Como me batizo se não congrego em igrejas pela falta de fidelidade ao evangelho?

Qualquer pessoa pode batizar outra, porque não é quem batiza ou quem é batizado que importa, mas o batismo em si e em nome de quem, com com que autoridade, isso é feito. O Senhor deu essa ordenança aos doze apóstolos e isso incluiu até mesmo Judas, aquele que era falso.

Em Atos 2 diz “De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas”. Se considerarmos que a igreja estava começando e eram nesse tempo apenas 12 apóstolos (Matias estava agora no lugar de Judas), se os apóstolos conseguissem batizar uma pessoa a cada 5 minutos seriam necessárias 21 horas para batizarem todas essas pessoas. O mais provável é que muitos irmãos tenham feito isso.

A ideia de que apenas alguém que ocupe algum “cargo” ou tenha uma determinada formação é que pode batizar não passa de invenção humana, provavelmente para concentrar o poder nas mãos de poucos líderes.

Leia o artigo completo aqui: http://www.respondi.com.br/2009/01/quem-pode-batizar-uma-pessoa.html Continue lendo »


Qual é o nível da importância de se congregar?

Nível fundamental.

.

Deus se cansa de perdoar?

Se o que você pergunta é se Deus perdoa até um determinado ponto, sim. Deus perdoa até o ponto em que a pessoa se afasta tanto que não tem mais volta.

.

Germano, sinto que perdi Deus pra sempre e que não há volta mais pra mim, mesmo sabendo que Ele é amoroso, piedoso e compassivo… Eu não consigo me perdoar, o que faço?

Quem perdoa você é Deus, e não você mesmo. Continue lendo »


“Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.” I Tessalonicenses 4:15-18

A Palavra de Deus nos ensina que Jesus Cristo, antes da sua vinda, virá buscar a Igreja em um evento chamado de arrebatamento. É importante distinguirmos os dois eventos, que ocorrerão com uma distância aproximada de sete anos entre um e outro: primeiro o arrebatamento e após sete anos a vinda Cristo. Ninguém sabe quando será a volta de Cristo para julgar o mundo conforme está descrito em Apocalipse 1:7 “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.”

Também não sabemos quando ocorrerá o arrebatamento embora possamos concluir facilmente que este momento se aproxima com toda certeza. Existe muita confusão na cristandade quando o assunto é o fim dos tempos e os acontecimentos finais e muitas pessoas defendem algumas teorias desencontradas sobre este assunto. Há os que digam que não existe o arrebatamento, os que dizem que o arrebatamento acontecerá depois da grande tribulação, no meio da grande tribulação, após a tribulação e por aí vai. Continue lendo »


“Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” Gálatas 1:8

Muitos se empenham em converter o evangelho à condição humana. Por terem seus corações endurecidos e serem incapazes de abandonar o pecado preferem transformar as boas novas em algo que satisfaça seus próprios interesses sem causar as mudanças necessárias que devem ocorrer a partir da conversão.

Cristo é o mesmo ontem, hoje e sempre. O que precisamos fazer é aceita-Lo em nossas vidas como Ele é; ouvir e propagar a Sua doutrina sem tentar modificá-la ou adaptá-la para agradar homens ou a nós mesmos.

A Palavra tem que frutificar por si só através do Espírito Santo. O nome do Senhor foi e sempre será digno de respeito e glória. É uma desonra tentar remodelar o Seu caráter ainda que seja para alcançar mais almas. O Espírito convencerá quem Lhe aprouver, nossa tarefa é entregar a mensagem da cruz de forma pura e verdadeira, assim como ela é. Continue lendo »