Erro catastrófico é crer que somos bons e capazes de fazer tudo por nós mesmos, confiando em nossos próprios esforços. Se fôssemos bons por natureza não necessitaríamos de um salvador. Somos incapazes de alcançar a santidade exigida por Deus através de nós mesmos.

Todos os nossos esforços não resultariam em nada, pois jamais poderíamos satisfazer a justiça de Deus de forma perfeita como Cristo o fez na cruz. Ele nos encoraja a também tomarmos nossa cruz porque Ele nos garantiu este privilégio, afinal, até mesmo padecer perseguições por amor ao Seu nome é uma honra inigualável concedida a seres concebidos em pecado como nós.

Precisamos nos humilhar em Sua presença e admitir que sem Ele nada somos ou podemos fazer, esta é a realidade e enquanto não a reconhecermos estaremos vivendo na ilusão de que nossas verdades pessoais podem nos levar a algum lugar. Continue lendo »


O versículo 4 de Lucas 17 fala de arrependimento e perdão, e ali o número sete representa algo completo, tanto para o arrependimento como para o perdão. “Se pecar contra você sete vezes no dia, e sete vezes voltar a você e disser: ‘Estou arrependido’, perdoe-lhe”. Arrepender-se é ir contra a natureza humana que quer sempre estar com a razão. Para se arrepender você precisa admitir que falhou, e seu ego não vai gostar disso. Você pode até fazer algo para reparar o dano e mesmo assim não estar arrependido, como quando paga uma multa de trânsito. Você sente-se mal pelo dinheiro que gastou, mas não pela infração que cometeu.

Ao pecarmos, nosso primeiro impulso é jogar a culpa em alguém, e isso não vem de hoje. Eva jogou a culpa na serpente: “A serpente me enganou, e eu comi” (Gn 3:13). Adão culpou a mulher e o próprio Deus: “Foi a mulher que [tu] me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi” (Gn 3:12). Colocar a culpa no outro é um instinto carnal, mas julgar a si mesmo e se considerar culpado é o resultado da graça operada por Deus na alma, algo contrário à natureza humana. Continue lendo »


Germano,poderia me mostrar vários versículos sobre a adoração de esculturas ou outros deuses ?

Versículos isolados não vão lhe dar o entendimento. Você precisa ler a Bíblia. Faça isso.

.

Mulher pode dar testemunho?

Depende. Quando a Igreja está reunida não. Porém, todos nós devemos dar testemunho vivendo o Evangelho.

.

Germano queria ter um relacionamento sério com Deus. Por onde devo começar? Sou muito hipócrita e não quero mais ser assim, quero sentir Jesus como eu sentia quando era criança e até sentir mais. Não quero mais cometer os mesmos pecados todos os dias, :/.

Comece lendo a Bíblia e orando. Todos os dias. Continue lendo »


O Senhor diz: “Se o seu irmão pecar, repreenda-o e, se ele se arrepender, perdoe-lhe. Se pecar contra você sete vezes no dia, e sete vezes voltar a você e disser: ‘Estou arrependido’, perdoe-lhe” (Lc 17:3-4). Repare que a passagem não diz para você deixar para lá ou relevar o pecado. Todo pecado é uma transgressão contra Deus, mesmo quando praticado contra o próximo. Então a forma bíblica de se lidar com o pecado é primeiro repreender quem pecou e depois perdoar, quando houver arrependimento.

Mas repreender não seria falta de amor? Ao contrário, a Bíblia está cheia de exemplos de repreensão para o benefício de quem errou. No livro de Provérbios encontramos passagens como: “A repreensão faz marca mais profunda no homem de entendimento do que cem açoites no tolo… Melhor é a repreensão feita abertamente do que o amor oculto… O Senhor disciplina [ou repreende] a quem ama, assim como o pai faz ao filho de quem deseja o bem…” (Pv 3:12; 17:10; 29:15;). Todavia a repreensão deve ser em um espírito de graça, e não de ódio ou vingança. Seu objetivo é levar o que pecou a arrepender-se e ser restaurado à comunhão com Deus. Continue lendo »