Jesus, que foi questionado quanto à sua idoneidade por comer com corruptos e pecadores, agora revela mais um lampejo de quem ele realmente é: o Noivo.

Quando alguns indagam por que os discípulos de João Batista jejuam e seus discípulos não, Jesus estabelece uma distinção clara entre o passado e o presente. Não faz sentido os convidados do noivo jejuarem enquanto o noivo está com eles. A mensagem para qualquer bom entendedor judeu é clara. No Antigo Testamento Deus é chamado de noivo. Aqui Jesus anuncia também sua morte: viria um dia quando o noivo seria tirado. Isso mostra que sua morte não foi um acidente da história, mas algo que fazia parte de um plano maior.

As pessoas precisam entender que até João Batista vigorou uma forma de Deus tratar com o homem. Até ali o homem foi testado sob a lei dada a Moisés, e ficou claro que ninguém seria capaz de ser salvo obedecendo aos mandamentos. Jesus, o Filho de Deus, era o único capaz de obedecer, e ali estava ele prestes a trocar de lugar conosco. Ele se colocaria no lugar que nós merecíamos estar — sob o juízo de Deus e na morte — e nos colocaria no lugar de onde veio e onde não merecíamos estar: o céu. Continue lendo »


Pai é pai , Filho é Filho e Espírito Santo é Espírito Santo? Ou todos Formam um só Deus!? Esclareça isso pra gente.. pq tem pessoas quem creem que Jesus é Jesus e Espírito Santo é só Espírito Santo e Deus é o Pai.. e tem pessoas que creem que Deus veio como Jesus , que nos concedeu o espirito Santo.

Este post explica detalhadamente o assunto: O que a Bíblia ensina sobre a Trindade?

.

O dizimo não é anti-biblico! Ele só não é uma obrigação! “De tudo quanto me deres certamente eu te darei o dizimo” e não precisar ser em dinheiro, basta dar com amor e gratidão ao Senhor! Qual a sua religião?

O dízimo É anti-bíblico nos dias de hoje. Já respondi e expliquei aí abaixo:

http://ask.fm/LeiaaBiblia/answer/35051306788

Por favor, leia o post estudando em sua Bíblia cada uma das citações para entender:

Dízimo: é bíblico nos dias de hoje?

E se eu tivesse uma “religião” seria um fariseu, não um cristão.

.

Devemos ”adorar a Deus de todas as formas” correto? E não podemos marcar nosso corpo, pois é o templo do Senhor. Mas e se um cristão quiser fazer uma tatuagem em forma de adoração? (tipo a estrela de Davi ou um versículo)

Devemos ”adorar a Deus de todas as formas” correto?

Errado, isso não é bíblico. Jesus foi muito claro quando disse em João 4:23-24 – “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai EM ESPÍRITO E EM VERDADE; porque o Pai procura a tais que ASSIM o adorem. Deus é Espírito, e IMPORTA que os que o adoram o adorem EM ESPÍRITO E EM VERDADE.” Continue lendo »


Jesus perdoou os pecados de um paralítico e depois o curou. A multidão se maravilhou com o milagre visível da cura, mas o milagre invisível do perdão dos pecados e da salvação daquele homem só gerou indignação entre os religiosos. Afinal, só Deus pode perdoar pecados.

Mateus, o autor do evangelho, é um pecador. Ele sabe disso, tem convicção. Afinal, ser um publicano ou coletor de impostos em seus dias significa ter uma das profissões mais odiadas. Publicanos são conhecidos por cobrarem impostos injustos, se aproveitarem do cargo para o enriquecimento ilícito e são também considerados traidores: trabalham para o inimigo, o invasor romano.

Jesus vê Mateus na coletoria, o chama, e Mateus deixa tudo para segui-lo. Muitos escutam este convite, mas poucos estão dispostos a embarcar na aventura de um relacionamento pessoal com o Filho de Deus, aquele que veio chamar pecadores e tem autoridade e poder para perdoar pecados. Continue lendo »


Jesus demonstrou ter poder sobre os seres espirituais, o mar e os ventos. Agora ele vai revelar que conhece os pensamentos das pessoas e tem autoridade para perdoar pecados. Você ainda tem dúvidas de que estamos diante do Filho de Deus encarnado?

Os amigos do paralítico fazem das tripas coração para levar o enfermo até Jesus. São obrigados a descer a maca com o enfermo por uma abertura no telhado, de tanta gente que se aglomera à porta da casa onde Jesus está. Jesus vê a fé deles — dos amigos e do paralítico — e… cura o homem? Ainda não. Primeiro ele perdoa seus pecados. Isso mesmo, ele diz: “Seus pecados estão perdoados”. Diante disso alguns religiosos judeus pensam consigo mesmos: “Este homem está blasfemando!”(Mt 9:2-3). Jesus lê seus pensamentos e cura o paralítico para mostrar que tem poder tanto para curar como para perdoar pecados.

Por que os judeus consideram blasfêmia perdoar pecados? Porque só Deus pode fazer isso. Agora preste atenção na reação das pessoas. A multidão fica maravilhada quando vê o paralítico andar, mas isso não aconteceu quando Jesus fez o mais importante: salvar aquele homem perdoando seus pecados. Continue lendo »