“Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.” I João 4:19

É gratificante ver a Palavra de Deus se cumprir a cada acontecimento, isto fortalece e solidifica cada vez mais a nossa fé. Temos a absoluta certeza de estarmos trilhando o caminho certo, confiantes em nosso amado Salvador, tendo nossas almas sustentadas por Ele. Ele cumpre tudo aquilo que promete de acordo com o Seu tempo, tudo está sob suas rédeas.

Se por um lado nos alegramos ao ver Deus cumprir seus divinos prenúncios, por outro é triste e repugnante ver como o amor esfriou (como está escrito que aconteceria). As pessoas têm agido inescrupulosamente apenas em prol de seus próprios interesses, anulando tudo aquilo que não lhes traga algum proveito social, financeiro ou meramente carnal usando umas as outras de tal maneira que não parece conveniente serem chamadas de ‘’animais racionais’’. Parece mais uma competição predatória em busca de prazeres mundanos os quais são momentâneos e não produzem nada além de pecado e subsequentemente, morte.

Sabe-se a única consequência do pecado é a morte, da qual a parte mais triste é permanecer a eternidade longe de Jesus Cristo. São-nos concedidas diariamente novas chances de fazermos tudo diferente, a começar por amar a Deus em primeiro lugar, pois quando o fazemos automaticamente nos é imputada a vontade suprema de cumprirmos seus decretos. Continue lendo »


Jesus foi apresentado como o Messias, mas no caráter de um servo, algo que nenhum judeu esperava. Agora, ao curar um endemoninhado cego e mudo, os leigos passam a considerar seriamente a possibilidade de ele ser o filho de Davi, um dos títulos dados ao Messias. O clero, porém, não pode admitir isso.

Enquanto hipocrisia é você querer parecer o que não é, inveja é querer ser quem você não é ou ter o que você não tem. O pecado de Adão foi uma forma de inveja, quando ele quis ser como Deus. Satanás, na forma de serpente, disse a Eva: “Vocês serão como Deus”(Gn 3:5). O próprio Satanás já tinha sido expulso da presença de Deus por querer se igual a Deus.

A religião transforma você em um hipócrita, ao exigir que você viva segundo um padrão que é incapaz de atingir. Aí você finge ser uma boa pessoa e passa a desdenhar daqueles que não rezam pela mesma cartilha. Estes clérigos judeus são assim.

Além disso, a religião transforma você num invejoso, do mesmo modo como aconteceu com os fariseus. O Senhor e Salvador está bem ali, na frente deles, mas isso é uma pedra no sapato de quem quer ser senhor e salvador de si mesmo. Continue lendo »


Eu sou um idiota e mereço apanhar muito mais muito mesmo quero dar testemunho de vida mais nunca consigo me sinto um burro que sabe que ta sujo mais nao consegue se limpar.

Comece lendo a Bíblia e orando. Quando você entender que não vai consegui fazer nada e que quem faz é Deus, é porque a mudança está começando.


Vamos dizer que, uma pessoa lá viu a foto de outra pessoa e viu uma “visão” pode ser de morte ou alguma coisa ruim, mas a pergunta é,porq Deus mostraria que a pessoa seila vai morrer ou vai acontecer alguma coisa ruim com ela?pra deixar a pessoa com medo?

Hoje em dia Deus não mostra mais nada. Depois que o texto bíblico ficou completo no primeiro século, toda a revelação de Deus está na Bíblia.


Quais textos falam sobre fornicar??

Jeremias 3:2

Levanta os teus olhos aos altos, e vê: onde não te prostituíste? Nos caminhos te assentavas para eles, como o árabe no deserto; assim poluíste a terra com as tuas fornicações e com a tua malícia.

Naum 3:4

Por causa da multidão dos pecados da meretriz mui graciosa, da mestra das feitiçarias, que vendeu as nações com as suas fornicações, e as famílias pelas suas feitiçarias. Continue lendo »


Os religiosos fariseus decidem matar Jesus. Eles estão mais preocupados com a obediência às regras de sua religião do que com a salvação das pessoas. Jesus pede aos que o seguem que não façam alarde a respeito dele. Ele não quer ser visto como um líder revolucionário que irá libertá-los do inimigo romano.

Se existe um inimigo aos olhos de Deus, esse inimigo é a própria religião e os líderes religiosos, mais preocupados em conservar seu status do que permitir que as pessoas sejam curadas. Além disso, Jesus não tinha vindo para derramar sangue romano, mas o seu próprio sangue; não tinha vindo para libertar o povo de um invasor de suas terras, mas de um invasor de seus corpos: o pecado.

Se os judeus tivessem dado atenção à profecia de Isaías teriam visto que o escolhido de Deus viria como um Servo, não como um general. Se tivessem prestado atenção à cena do batismo de Jesus, teriam visto o cumprimento da profecia que dizia que o Espírito de Deus estaria sobre ele. Continue lendo »