Se você visitasse Jesus ficaria ocupado com ele ou com sua casa? Você não ficaria olhando a decoração tendo o Senhor bem ali na sua frente! Mas os discípulos aqui “estavam comentando como o templo era adornado com lindas pedras e dádivas dedicadas a Deus” (Mt 21:5). Porém Jesus mostra que o Templo já não era importante e anuncia sua destruição: “Disso que vocês estão vendo, dias virão em que não ficará pedra sobre pedra; serão todas derrubadas” (Lc 21:6).

É fácil ficarmos mais ocupados com as profecias acerca do Senhor do que com o Senhor das profecias. E é o que parece estar acontecendo aqui, ao perguntarem: “Quando acontecerão essas coisas? E qual será o sinal de que elas estão prestes a acontecer?” (Lc 21:7). Em Apocalipse 19:10 aprendemos que “o testemunho de Jesus é o espírito de profecia”, portanto é a sua Pessoa que importa, e não os eventos. Jesus quer mostrar aos discípulos que o judaísmo chegara ao fim e que, quando o assunto fosse profecia, deviam ficar atentos pois muitos iriam querer enganá-los.

Ele alerta: “Cuidado para não serem enganados. Pois muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ e ‘o tempo está próximo’. Não os sigam. Quando ouvirem falar de guerras e rebeliões, não tenham medo. É necessário que primeiro aconteçam essas coisas, mas o fim não virá imediatamente” (Lc 21:8-9). Continue lendo »


Porque Jesus não deixava que os demônios falassem?? “E também de muitos saíam demônios, clamando e dizendo: Tu és o Cristo, o Filho de Deus. E ele, repreendendo-os, não os deixava falar, pois sabiam que ele era o Cristo.” (Lc 4.41)

Porque não era a hora e Jesus não queria “propaganda” de Si mesmo. Jesus dizia o mesmo aos que curava, para que não contassem às outras pessoas.

.

Por que a bíblia usa a expressão “Senhor dos Exércitos” se referindo a Deus?

Porque este é um dos nomes de Deus em hebraico.

.

Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. 1 Coríntios 9:22 Sei que esse versículo é para ganhar almas, mas não entendi muito bem, o que ele quiz dizer com esse versículo?

Paulo dizia que ele compreendia as pessoas para as quais estava sendo pregado o Evangelho. Continue lendo »


No capítulo 21 do Evangelho de Lucas “Jesus olhou e viu os ricos colocando suas contribuições nas caixas de ofertas. Viu também uma viúva pobre colocar duas pequeninas moedas de cobre. E disse: ‘Afirmo-lhes que esta viúva pobre colocou mais do que todos os outros. Todos esses deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver’” (Lc 21:1-4). A divisão de capítulos não existe nos originais, portanto devemos ler este episódio como uma sequência do capítulo 20. E que sequência é essa?

No capítulo 20 encontramos Jesus no templo ensinando e tendo sua autoridade questionada pelos líderes religiosos dos judeus. Então ele conta uma parábola expondo a avareza desses líderes que, à semelhança dos lavradores maus, não teriam escrúpulos em matar o próprio filho do senhor da vinha para ficar com a herança. Eles eram os “pastores de Israel” que apascentavam a si mesmos, comiam a gordura das ovelhas e se vestiam com sua lã, como são descritos em Ezequiel 34. O capítulo termina com o alerta para os discípulos terem cuidado com os “mestres da Lei” que “devoram as casas das viúvas” (Lc 20:47), ou seja, roubam seus bens. Continue lendo »


Recebi um e-mail de alguém em dúvida se devia ler ou não meus livros de comentários bíblicos, pois não encontrou em meu currículo uma formação em teologia. Os cristãos se acostumaram ao modelo judaico de sacerdotes, escribas e doutores da Lei, e não percebem que isso não existe na Igreja. No judaísmo havia um clero intermediando os homens e Deus, mas não na Igreja. Nela todos são “sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo” (1 Pe 2:5). Hoje alguém que adote o título de “sacerdote” para se distinguir de outros cristãos é um impostor. Todos desfrutam igualmente de “plena confiança para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus” (Hb 10:19).

Mas não deveria existir na Igreja pessoas aptas a ensinarem as Escrituras? Certamente, e para isso Cristo “deu dons aos homens… com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado” (Ef 4:8-12). Aprendemos dos dons nas reuniões da igreja, onde “todos podem profetizar”, que significa proferir algo da Palavra de Deus, “de forma que todos sejam instruídos e encorajados” (1 Co 14:31). E podemos adotar a sugestão de Paulo a Timóteo: “As coisas que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie a homens fiéis que sejam também capazes de ensinar a outros” (2 Tm 2:2). Continue lendo »