Autor: 1 Coríntios 1:1 identifica o apóstolo Paulo como o autor do livro de 1 Coríntios.

Quando foi escrito: O livro de 1 Coríntios foi escrito em cerca de 55 dC.

Propósito: O apóstolo Paulo fundou a igreja em Corinto. Poucos anos depois de deixar a igreja, o apóstolo Paulo ouviu alguns relatos preocupantes sobre a igreja de Corinto. Eles estavam cheios de orgulho e tolerando a imoralidade sexual. Os dons espirituais estavam sendo usados indevidamente e havia um crescente mal-entendido das principais doutrinas cristãs. O apóstolo Paulo escreveu sua primeira carta aos Coríntios na tentativa de restaurar a igreja de Corinto à sua fundação: Jesus Cristo.

Versículos-chave: 1 Coríntios 3:3: “Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem?”

1 Coríntios 6:19-20: “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.”

1 Coríntios 10:31: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.”

1 Coríntios 12:7: “A manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso.”

1 Coríntios 13:4-7: “O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

1 Coríntios 15:3-4: “Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.” Continue lendo »


“A Lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por intermédio de Jesus Cristo”, diz João 1:17. Em Lucas 17 Jesus fala aos discípulos coisas que não farão sentido para você se não for um discípulo dele. Por que digo isto? Porque em sua condição natural o ser humano vive “satisfazendo as vontades da carne, seguindo os seus desejos e pensamentos” (Ef 2:3), os quais são contrários à direção do Espírito Santo que habita no crente em Jesus. Se você é dos que acham que ninguém tem nada a ver com a sua vida, então ainda não sabe o que é ser guiado pelo Espírito Santo em submissão a Cristo Jesus, o Senhor.

“Jesus disse aos seus discípulos: ‘É inevitável que aconteçam coisas que levem o povo a tropeçar, mas ai da pessoa por meio de quem elas acontecem. Seria melhor que ela fosse lançada no mar com uma pedra de moinho amarrada no pescoço, do que levar um desses pequeninos a pecar” (Lc 17:1-2). Se as suas palavras e atos puderem levar alguém a cair em pecado você não está vivendo segundo o amor fraternal. A seriedade disso o Senhor mostra com o exemplo da pesada pedra de moinho. Continue lendo »


Germano, todos nós assim que nascemos, temos pecado? Nós herdamos os pecados de Adão e Eva?

A natureza do homem é que é má e pecadora. Gênesis 6:5 – “E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.”

.

O que é um nazireu?

Leia Números 6.

.

Eu tinha um trauma de infância com o meu aniversário, cresci e li a Bíblia, hoje em dia, não vejo necessidade de comemorar. Acontece que esse ano fui “obrigada” a participar de uma festa para mim, mesmo eu tendo dito que não queria. O que eu faço?

Peça orientação ao Espírito Santo de Deus. Leia a Bíblia, ore a respeito. E tome a sua decisão. Continue lendo »


Experimente falar de morte a um incrédulo e ele provavelmente baterá três vezes com os dedos na madeira, numa tentativa supersticiosa de evitar o inevitável. Agora pergunte ao apóstolo Paulo o que ele achava da morte e sua resposta será: “Para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. Caso continue vivendo no corpo, terei fruto do meu trabalho. E já não sei o que escolher! Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor” (Fp 1:21).

O incrédulo sabe que, com a morte, deixará de desfrutar de seus bens, reputação, família, amigos, prazeres, etc. Por isso se agarra a essas coisas, pois é tudo o que tem. Não se espante quando vir alguém desesperado em defender opiniões, propriedades ou paixões. Se lhe tirarem isso nada lhe restará. O crente, porém, sabe que as coisas desta vida são passageiras, por isso se agarra às coisas eternas. Abraão diz ao rico: “Lembre-se de que durante a sua vida você recebeu coisas boas, enquanto que Lázaro recebeu coisas más. Agora, porém, ele está sendo consolado aqui e você está em sofrimento” (Lc 16:25). Continue lendo »