Deus odeia quem faz mau uso da própria língua, e abomina quem a usa para provocar contendas entre irmãos.

“Estas seis coisas o SENHOR odeia, e a sétima a sua alma ABOMINA: olhos altivos, LÍNGUA MENTIROSA, mãos que derramam sangue inocente, o coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal, A TESTEMUNHA FALSA QUE PROFERE MENTIRAS, E O QUE SEMEIA CONTENDAS ENTRE IRMÃOS.” Provérbios 6:16-19

Somos instruídos por Cristo a ser sal e luz e isto envolve mais que apenas sentimentos e emoções, pois praticar o que é ensinado por Ele exige atitude e proatividade, e também sabedoria, prudência e cautela, sendo estas últimas características escassas e subestimadas no mundo.

Que a ninguém infamem, nem sejam contenciosos, mas modestos, mostrando toda a mansidão para com todos os homens. – (Tito 3:2)

Tagarelices e boatos desnecessários são terminantemente abomináveis à luz da Bíblia. Porém são muitos os que, por serem cristãos, pensam ter o dever de se intrometer na vida alheia por se julgarem moralmente superiores, e estão sempre dispostos a dar conselhos que não foram solicitados revelando apenas o chulo prazer em provocar intrigas e fofocar. Precisamos ter responsabilidade por tudo o que falamos, além de pensar nas consequências antes de tomar atitudes que possam gerar escândalo e desonra ao evangelho. Continue lendo »


Imagine que você seja um advogado inexperiente e seu chefe lhe diga: “Amanhã deixarei você assumir as rédeas no julgamento. Prepare-se, pois vai ser briga de foice”. No dia seguinte você é preso no fórum, armado de foice e tentando colocar um cabresto no juiz. Jesus aqui usa linguagem figurada para dizer aos discípulos que devem se preparar.

“Então Jesus lhes perguntou: ‘Quando eu os enviei sem bolsa, saco de viagem ou sandálias, faltou-lhes alguma coisa?’ ‘Nada’, responderam eles. Ele lhes disse: ‘Mas agora, se vocês têm bolsa, levem-na, e também o saco de viagem; e se não têm espada, vendam a sua capa e comprem uma. Está escrito: ‘E ele foi contado com os transgressores’; e eu lhes digo que isto precisa cumprir-se em mim. Sim, o que está escrito a meu respeito está para se cumprir’. Os discípulos disseram: ‘Vê, Senhor, aqui estão duas espadas’. ‘Basta!’, respondeu ele” (Lc 22:35-38).

Levar “bolsa” e “saco de viagem” é o mesmo que dizer para se abastecerem de dinheiro e roupas. E a espada? Que eles se sentiriam em meio a uma ‘briga de foice’. Os discípulos levam ao pé da letra e nem mencionam a bolsa e o saco de viagem. Não se sabe de onde eles logo tiram “duas espadas”. O Senhor lhes diz “Basta!”, não no sentido de que duas seriam suficientes, mas que aquele assunto estava encerrado. Continue lendo »


Olá, sou batizada nas águas, venho lendo, buscando e orando, no entanto, algumas vezes, vem na minha cabeça inclusive durante as orações pensamentos do tipo.. “Ah, isto é besteira, Deus não existe…”. Eu creio em Deus, mas não sei que devo fazer..

Lera mais Bíblia e orar mais. Ser persistente.

.

Quem eram os gentios?

Os não-judeus. Todos os que não eram judeus era gentios.

.

Oi, então é que eu tenho várias tatuagens, mas não lembro onde eu li ou onde alguém me falou, que quem tem tatuagem não vai pro céu, mas eu não sabia quando eu fiz, e agr?  :/

Você não vai para céu ou para o inferno pelo que você tem por fora, mas pelo que tem por dentro. Leia a Bíblia. Continue lendo »


Devemos estar atentos ao fato de que quando Deus diz algo, isso nem sempre vale para todas as ocasiões. É o caso desta passagem: “Então Jesus lhes perguntou: ‘Quando eu os enviei sem bolsa, saco de viagem ou sandálias, faltou-lhes alguma coisa?’ ‘Nada’, responderam eles” (Lc 22:35). Enquanto Jesus andou com eles, suas necessidades eram supridas, e as pessoas, beneficiadas pelas curas, lhes davam abrigo e proteção.

Antes a ordem que os discípulos receberam havia sido: “Não se dirijam aos gentios, nem entrem em cidade alguma dos samaritanos. Antes, dirijam-se às ovelhas perdidas de Israel… Não levem nem ouro, nem prata, nem cobre em seus cintos; não levem nenhum saco de viagem, nem túnica extra, nem sandálias, nem bordão” (Mt 10:5-10).

Porém agora os judeus haviam rejeitado a Jesus e em poucas horas ele seria preso e condenado à morte. Por isso eles não deviam mais se considerar “em casa” entre os de seu próprio povo. Sua missão não ficaria mais restrita a Israel, como tinha sido até então, mas incluiria o “Ide por todo o mundo” (Mc 16:15). Continue lendo »