Após Jesus ter apaziguado a tempestade o barco chega ao outro lado do Mar da Galiléia. Aquele que mostrou ter poder sobre as enfermidades e os elementos da natureza vai mostrar que tem poder e autoridade sobre mais de dois mil demônios. Demônios são seres espirituais que se rebelaram contra Deus muito antes da criação dos seres humanos. O motivo? Orgulho, independência, autossuficiência — as mesmas coisas que nos fazem passar longe de Deus.

A diferença que existe entre esses seres e os homens é que Deus criou esses seres e seu número permanece o mesmo. Anjos e demônios não procriam, multiplicam ou morrem. Os que você encontra na Bíblia são os mesmos que sempre estiveram por aí. Por não terem sido vítimas de um estímulo ou tentação externa, como aconteceu com Adão e Eva que foram tentados por Satanás travestido de serpente, e também por não morrerem, não há perdão ou salvação para esses seres espirituais que pecaram. Mas para os seres humanos há.

Ao contrário do que você vê nos gibis e filmes, os demônios não moram no inferno. Eles estão por aí circulando entre o céu e a terra e se opondo a tudo o que é de Deus. Deus quer salvar? Os demônios querem destruir. Deus quer libertar? Eles querem escravizar. Deus quer aliviar? Eles querem transtornar. Continue lendo »


“E o Senhor vos aumente, e faça crescer em amor uns para com os outros, e para com todos, como também o fazemos para convosco; para confirmar os vossos corações, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso SENHOR Jesus Cristo com todos os seus santos.” I Tessalonicenses 3:12-13

Sabemos que Deus não precisa de nada que venha de nós. Ele nos cura, liberta e salva para a glória do Seu nome, e a salvação é obra exclusivamente Sua, quanto a isto não há dúvidas.

A questão é que muitos confundem graça com liberdade para pecar e continuam vivendo na perdição. Para eles, uma vez que Deus já fez tudo o que deveria ser feito para não passarmos a eternidade no inferno, não temos nenhuma responsabilidade, logo podemos aproveitar a passagem terrena aos nossos próprios deleites e prazeres. Ignoram a obrigação e o privilégio que temos de viver conforme Cristo deseja e ainda assim se consideram cristãos, proclamando o evangelho com os lábios e praticando-o apenas quando convém. Amor e consideração ao que agrada a Deus não interessam. Triste realidade! Continue lendo »


Jesus exerceu seu poder e autoridade sobre as enfermidades do leproso, do servo do centurião e da sogra de Pedro. Mesmo assim, quando lemos do diálogo dos dois homens que querem segui-lo aprendemos onde realmente está a resistência: no coração do ser humano. Para Deus não existe doença mais mortal que a autoconfiança e o orgulho de achar que você é capaz de fazer as coisas em sua própria energia. Não existe doença pior do que a crença em si mesmo e a incredulidade em Deus.

Agora é hora de Jesus provar seu poder sobre os elementos da natureza, e ele faz isso até dormindo.  Anoitecia quando o barco com Jesus e seus discípulos começou a travessia do Mar da Galileia que é, na realidade, um imenso lago de água doce. No meio do caminho uma forte tempestade se abate sobre o barco, que parece prestes a afundar. Os discípulos estão desesperados. Jesus dorme.

Acordado por eles, Jesus repreende primeiro a falta de fé deles, depois os ventos e as ondas do mar. Deve ter sido mais fácil acalmar a tempestade do que os discípulos. Eles estão surpresos com tamanha demonstração de poder sobre os elementos da natureza. Não deveriam se surpreender. Se realmente conhecessem quem era aquele que dormia no barco teriam ficado mais surpresos por saber que, mesmo dormindo, ele estava no controle da situação. A fé não precisa enxergar as circunstâncias mudarem; a fé precisa apenas de Jesus no barco. Continue lendo »


O que a bíblia diz sobre o homossexualismo

A Bíblia nos diz de forma consistente que a atividade homossexual é pecado (Gênesis 19:1-13; Levítico 18:22; Romanos 1:26-27; I Coríntios 6:9). Romanos 1:26-27 ensina especificamente que a homossexualidade é resultado de negar e desobedecer a Deus. Quando a pessoa continua em pecado e incredulidade, a Bíblia nos diz que Deus “a abandona” a pecado ainda mais perverso e depravado para mostrar-lhe a futilidade e desesperança da vida longe de Deus. I Coríntios 6:9 proclama que os “transgressores” homossexuais não herdarão o reino de Deus.

Deus não cria a pessoa com desejos homossexuais. A Bíblia nos diz que a pessoa se torna homossexual por causa do pecado (Romanos 1:24-27), e definitivamente por sua própria escolha. A pessoa pode nascer com grande tendência à homossexualidade, da mesma forma como algumas pessoas nascem com tendências à violência e outros pecados. Mas isto não é desculpa para escolher o pecado, cedendo aos próprios desejos pecaminosos. Se uma pessoa nasce com grande tendência à ira, isto faz com que seja certo que, então, ceda a esses desejos? Claro que não! O mesmo é verdade com relação à homossexualidade.

Entretanto, a Bíblia não descreve a homossexualidade como um pecado “maior” do que qualquer outro. Todos os pecados são ofensivos a Deus. A homossexualidade é somente uma das muitas coisas enumeradas em I Coríntios 6:9-10, coisas que vão manter a pessoa afastada do reino de Deus. De acordo com a Bíblia, o perdão de Deus está disponível ao homossexual da mesma forma como está disponível a um adúltero, adorador de ídolos, assassino, ladrão, etc. Deus também promete força para conquistar a vitória sobre o pecado, incluindo homossexualidade, a todos quantos crerem em Jesus Cristo para salvação (I Coríntios 6:11; II Coríntios 5:17). Continue lendo »