Jesus caminha quase cem quilômetros, da Galileia ao Jordão, só para ser batizado por João Batista. Ele deve considerar o batismo algo muito importante.

Mas agora João está com um problema. Até ali ele vinha dizendo às pessoas que se arrependessem de seus pecados e fossem batizadas. E agora, o que fazer com Jesus? Como poderia João, um pecador, batizar o Filho de Deus sem pecado? Ele iria se arrepender de quê?

De nada. Jesus não tinha de que se arrepender, mas está disposto a ir lado a lado com aqueles que têm muito de que se arrepender. Você nunca teve alguma situação grave em sua vida, quando alguém se dispôs a ir junto com você, a ficar do seu lado? Então sabe do que estou falando. Jesus está pronto a passar junto com o pecador por aquilo que simboliza a morte. Três anos depois ele teria de enfrentar sozinho o mar profundo do juízo de Deus e suas ondas de terror, morrendo numa cruz. Mas ele não ficaria na sepultura. Deus o ressuscitaria, para que você não viesse a passar pelo juízo. Isto se você crer.

Quando Jesus explica a João que fazendo assim está cumprindo toda a justiça, João consente em batizá-lo. Continue lendo »


Existe mesmo alguma relação com Apocalipse 17:9 em diante, e essa história de que os papas são os reis, Roma a cidade das sete colinas onde está assentada a besta…?

Apocalipse 17:9-10 – “Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada. E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo.”

Roma é a cidade das sete colinas, só que os sete reis são os Imperadores Augusto, Tibério, Calígula, Cláudio, Nero, Vespasiano e Tito, que reinaram de 27 a.C. até 81 d.C.

É interessante notar que a grande maioria das pessoas erradamente acredita que o livro do Apocalipse se refere aos acontecimentos dos nossos dias, sendo que o primeiro versículo do Apocalipse é claríssimo ao relatar: “REVELAÇÃO de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos AS COISAS QUE BREVEMENTE DEVEM ACONTECER; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo;”

Ou seja, a grande maioria das coisas que são relatadas no Apocalipse já aconteceram.

.

O que é fé?

Leia Hebreus 11.

.

Como ouvir a voz de Deus?

Lendo a Bíblia. É por ela que Deus fala conosco. Continue lendo »


Você se daria ao trabalho de ir até um deserto para ouvir um homem vestido em um manto de pelos de camelo? E se soubesse que ele se alimentava de gafanhotos e mel, interessaria?

João Batista não é nem um pouco atraente ou diplomático, mas é justamente um homem assim que Deus escolhe para anunciar a chegada de um reino que não é da terra, mas do céu, e de seu rei, Jesus.

Nada de soldados uniformizados tocando trombetas douradas como nos contos de fadas, mas um João com aparência de louco foi o escolhido para anunciar uma mensagem nada agradável: “Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo” (Mt 3:2).

Quem escuta João e se arrepende é batizado por ele no rio Jordão. Quem não lhe dá ouvidos…

Bem, algumas pessoas estão ali apenas por curiosidade e acabam ouvindo o que não queriam ouvir. João chama aqueles cidadãos distintos da sociedade judaica de “raça de víboras” (Mt 3:7). Eles são os fariseus e saduceus.

Os fariseus professam grande devoção à lei de Moisés e são cheios de justiça própria. É claro que há fariseus sinceros, que se esforçam para levar uma vida correta, mas sinceridade não salva ninguém de seus pecados. Se você conhece alguém que acha que sua vida correta irá salvá-lo, então já sabe o modo de pensar de um fariseu. Continue lendo »


Quando Jesus nasceu, alguns homens sábios do Oriente chegaram a Jerusalém perguntando pelo Rei de Israel que tinha nascido.

Quando o rei Herodes e os moradores de Jerusalém souberam disso ficaram preocupados. Você também ficaria se corresse o risco de passar o governo a outro.

E o governo de sua vida, você passaria a Jesus? Ou faria qualquer coisa para evitar isso? Herodes decidiu que precisava eliminar Jesus.

Aqueles sábios chegaram a Belém com presentes para o menino: ouro, incenso e mirra, uma erva amarga tirada de uma árvore cheia de espinhos. Apesar de Sua perfeição áurea e fragrância divina, Jesus estava destinado a amargar uma morte infame. Pregado num madeiro como um criminoso qualquer. Continue lendo »