‘’Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.’’ – (João 13:35)

Jesus Cristo nos instruiu sobre como seremos identificados como cristãos: se amarmos uns aos outros. Esta é a base da mensagem do evangelho, o amor puro, verdadeiro e gracioso que Deus nos exemplifica através do sacrifício de Seu Filho, que nos traz a salvação.

Infelizmente, o que temos visto ultimamente na cristandade é exatamente o contrário. Muitos, distanciando-se do evangelho verdadeiro e distorcendo as Escrituras pregam palavras de ódio causando dissensões e discórdias, colocando-se uns contra os outros, pregando doutrinas errôneas afirmando que são corretas e atacando piamente quem for contra seus ensinamentos enganosos.

‘’Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais. ’’ – (I Timóteo 6:3-5)

Será que Cristo aprovaria este tipo de atitude que só causa fragmentação entre a Igreja? Precisamos nos voltar à mensagem do evangelho a qual tem como pressuposto fundamental o amor. Se a maioria das pessoas realmente se dedicasse à leitura bíblica muitos dos falsos profetas não encontrariam solos férteis para disseminar seus falsos ensinos.

É inegável que ganância, ambição desenfreada e exercício de poder sobre cegos espirituais são uma catástrofe que tem se alastrado no meio cristão. Já sabíamos que seria assim, pois o próprio Deus nos alerta a esse respeito em Sua Palavra, porém precisamos ficar alerta contra os lobos em pele de cordeiro, os falsos profetas que buscam apenas satisfazer seus próprios interesses e deixam Cristo e sua mensagem para escanteio.

E rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles. Porque os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e com suaves palavras e lisonjas enganam os corações dos simples. – (Romanos 16:17-18)

Voltemos ao amor do Pai, ao qual podemos ser conectados através de Sua graça em Cristo Jesus. Leiamos a Sua palavra para que não sejamos levados pela emoção que nos faz acreditar em falsas doutrinas, que causam verdadeira cegueira e ignorância no que diz respeito à vontade de Deus.

A leitura da Palavra de Deus é obrigatória àqueles que desejam conhecê-Lo. Se alguém afirma amar a Deus e não dedica tempo para aprender sobre a Sua vontade, Sua verdade e Seus desígnios, expostos nas Escrituras, deve rever seus conceitos sobre o que significa ser cristão.

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. – (Mateus 7:15-20)

Que Deus os abençoe.

Com amor em Cristo,

Esther Moore

.

Condições de uso: Os textos do blog Leia a Bíblia podem ser copiados e utilizados livremente em correspondência, escolas, blogs e sites pessoais. Vedada a reprodução por empresas, igrejas, veículos de comunicação corporativos e programas de rádio/TV. Favor citar a fonte.

.

Comentários: Fique à vontade para comentar. Serão publicados os comentários com base bíblica e fundamentação lógica. Opiniões, questões doutrinárias, citações pessoais, assuntos fora do texto bíblico, comentários sem base bíblica, textos copiados de outros sites e blogs bem como assuntos fora do tema do blog e links externos serão deletados. O assunto aqui é SÓ A BÍBLIA ou assuntos diretamente relacionados ao texto bíblico. Obrigado por comentar.

Germano Luiz Ourique


Comentários:


  1. Marta Soares Siqueira Medeiros disse:

    A verdade é que o cristão moderno está ocupado demais com as conquistas diárias para se ocuparem das coisas de Deus… Por isso dão tanto valor aos pastores que vivem disso e o que o pastor fala é lei, ele sabe de tudo, ele que estude e conte para a igreja: que fica como um bando de filhotes esperando com a boca aberta pelo alimento já devidamente mastigado, pronto para engolir, ao invés de já estar se preparando para levar a Palavra para os escolhidos que estão fora do ninho!!!


Comente!

(*)Campos de preenchimento obrigatório