Hebreus 4:15

Se Cristo é sem pecado e é impossível que O imitemos, devemos imitar a quem? O que a Bíblia ensina? As passagens que mencionam a quem devemos imitar são:

Imitarmos a Paulo: I Corintios 4:16 –  “Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores.”

Imitarmos a Paulo: I Corintios 11:1 – “Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.”

Imitarmos a Deus COMO FILHOS: Efésios 5:1 – “SEDE, pois, imitadores de Deus, como filhos amados;”

Imitarmos a Paulo: Filipenses 3:17 – “Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam.” Continue lendo »