Qual judeu, de sã consciência, incluiria na genealogia de Jesus duas prostitutas? Mateus faz isso no primeiro capítulo de seu evangelho. Tamar e Raabe eram prostitutas.

E tem mais, tem Jeconias, um rei amaldiçoado pelo profeta Jeremias; tem Rute, uma moabita, povo inimigo de Israel; tem o rei Salomão, que teve mil mulheres, grande parte delas de povos inimigos, e mergulhou na mesma idolatria desses povos. Quem foi Salomão? Era filho de Bate-Seba, a mulher com quem Davi cometeu adultério e cujo marido mandou para a morte. O interessante é que o nome dela não aparece na genealogia, mas sim o de seu marido traído!

E se você analisar a vida de cada um da lista de ancestrais de Jesus vai chegar à conclusão de que não salva um. Ou então vai perceber que Deus queria mandar um recado; queria dizer que eram justamente pecadores assim que Ele ia salvar. Continue lendo »


“Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança.” Romanos 15:4

Nós, cristãos, estaremos permanentemente desajustados enquanto estivermos no mundo. Nossos comportamentos, palavras, atitudes e desejos sempre estarão em desacordo com o que é comum e trivial aos olhos dos que preferem viver na impiedade. Como resultado, somos desprezados, repelidos e padecentes de perseguições dos mais diversos tipos (moral, física ou ideológica, por exemplo). E assim deve ser!

As características consolidadas em nós pelo Espírito Santo contrastam com tudo o que é louvável e ambicionado no mundo.  Em seus diversos conselhos e ensinamentos, Cristo nos alertou que sofreríamos perseguições. Portanto, quanto isto acontecer, devemos nos alegrar nEle certos de que estamos trilhando o caminho que leva à vida eterna.

A Palavra de Deus é clara e objetiva no que cerne a conduta cristã. Ela nos oferece as armaduras dos quais necessitamos para batalhar enquanto estivermos nesta vida findável. Elas são princípios bíblicos que batem de frente com o que aprendemos ser certo e valoroso conforme as demandas mundanas. Continue lendo »


Jesus encerra sua despedida com a promessa de enviar o Espírito Santo, que só poderia vir morar nos crentes após Ele ser glorificado nas alturas. Para isso eles deviam permanecer em Jerusalém, a mesma cidade onde ele tinha sido rejeitado, morto e ressuscitado, e de onde o evangelho da graça sairia levando “o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações” (Lc 24:47). Ali também o Espírito Santo pousaria na Igreja que estava para ser formada. Jesus diz: “Eu lhes envio a promessa de meu Pai; mas fiquem na cidade até serem revestidos do poder do alto” (Lc 24:49).

Depois disso ele leva os discípulos a Betânia, a aldeia que era o lugar preferido do Senhor. Ali ele encontrava repouso na casa de Lázaro, era servido por Marta e desfrutava da total atenção de Maria assentada aos seus pés (Jo 12:1-3). Não poderia existir um lugar mais apropriado para ser a última parada de nosso Senhor na terra. Dali ele não só voltaria aos céus, mas subiria abençoando os seus. “Tendo-os levado até as proximidades de Betânia, Jesus levantou as mãos e os abençoou. Estando ainda a abençoá-los, ele os deixou e foi elevado ao céu” (Lc 24:50-51).

Este evangelho começa e termina com alegria. Primeiro, quando o anjo anunciou a Zacarias o nascimento de João Batista: “Ele será motivo de prazer e de alegria para você, e muitos se alegrarão” (Lc 1:14). Depois, “quando Isabel ouviu a saudação de Maria, o bebê [João] agitou-se em seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Em alta voz exclamou: ‘Logo que a sua saudação chegou aos meus ouvidos, o bebê que está em meu ventre agitou-se de alegria’” (Lc 1: 41-44). Mais tarde os pastores ouviriam da boca do anjo “boas novas de grande alegria” pois “na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor” (Lc 2:10-11). Continue lendo »


Qual a diferença entre: cristão, evangélico e crente?

Basicamente é:

Cristão – quem segue a Jesus Cristo.

Evangélico – quem segue alguma doutrina evangélica.

Crente – no contexto religioso, crente é todo aquele que crê em Deus e manifesta a sua crença.

.

Como não ter medo de Deus?

Sendo inconsequente. Salmos 111:10a – “O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria.”

.

Existe alguma base bíblica para o calvinismo? Quer dizer… todos somos eleitos desde o princípio ou se o homem chegar a Deus ele será salvo? Obrigado. Paz!

Não perca tempo com essas discussões teológicas entre Calvinistas e Arminianos. São doutrinas de homens. Concentre-se na leitura e estudo da Palavra de Deus e confie no poder do Espírito Santo para revelar a você o que for necessário. Continue lendo »