Aproxima-se o momento em que Jesus se despedirá de seus discípulos para subir aos céus. Ele lhes diz: “‘Foi isso que eu lhes falei enquanto ainda estava com vocês: era necessário que se cumprisse tudo o que a meu respeito estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos’. Então lhes abriu o entendimento, para que pudessem compreender as Escrituras” (Lc 24:44-45).

A Lei, os profetas e os Salmos representavam todo o Antigo Testamento, porém nem os discípulos, que andaram por três anos com Jesus, seriam capazes de compreender as Escrituras se o Senhor não lhes abrisse o entendimento. O apóstolo Paulo deixa isso claro, ao dizer que “o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente” (1 Co 2:14).

Isto significa que o mais sábio incrédulo nunca será capaz de entender uma vírgula sequer da Bíblia, enquanto o mais iletrado crente absorve naturalmente os mistérios de Deus quando guiado pelo Espírito Santo. Entendeu agora a razão de não existir nada para você aprender em livros, filmes e novelas com temas bíblicos produzidos por incrédulos? Continue lendo »


Autor: O livro de 2 João não revela diretamente o nome de seu autor. A tradição desde os primeiros dias da igreja estabelece que o autor foi o apóstolo João. Tem havido várias conjeturas ao longo dos anos de que um outro discípulo de Cristo chamado João talvez tenha sido o responsável por esta carta. No entanto, todas as evidências apontam para o autor como sendo João, o discípulo amado, o qual também escreveu o Evangelho de João.

Quando foi escrito: O livro de 2 João possivelmente foi escrito por volta do mesmo tempo que as outras cartas de João, 1 e 3 João, provavelmente entre 85-95 DC.

Propósito: O livro de 2 João é um apelo urgente para que os leitores da carta de João demonstrassem o seu amor por Deus e seu Filho Jesus ao obedecer ao mandamento de amar uns aos outros e viver suas vidas em obediência às Escrituras. O livro de 2 João também é um forte alerta para terem cuidado com os enganadores que andavam dizendo que Cristo não tinha realmente ressuscitado na carne.

Versículos-chave: 2 João 6: “E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele.”

2 João 8-9: “Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão. Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.”

Resumo: O livro de 2 João é dirigido “à senhora eleita, e a seus filhos”. Esta talvez tenha sido uma senhora de importante posição na igreja ou um código que se refere à igreja local e sua congregação. Naqueles dias, quando os cristãos estavam sendo perseguidos, era comum usar saudações codificadas. Continue lendo »


Nas epístolas de Paulo nós encontramos a palavra “mistério” repetida diversas vezes. Isto porque Paulo recebeu revelações desconhecidas dos profetas do Antigo Testamento e até dos apóstolos que andaram com Jesus. Aos outros apóstolos já tinha sido revelado o “mistério do Reino de Deus” (Mc 4:11), mas os mistérios revelados a Paulo não estão limitados à terra e ao tempo, como é o caso do Reino de mil anos, mas têm uma amplitude eterna. O “mistério” da ressurreição é um deles, e Paulo o apresenta aos Coríntios começando com o contraste da primeira Criação:

“O primeiro homem era do pó da terra; o segundo homem, do céu. Os que são da terra são semelhantes ao homem terreno; os que são do céu, ao homem celestial. Assim como tivemos a imagem do homem terreno, teremos também a imagem do homem celestial. Irmãos, eu lhes declaro que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem o que é perecível pode herdar o imperecível” (1 Co 15:47-50).

“Eis que eu lhes digo um mistério”, continua Paulo ao trazer uma revelação inédita: “Nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. Pois a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados. Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade. Continue lendo »


Comemorar a páscoa e comer ovos de chocolate é anti-bíblico? O que a Bíblia diz a respeito?

Biblicamente falando, não há nenhuma conexão entre a ressurreição de Jesus Cristo e as tradições modernas relacionadas com o Domingo de Páscoa. Essencialmente, o que ocorreu é que, a fim de tornar o Cristianismo mais atraente para os não-Cristãos, a antiga Igreja Católica Romana misturou a celebração da ressurreição de Jesus com as celebrações dos rituais da fertilidade que ocorriam na primavera. Estes rituais de fertilidade são a origem do ovo e das tradições do coelho.

.

Sobre guarda o sábado só vale pro Velho Testamento ou permanece no novo sei mais dizem q Velho Testamento e velho e que temos que seguir o Novo Testamento que foi o que Jesus deixou agora pra gente. Me mostre se estiver uma passagem falando sobre isso no Novo Testamento.

Leia Gálatas e Hebreus.

.

Germano, a bíblia nos fala, acho que em romanos, que toda autoridade é escolhida por Deus. No caso de pessoas como Hitler, Deus teria dado permissão?

Deus não deu permissão, Ele ordenou: Romanos 13:1 – “TODA a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e AS POTESTADES QUE HÁ FORAM ORDENADAS POR DEUS.” Continue lendo »